Arquivo da tag: valores

Saiba como escolher a película certa para o seu carro sem correr riscos

Escolher o tipo ideal de película para o seu carro pode não ser uma tarefa tão simples. Isso porque no mercado existem diversos tipos, marcas, espessuras e finalidades. Algumas, inclusive, nem são permitidas por lei. Conversamos com o Detran-SP, com o engenheiro de aplicação de películas para vidro da 3M, Felipe Yenikomochian, e com o proprietário da oficina Hirota Produce, Nelson Hirota, para resumir as principais informações sobre películas de proteção automotiva.

1 Quais as películas mais procuradas?

No mercado, as mais comuns são as de escurecimento e antivandalismo. A primeira tem a função de dar mais privacidade aos ocupantes e reter o calor. Já a segunda tem a finalidade de proteger o motorista e passageiros, evitando que o vidro estoure com “facilidade” caso seja atingido. Porém, ela está longe de fazer a função da blindagem. Para ambas, existem diversas espessuras e colorações.

2 Qual a espessura mais recomendada?

Não há uma recomendação exata, pois o cliente deve ser aconselhado pelo profissional de acordo com suas necessidades e o modelo do carro. No entanto, a aplicação mais comum é da chamada PS4 (com espessura de 0,1 mm). As opções ultrapassam a classificação PS10 (com cerca de 0,25 mm de espessura).
3 Quais as principais cores disponíveis no mercado?

As mais comuns são as películas G20, G5 E G35. A primeira é considerada “padrão”, a segunda tem cor similar à de um saco de lixo, enquanto a terceira é bem clara. Existem também películas espelhadas, metalizadas e coloridas.

4 O que a lei diz?

Segundo o Contran, o limite mínimo de transparência dos vidros deve ser de 75% no para-brisa incolor, 70% no para-brisa colorido (temperado/degradê) e nos vidros das janelas das portas da frente e 28% nos demais vidros (janelas laterais traseiras e vidro traseiro). Portanto, a película na cor G5 é proibida por lei. Ainda segundo o órgão, “o motorista que utilizar película com índice inadequado poderá ser autuado e receber cinco pontos na habilitação, pois essa é considerada uma infração grave. Além disso, terá de pagar multa no valor de R$ 195,23 e o veículo será retido para regularização”.
5 Quais os valores?

Variam de acordo com o tamanho do veículo e espessura. Em relação às películas antivandalismo para carros pequenos, como um Chevrolet Onix ou Hyundai HB20, o valor inicial é de R$ 690. Já para carros maiores, como um Honda CR-V, sai na faixa de R$ 900 a R$ 990. O preço inicial das películas de escurecimento é de cerca de R$ 200. Existem películas que fazem a função antivandalismo e escurecimento ao mesmo tempo.

Dispositivo é a grande novidade da linha FIAT 2016 dos modelos Linea e Punto

fiat-punto-blackmotion-2016

A Fiat anunciou nesta quinta-feira (12) a chegada da linha 2016 de Linea e Punto ao mercado brasileiro. A grande novidade implementada nos modelos é o sistema multimídia Uconnect, já muito comum em diversos veículos da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) – e há muito tempo cobrada para o sedã e para o hatch.

O dispositivo vem como item de série no Linea e na versão T-Jet do Punto, com tela sensível ao toque de cinco polegadas, reprodução de músicas por áudio streaming, conexão Bluetooth, entrada USB, sistema leitor e de envio de mensagens de texto e comando de voz.

fiat-linea-absolute-2016

Como opcional, o Uconnect pode receber navegador GPS – Uconnect Touch NAV – e, assim, passa a oferecer as seguintes funções: planejamento de percurso, orientação por voz, gerenciamento de pontos de interesse, visualização em 2D ou 3D, personalização de menu e atualização feita pela TOM TOM. Outro item que pode ser adicionado é a câmera de ré.

Além do sistema multimídia, o Punto ganha novas rodas de liga-leve nas versões Attractive, Essence e Blackmotion, bem como spoiler na tampa traseira, seguindo a cor de carroceria, na Attractive e na Essence.

Veja os preços:

Punto 2016

Attractive 1.4 – R$ 45.810
Essence 1.6 – R$ 49.580
Sporting 1.8 – R$ 53.810
Blackmotion – R$ 56.780
T-Jet – R$ 65.900

Linea 2016

Essence 1.8 – R$ 59.500
Absolute Dualogic 1.8 – R$ 69.700

uconnect-fiat-linea-punto

HB20 ganha edição da copa do mundo

foto-imagem-hb20-copa-do-mundo

 

A Hyundai apresentou hoje, no Museu do Futebol, em São Paulo, uma edição especial da linha HB20 em comemoração à copa que será disputada este ano no Brasil, conforme Autoesporteantecipou em janeiro. Chamada HB20 Copa do Mundo FIFA, a série será limitada a oito mil unidades (70% para a versão hatch e 30% para a sedã). Os preços da versão hatch começam em R$ 41.465, enquanto o sedã parte de R$ 44.330.

A motorização é a mesma oferecida na linha HB20 tradicional: 1.0 de 80 cv e 1.6 de 128, com opção de câmbio manual de cinco marchas ou automático de quatro.

foto-imagem-hb20-copa-do-mundo

 

No visual, pouca diferença: a edição comemorativa do mundial conta com grade dianteira com detalhes em preto, acabamento entre as portas também em preto, selo indicativo da edição e rodas de liga-leve 15″ diamantadas. No interior, o carpete recebe costura em vermelho com a nomenclatura da edição, o sistema multimídia BlueNAV passa a contar com a BlueMediaTV, uma tela de 7″ touchscreen que funciona como reprodutor de fotos, vídeos e TV digital.  e os bancos recebem revestimento em couro, além do selo oficial da competição.

“Fizemos algumas contas de quando custaria se o cliente quisesse comprar todos itens exclusivos, e ele gastaria por volta de R$ 6.000. No entanto, nós estamos cobrando R$ 3.700 a mais nas versões 1.0 e R$ 3.950 nas versões 1.6”, conta Rodolfo Stopa, gerente de produtos da Hyundai Brasil.

As diferenças de preço são baseadas na versão Confort Plus, a mesma plataforma que gerou os novos modelos. Enquanto o HB20 Confort Plus 1.0 custa R$ 37.765, a versão Copa do Mundo FIFA com o mesmo motor, é avaliada em R$ 41.465. Com motor 1.6 de 128 cv, a versão Confort Plus é vendida a R$ 42.995 e a estilizada chega custando R$ 46.945.

É a primeira série limitada da linha HB20. “É uma série especial da linha HB20 que conta com itens bastante exclusivos de alto valor agregado”, conclui Rodolfo Stopa.

foto-imagem-hb20-copa-do-mundo

 

O HB20 Copa do Mundo FIFA começara a ser fabricado no início de março e será comercializado a partir da segunda quinzena do mês. Além das cores originais, a linha conta com a nova cor metálica Azul Sky.

Confira os preços da linha HB20 Copa do Mundo Fifa:

HB20 1.0 – R$ 41.465
HB20 1.6 manual – R$ 46.945
HB20 1.6 automático – R$ 50.245

HB20S 1.0 – R$ 44.330
HB20 S 1.6 manual – R$ 49.810
HB20 S 1.6 automático – R$ 53.110

foto-imagem-hb20-copa-do-mundo

Para não perder o tema competitivo, a linha vem ainda com chaveiro, bola oficial e mochila, todos com o tema Copa do Mundo. A Hyundai também promete ampliar a garantia da linha HB20 para esta série, de 5 para 6 anos, se a seleção brasileira for a campeã da copa. A “Hexagarantia”, como é chamada pela marca, é válido para todas unidades adquiridas no período de 1º de janeiro a 13 de julho de 2014 – data da final da Copa do Mundo.

A série do HB20 chega para disputar com o Volkswagen Gol, Voyage e Fox Seleção, que também foram inspirados no mundial de futebol. Enquanto a Hyundai é patrocinadora oficial da Copa do Mundo (o que permite o uso do tema), a Volkswagen é a patrocinadora da seleção brasileira.

foto-imagem-hb20-copa-do-mundo

 

Ford Ranger – Com inédita versão flex, nova picape chega a partir de R$ 61,9 mil

Ford Ranger chega à 3ª geração completamente renovada (Foto: Divulgação)

A Ford apresenta neste domingo em Salta, na Argentina, a segunda geração da Ranger, primeira picape média a estrear no mercado brasileiro e que, desde 1994 (veja a linha do tempo ao fim da reportagem), sobrevive de reestilizações, atualizações na motorização e versões especiais. O utilitário é marcado, além do novo visual, pelo inédito motor flex e o diesel de 200 cv, que torna a picape a mais potente da categoria. Confira os preços da Ford Ranger 2013.

XLS 2.5 flex CS: R$ 61,9 mil
XLS 2.5 flex CD: R$ 67,6 mil
XLT 2.5 flex CD: R$ 75,5 mil
Limited 2.5 flex CD: R$ 87,5 mil
XLS 3.2 diesel CS: R$ 97,9 mil
XLS 3.2 diesel CD: R$ 106,9 mil
XLT 3.2 diesel CD: R$ 114,9 mil
XLT 3.2 diesel CD automática: R$ 120,4 mil
Limited 3.2 diesel CD automática: R$ 130,9 mil

A Ford ainda oferece uma opção com motor 2.2 a diesel, na versão XL, exclusiva para frotistas (sem preços revelados).

Versões

Na configuração XLS, a Ranger é equipada com direção hidráulica, ar-condicionado, travas, retrovisores e vidros elétricos (com função “um toque” para o motorista), computador de bordo, coluna da direção regulável apenas em altura, CD player com MP3 e tela colorida de 4,2 polegadas, rodas de liga leve de 16 polegadas e ABS com EBD – na versão cabine dupla movida a diesel, adiciona-se airbags frontais e faróis de neblina.

A XLT se destaca por acrescentar a tais itens ar-condicionado digital dual zone, controle de estabilidade (ESP), Bluetooth no rádio, sensor de estacionamento, piloto automático, vidros elétricos com acionamento a um toque para todos e sistema antiesmagamento, volante multifuncional, bancos com ajuste de altura e lombar, rodas de liga leve de 17 polegadas, estribos laterais e detalhes cromados.

Por fim, a Limited tem como diferenciais airbags laterais e de cortina, GPS, câmera traseira, sensor de chuva, acendimento automático de faróis, bancos de couro, banco do motorista com ajuste elétrico em oito direções, santantônio esportivo, compartimento refrigerado, bagageiro no teto e retrovisores externos dobráveis eletricamente com piscas e luz de cortesia integrados.

Motores

Fonte de críticas à Ranger até então, a ausência do motor flex foi solucionada com o bloco Duratec 2.5 16V, de 168 cavalos de potência com gasolina (e torque de 24,1 kgfm) e 173 cv abastecido com álcool (e torque de 24,8 kgfm) – seu câmbio é sempre manual, de cinco marchas.

A opção a diesel fica por conta do Duratorq 3.2 20V, de cinco cilindros em linha, 200 cv e 47,9 kgfm de torque, com câmbio manual ou automático – nos dois casos com seis marchas.

One Ford

A nova Ranger faz parte da estratégia, batizada de One Ford, de oferecer mundialmente o mesmo veículo. Produzida na Argentina (que abastece o mercado brasileiro), na Tailândia e na África do Sul, a picape será comercializada em 180 países. A nova geração foi vista pela primeira vez no Salão da Austrália, em 2010, e, na América do Sul, no Salão de Buenos Aires, há um ano.