Arquivo da tag: powershift

Garantia dos New Fiesta, Focus e EcoSport afetados será extendida para cinco anos ou 160 mil quilômetros

foto-imagem-carro-ecosport

Há pelo menos dois anos, os proprietários de veículos da Ford equipados com o câmbio automatizado de dupla embreagem Powershift reclamam de barulho, trepidação, superaquecimento e até necessidade de trocas prematuras do kit de embreagem. Após ser alvo de uma série de reportagens e de ações do Procon, a marca finalmente assumiu que há problemas com os modelos New Fiesta (hatch e sedã) e Ecosport fabricados em 2013 e 2014, além dos Focus (hatch e sedã) feitos em 2014. A transmissão PowerShift equipa 36,3% dos New Fiesta, 37,2% dos EcoSport e nada menos que 83,4% de todos os Focus vendidos no país.

Em resposta protocolada no Procon-SP, a Ford reconhece problemas e afirma que irá realizar reparos gratuitos nos veículso que apresentarem defeitos. Os proprietários serão informados via carta comum ou mala direta – outros consumidores que não sejam avisados também podem acionar a marca para o recall.

Além dos reparos, as unidades afetadas terão a garantia extendida de três para cinco anos, ou 160 mil quilômetros rodados – o que ocorrer primeiro. Quem já ultrapassou tal quilometragem antes do fim da garantia de fábrica também será atendido gratuitamente.

O comunicado da Ford faz referência direta à reportagem da QUATRO RODAS publicada em 2014, em que proprietários relatam suas experiências. Segundo a montadora, os problemas de trepidação podem ser resultado da contaminação de uma das embreagens por fluído de transmissão. “Esse pequeno merejamento da embreagem, quando ocorre, pode causar a leve trepidação sentida pelos consumidores, e corresponde ao mesmo sintoma do desgaste natural da embreagem de uma transmissão manual tradicional. A diferença é que, no caso em tela, esse sintoma aparece de maneira antecipada, antes do fim da vida útil da embreagem”, diz o informe oficial.

A Ford ainda afirma que a trepidação não gera perda de força motriz do veículo, e que não há registro de acidentes com vítimas causados pela ocorrência do problema. Para remediar a falha, a marca está adotando um novo vedador da transmissão em veícuos zero km. Já os modelos usados e afetados pelo problema receberão uma nova embreagem gratuitamente, além da extensão da garantia.

Novo EcoSport PowerShift e 4WD, agora é automático e aventureiro

A família do Novo EcoSport está ainda mais completa, com o lançamento dos dois novos modelos da linha: a versão Powershift – disponível nas versões SE e Titanium -, com câmbio automatizado de dupla embreagem; e a opção 4WD (Four Wheel Drive ou tração nas quatro rodas) oferecido exclusivamente na versão FreeStyle. Os carros foram apresentados à imprensa na última semana.

As duas versões contam com motor 2.0 16V Flex e são equipados de série com direção elétrica, freios ABS, controles de estabilidade e tração (AdvanceTrac), assistente de partida em rampa e assistente de frenagem de emergência.

Powershift

Já à venda nas concessionárias, o Powershift é o primeiro nacional a trazer câmbio automatizado de dupla embreagem. O objetivo, segundo a montadora, é unir “o conforto da caixa automática e a esportividade do câmbio manual”, com trocas de marcha mais rápidas e com pouca interrupção na faixa de torque. Durante o testdrive, realizado no percurso de Itatiba a São Paulo, o carro mostrou desempenho razoável, mas inconstante. Entre algumas queixas, problemas com relação ao isolamento acústico e certas falhas no acabamento interno. Quanto aos destaques, ponto positivo para a boa dirigibilidade e os já incluídos itens de segurança.

Sobre consumo de combustível, essa versão, segundo a Ford, é o único utilitário esportivo 2.0 automático classificado com o padrão A de economia do Inmetro. A 4WD repete o desempenho eficiente considerando consumo de combustível, recebendo a mesma classificação do Inmetro.

4WD

A versão com tração nas quatro rodas só chega ao mercado em janeiro de 2013, mas não apresentou grandes surpresas. Também equipado com motor Duratec 2.0 16V flex, a 4WD conta com 146 cavalos de potência e 19,7 kgfm de torque a 4.250 rpm.

“A gente quer pegar aquele cara não só do perfil mais aventureiro, mas que ande em condições que não sejam 100% de asfalto. Obviamente não é pra fazer um off-road pesado, mas ele oferece condições para estrada de terra”, admite o gerente de marketing da Ford, André Leite.

Esta versão já vem equipada com SYNC Media System com Bluetooth e comandos de voz, sensor de estacionamento, ar-condicionado e rodas de liga leve de 16 polegadas, direção elétrica, vidros, travas e espelhos elétricos, computador de bordo e pacote visual FreeStyle.

Conta também com airbag duplo, freios ABS, controle eletrônico de estabilidade e tração, e assistente de partida em rampa, com preço de R$66.090. Conta também com a opção de bancos de couro e airbags laterais e de cortina, por R$3.700.

A jornalista viajou a convite da Ford.

Números

63.390 Reais Preço sugerido para a versão EcoSport Powershift SE. O modelo PowerShift Titanium sai por pelo menos R$70.890 (preço sugerido)

66.090 Reais Preço sugerido do Novo EcoSport 2.0 4WD FreeStyle. Conta também com a opção de bancos de couro e airbags laterais e de cortina, por R$3.700.

Saiba mais

Outros detalhes
1) Segundo o gerente de marketing da Ford, André Leite, as cores são as mesmas que já são ofertadas nas outras opções: há o laranja, preto, branco, prata, champagne, cinza escuro, vermelho.

2) O brasileiro, no padrão de consumo dele, puxa mais para branco, preto e prata. Apesar de que a cor laranja está sendo uma surpresa, e como está sendo exposta bastante, a gente tem conseguido que o cliente veja como uma opção diferente.

3) Para 2012, a Ford espera confirmar um crescimento de 4% de volume de vendas .

4) A Ford Brasil anunciou que em 2013 continuarão produzindo no Brasil e exportando.

Flagra Novo Fiesta Sedan no Brasil

Versão que chega na virada do ano roda em testes ao lado do hatch

Estes são os primeiros flagras do novo Ford Fiesta Sedan no Brasil. A novidade, que chega às lojas do país no fim deste ano, foi fotografada pelos leitores Alexandre Campos de Oliveira Neves e Ricardo Hideki de Morais enquanto rodava no interior de São Paulo. A versão hatch também deu as caras nos testes, preparando-se para suas vendas no país, que começam em 2011. Ambos virão inicialmente do México, e serão nacionalizados mais adiante.

Ao contrário do Fiesta atual, que receberá uma leve reestilização para ficar com a cara do Figo indiano, os carros fotografados são da versão americana, que chega por aqui importada do México na faixa dos R$ 40 mil a R$ 50 mil. A intenção da Ford é transferir futuramente a produção do modelo para a fábrica de Camaçari (BA).

O novo Fiesta promete fazer frente ao Polo Sedan e Honda City (apesar do preço do japonês). Ele chega com o novo motor Sigma 1.6 16V de 110/115 cv de potência e 16,3/15,6 kgfm de torque (gasolina/álcool). O modelo também trará a transmissão automatizada Powershift de dupla embreagem e seis marchas como opcional.

Aos interessados em conferir esse novo Fiesta ao vivo, é esperar pela decisão da Ford de exibi-lo no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro.

Fonte: AutoEsporte

Ford divulga Fiesta 2011 – Que virá ao Brasil

Marca revela versão simplificada do modelo

fotos-imagens-ford-fiesta-sedan-2011-novo-modelo

A Ford tinha um problema para o vender o novo Fiesta europeu no continente americano: do jeito que é na Europa, o modelo atuaria numa faixa de US$ 20 mil a U$ 30 mil nos Estados Unidos, ou seja, na seara do Fusion 2.5. A marca do oval azul então não teve dúvidas: simplificou o carro. É essa mesma versão norte-americana que será vendida no Brasil, em 2011. Primeiro virá o sedã, importado do México. Depois, o hatch será fabricado em Camaçari (BA) ao lado do modelo atual, que ganhará o mesmo visual do Figo indiano em 2010.

Esqueça o painel refinado do modelo europeu. A parte superior emborrachada deu lugar a plástico rígido, enquanto os bancos com revestimento em duas cores agora é monocromático. Apenas as versões topo de linha têm apliques prateados no console e no volante, que também possui desenho um pouco diferente.

fotos-imagens-ford-fiesta-sedan-2011

A versão básica virá com câmbio manual, mas grande parte das vendas nos EUA será do modelo automático, com a nova transmissão Powershift de dupla embreagem e 6 marchas (mas sem opção de trocas manuais, por questão de custos). Quem sabe a versão mais cara do Fiesta Sedan não venha para o Brasil com esse câmbio? O motor será o 1.6 16V Sigma. Para cá, virá em versão flex.

fotos-imagens-ford-fiesta-sedan-2011-painel-de-instrumentos

As mudanças visuais se concentram na dianteira. O sedã ganhou grade cromada, no estilo Fusion/Edge, com para-choque 6 cm mais avançado. No hatch, a grade ficou mais fina, e a tomada de ar no para-choque está menor. As rodas são aro 16” e a direção elétrica foi reprogramada para deixar o volante mais leve. O Fiesta também ganhou reforços na estrutura, para atender às leis norte-americanas de proteção em impactos. Todos os modelos vêm com sete airbags, sendo um para os joelhos do motorista.

fotos-imagens-ford-fiesta-hatch-2011-modelo-novo

A longa lista de equipamentos inclui repetidores de seta nos retrovisores, botão de partida, teto-solar, volante multifunção e sistema de som com entrada USB e conexão para celular. Os porta-copos também podem ser iluminados por leds, como opcional. Resta saber o que virá para a versão brasileira.

fotos-imagens-ford-fiesta-hatch-2011-modelo-novo