Arquivo da tag: Porsche

Com visual shooting brake e mais espaço para passageiros e bagagens, novo Porsche é a coroa da família Panamera

Desde o seu lançamento, em 2009, o Porsche Panamera tornou-se um sucesso de vendas – e um divisor de críticas. Por um lado, sua combinação de performance próxima de um superesportivo com o refinamento e conforto de um sedã de luxo é imbatível.

Por outro, a solução visual de sedã com perfil de cupê não conseguiu criar uma identidade própria, sempre remetendo a um 911 esticado. A Porsche já havia atenuado a questão com a segunda geração do modelo, lançada no ano passado. E agora arrebata elogios do mundo inteiro com o Panamera Sport Turismo, versão de produção do conceito exibido em 2013.

A plataforma é exatamente a mesma do Panamera, com medidas iguais – 5,04 m de comprimento, 1,93 m de largura e entre-eixos de 2,95 m. O design também segue idêntico até a coluna B, entre as portas dianteiras e traseiras. A partir daí, o teto e as janelas perdem o caimento suave, terminando de maneira mais abrupta.

A traseira é arrematada por um spoiler de funcionamento ativo. Até os 170 km/h (ah, esses alemães e suas autobahns…), ele permanece em um ângulo de menos de sete graus, o que reduz o arrasto sem prejudicar o consumo de combustível. Acima de 170 km/h (ou se os modos Sport e Sport Plus de direção estiverem acionados), ele ganha um grau de incidência para gerar até 50 kg de downforce no eixo traseiro.

Uma terceira angulação de 26º pode ser escolhida para que o spoiler minimize o ruído do vento quando o teto solar panorâmico estiver aberto.

O estilo shooting brake deu mais personalidade ao carro, e também mais funcionalidade. Graças à menor inclinação do teto, o espaço para as cabeças de quem vai atrás aumentou, assim como a facilidade de acesso.

O banco traseiro, por sinal, é um 2 +1: ótima comodidade para dois passageiros e espaço um pouco apertado para mais uma pessoa no meio, se necessário. Como opcional, o Sport Turismo pode ter dois bancos individuais ali, com ajustes elétricos.

O porta-malas também aumentou, além de ter seu acesso facilitado pela menor altura da porta em relação ao solo. São 520 litros até o tampão e um volume máximo de 1.390 litros com os bancos traseiros rebatidos. A Porsche ainda oferece trilhos, redes e ganchos para organizar melhor a bagagem.

Para o motorista, tudo permanece como no novo Panamera: o interior tem refinamento impressionante, com materiais e acabamento sempre de bom gosto. Há telas digitais perfeitamente harmonizadas no painel de instrumentos e no console central.

A nova perua terá cinco opções de motorização: Panamera 4 Sport Turismo (330 cv), Panamera 4S Sport Turismo (440 cv), Panamera 4 E-Hybrid Sport Turismo (462 cv combinados), Panamera 4S Diesel Sport Turismo (421 cv) e o top de linha Panamera Turbo Sport Turismo (549 cv). Este último deve manter os dados de desempenho do sedã: de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos, com máxima de 306 km/h.

Todas as configurações trazem tração integral e o arsenal completo de recursos dinâmicos presentes no Panamera de 2ª geração: suspensão pneumática ajustável, esterçamento do eixo traseiro, barras estabilizadoras ativas comandadas eletromecanicamente.

O Sport Turismo começará a ser vendido na Europa em outubro, por preços entre 97.557 euros (Panamera 4 Sport Turismo) e 158.604 euros (Panamera Turbo Sport Turismo). Não há previsão de sua chegada ao Brasil, mas não é difícil imaginá-lo fazendo sucesso por aqui.

Porsche Cayman S recebeu acabamento exclusivo por dentro e por fora

foto-imagem-porsche-exclusive-cayman-A Porsche Exclusive, divisão de personalização mantida pela Porsche, apresentou uma versão especial (e única) do Cayman S. O cupê ganhou detalhes em preto nas portas, capas dos espelhos retrovisores e tomadas de ar, além de spoiler traseiro na cor da carroceria. O carro também traz faróis e lanternas escurecidas, saída de escapamento dupla e rodas de liga leve de 20 polegadas em dois tons.O interior tem acabamento em couro com detalhes brancos no console central, painel e portas. Várias partes da cabine receberam revestimento em couro feito à mão, da coluna de direção até os tapetes. O toque final fica por conta do nome “Porsche” grafado nos encostos de cabeça dos bancos esportivos.

foto-imagem-cayman

Novo modelo Porsche expande gama no mercado brasileiro

foto-imagem-porsche-turbo-s

A Porsche acrescentou quatro modelos ao seu portfólio disponível para o mercado brasileiro. São os seguintes: 911 Turbo S Cabriolet (R$ 1,199 milhão), 911 Targa 4S (R$ 739 mil), Boxster GTS (R$ 439 mil) e Cayman GTS (R$ 459 mil).

Mais caro do grupo, o 911 Turbo S Cabriolet chega com motor 3.8 de seis cilindros contrapostos, oferecendo 568 cavalos de potência. Enquanto isso, Boxster GTS e Cayman GTS contam com bloco 3.4 de seis cilindros contrapostos, fornecendo, respectivamente, 330 e 340 cv.

foto-imagem-porsche-turbo-s

Novo modelo porsche sedã abaixo do Panamera

foto-imagem-novo-porsche-panamera-2014A Porsche estaria cogitando a possibilidade de lançar um novo sedã menor do que o Panamera. O projeto, conhecido informalmente como Pajun (de Panamera Junior), teria voltado com força total a pedido do presidente da empresa, Matthias Müller, que gostaria de criar um concorrente para BMW Série 5 e Mercedes-Benz Classe E.

No entanto, o próprio Müller admitiu que o lançamento deste modelo “seria uma decisão difícil de tomar”, uma vez que a marca concentrou (e ainda está se esforçando) todos os seus esforços no Macan, dobrando a capacidade produtiva e investindo na modernização das áreas de pintura e estamparia na fábrica de Leipzig, na Alemanha.

Rumores de que a Porsche lançaria uma versão mais compacta do Panamera existem desde 2011. O carro custaria cerca de 60 mil euros e teria estilo inspirado no “irmão mais velho”, com lançamento previsto para 2016. Caso realmente seja lançado, o modelo utilizaria uma plataforma ainda inédita, a ser desenvolvida pelo grupo Volkswagen para a nova geração do Panamera, que também serviria para novos modelos da Bentley e o novo VW Phaeton.

As marcas mais exclusivas fazem para agregar valor às compras de seus abonados clientes

foto-imagem-PorscheUm belo dia você descobre que tem o bilhete premiado de R$ 2 milhões na loteria e decide realizar um sonho de consumo: comprar um esportivo alemão. Escolhe a dedo o Porsche 911 Turbo S Edition 918 Spyder, edição especial numerada e limitada, estimada em mais R$ 1,1 milhão. Na verdade, não escolhe não. Como assim? Para ter esse carro, seria necessário desembolsar mais de R$ 4 milhões. A versão do modelo de 40 anos só foi oferecida para quem comprou o 918 Spyder, híbrido recém-apresentado pela marca alemã, vendido por cerca de R$ 3 milhões por aqui.

“O cliente já poderia encomendar o esportivo híbrido há um ano no Brasil. Mas como ele chegará apenas em 2014, oferecemos a possibilidade da pessoa desfilar, enquanto isso, com um 911 Turbo S Edition 918 Spyder”, afirma o porta-voz da marca, Luiz Pandini. Segundo a Porsche, a estratégia de venda foi adotada globalmente em 2012. O 911 Turbo S especial não pertence à geração atual, mas é derivado da geração 997 do modelo, lançada no Brasil ano passado.

foto-imagem-porsche-911turbos-edition

Enquanto a montadora alemã fisga clientes com opções de compra exclusivas, a Ferrari conquista os endinheirados com serviços especiais. É o caso da visita exclusiva à fábrica em Maranello, na Itália, onde o comprador circula com um guia por duas horas, presenciando da montagem do motor à costura dos bancos de couro.

Se você acha isso muito, então vai ficar ainda mais deslumbrado com a hipótese de esbarrar com o piloto Fernando Alonso pelos corredores do camarote do Ferrari Formula 1 Club. Segundo a montadora, a entrada VIP nos circuitos da competição só pode ser adquirida por donos de Ferraris e pelos chamados “prospects”, futuros compradores. “De alguma forma eu tenho de cativar esses potenciais clientes”, destaca o executivo de vendas da marca, Eduardo Alves.

“Todo circuito tem uma pessoa que guia os clientes pela visitação dos boxes da Ferrari, conhecimento da equipe e do carro. Num determinado horário, os pilotos vão à área VIP para fotografias e autógrafos”, diz Alves. Cada ingresso para um fim de semana de GP custa o equivalente a cerca de R$ 16 mil. Um fim de semana digno de rei do camarote.

foto-imgem-ferrari-maranello

Tempo é dinheiro


Principalmente para quem paga R$ 2,4 milhões em um carro como o  Rolls-Royce Ghost. Por esse motivo, a marca inglesa oferece assistência 24 horas em domicílio, com abrangência nacional. “Seja para fazer uma revisão ou uma coisa simples, a primeira análise é feita diretamente na casa do cliente”, afirma o gerente comercial da marca, Milton Chameh. O serviço de visitação da linha de produção também é comum na Rolls-Royce, para clientes e alguns potenciais compradores.

 

Carros importados mais vendidos em julho 2012 – Kia Sportage lidera a lista pelo segundo mês seguido

A Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva) divulgou nesta terça-feira (14) o resultado de vendas de veículos importados em julho, reunindo as marcas que não possuem fábrica no Brasil. No mês, os emplacamentos chegaram a 10.739 unidades, queda de 4,1% frente a junho, quando 11.202 veículos foram comercializados. Na comparação com igual período do ano passado, a queda é de 41,5%. Desde dezembro passado, os carros vindos de fora do Mercosul e do México tiveram o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) aumentado em 30 pontos percentuais.

A Abeiva é formada por Aston Martin, Audi, Bentley, BMW, Changan, Chery, Chrysler, Dodge, Effa Changhe, Effa Hafei, Ferrari, Hafei Motor, Haima, Jac Motors, Jaguar, Jeep, Jinbei Automobile, Kia Motors, Lamborghini, Land Rover, Lifan, Maserati, Mazda, Mini, Porsche, Rolls Royce, SsangYong, Suzuki e Volvo.

VEÍCULOS IMPORTADOS MAIS VENDIDOS EM JULHO PELA ABEIVA

Acidente de carro – Atriz Lindsay Lohan, dirigindo seu porsche bateu em outro veículo, segundo TMZ


Imagem do carro de Lindsay Lohan após o acidente, publicada pelo site TMZ (Foto: Reprodução)

Lindsay Lohan sofreu um acidente de carro e está internada em hospital em Los Angeles, informou o site TMZ nesta sexta-feira (8).

Segundo a página, especializada em celebridades, Lindsay estava dirigindo seu porshe preto pela Pacific Coast Highway quando bateu seu carro em outro veículo.

O automóvel está bastante danificado, relataram fontes. A janela do lado do passageiro foi quebrada e o para-choque dianteiro estava destruído.

Embora uma ambulância tenha sido chamada no local do acidente, foi outro carro que levou a atriz para o hospital. Informações oficiais sobre estado de saúde da atriz ainda não foram divulgadas. Ela estaria bem, segundo o TMZ. Ela e a assistente foram vistas sangrando e com hematomas.

Fusão entre VW e Porsche pode ser adiada para 2015

Pedidos de indenização, além de questões jurídicas e fiscais devem atrasar processo

Agendada para acontecer em 2011, a fusão entre a Porsche e a Volkswagen deverá atrasar por questões jurídicas e fiscais. Um dos processos corre nos Estados Unidos e exige indenização de bilhões de euros à Porsche por ter prestado falsas informações ao mercado e manipulado preços. Enquanto isso, na Alemanha, o ministério público de Stuttgart abriu um inquérito conta a Porsche por suspeita de faltas informações a investidores quando decidiu se juntar à Volkswagen.

Segundo o diretor financeiro da Porsche, Hans Dieter Poetsch, a fusão deverá acontecer apenas em 31 de janeiro de 2015. Entretanto, conforme o presidente executivo da Volkswagen, Martin Winterkorn, essa união continua fazendo parte dos objetivos da empresa, que tem 49,9% das ações da Porsche.

Fonte: Globo.com

Vendas das empresas importadoras de carros sobem 27,27%

Até novembro associadas à Abeiva somaram 35,6 mil unidades.
Kia Motors e BMW registraram o melhor desempenho.

fotos-imagens-bmw-serie-2-brasil-mais-vendidos

As vendas de carros imortados das marcas BMW, Chana, Chrysler, Dodge, Effa Motors, Hafei Motor, Jeep, Kia Motors, Pagani, Porsche, SsangYong e Suzuki somaram 35,6 mil unidades de janeiro a novembro deste ano. O resultado é 27,27% superior em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram emplacadas 27.971 unidades. O balanço foi divulgado, nesta segunda-feira, pela Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva).

No mês de novembro, as marcas registraram queda das vendas de 13,4% na comparação com o forte mês de outubro. Foram 4.311 unidades contra 4.978 veículos no período anterior. Em relação a novembro de 2008 — quando a crise econômica atingiu fortemente o setor de veículos no país — o resultado representa crescimento de 137% das vendas. No 11º mês do ano passado, foram emplacados somente 1.819 veículos das doze marcas.

A partir de dezembro de 2008 até o mês passado, mais quatro empresas – Jaguar, Jinbei, Land Rover, Spyker e Volvo – associaram-se à entidade. Contabilizados os dados, agora, das dezesseis afiliadas, em novembro foram emplacadas 4.640 unidades, 12,1% inferior em relação ao mês de outubro, quando foram comercializados 5.279 veículos.

Já o relatório de desempenho de vendas no atacado – a venda realizada das importadoras para a rede de concessionárias –, as doze empresas filiadas à Abeiva, em novembro, mostram queda de 40% em relação ao mês anterior. Foram comercializadas 3.725 unidades contra 7.216 veículos em outubro. Comparadas a novembro de 2008, as vendas no atacado mostram crescimento de 82,1%: 3.725 unidades contra 2.045 em novembro de 2008.

No acumulado do ano em vendas no atacado, o desempenho é positivo, com alta de 30,86%. Ao todo foram vendidas neste ano 38.722 unidades, contra 29.591 veículos em igual período do ano passado. Com a contabilização das 17 associadas, as vendas no atacado de janeiro a novembro alcançaram 40.726 unidades, resultado 37,39% superior na comparação com 29.642 veículos das doze associadas nos primeiros onze meses de 2008.

Os números de vendas no atacado em novembro mostram que as associadas à Abeiva representaram no mês participação de 8,38% e 1,53%, respectivamente, dos totais de importados (48.664 unidades) e do mercado geral (266.814 veículos). No acumulado de janeiro a novembro, a participação foi de 9,34% e 1,43%, diante do total de 436.160 carros importados e de 2.841.937 veículos do mercado geral no acumulado do ano.

fotos-imagens-kia-soul-brasil-mais-vendidos

BMW e Kia Motors se fortalecem

De acordo com o balanço da Abeiva, as vendas da BMW já somam 4.466 unidades, expansão de 67,52% sobre o resultado obtido entre janeiro e novembro de 2008. O modelo mais procurado é o Série 3, com 1.853 unidades comercializadas.

No caso da Kia Motors, o crescimento no acumulado do ano é de 9,56%, com o total de 20.873 unidades vendidas no período, contra as 19.051 registradas no ano passado. O modelo mais comercializado pela marca sul-coreana é o Sportage, com 7.002 unidades emplacadas.

Veja os modelos importados mais vendidos até novembro

Kia Sportage: 7.002 unidades

Kia Bongo: 3.753 unidades

Suzuki Grand Vitara: 2.779 unidades

Kia Picanto: 2.530 unidades

BMW Série 3: 1.853 unidades

Kia Cerato: 1.560 unidades

Kia Soul: 1.547 unidades

Kia Sorento: 1.540 unidades

BMW Série 1: 1.377 unidades

10º Kia Carens: 1.371 unidades

Fonte: G1