Arquivo da tag: polo

VW chega ao topo em janeiro

foto-imagem-volkswagen-polo-blue-gt-prataA China manteve a liderança global de vendas da indústria automotiva em janeiro de 2014. Segundo dados da consultoria JATO Dynamics, o país teve um expressivo crescimento de 7,6% no mês se comparado ao mesmo período de 2013, acumulando mais de 2 milhões de unidades comercializadas no primeiro mês deste ano. Como é de praxe nos rankings da JATO, os números da China englobam apenas os números de automóveis de passeio, enquanto os demais países somam vendas de carros e comerciais leves.

Os Estados Unidos continuam em segundo lugar, apesar da queda de 2,2% nas vendas. O Japão surge na terceira posição, seguido por Brasil (alta de 1%), Índia, Alemanha, Grã Bretanha e França. Rússia e Itália completam a lista dos dez principais mercados do planeta.

Entre as marcas, a Volkswagen superou a Toyota em janeiro, graças a um aumento de 3,03% nas vendas, totalizando 526.299 veículos vendidos nos 22 países pesquisados. A Toyota permaneceu na segunda posição, com alta de 6,88%. Outra marca a manter sua colocação foi a Ford, que teve crescimento de 2,84% nas vendas. Chevrolet, Nissan, Honda, Hyundai, Kia, Wuling e Fiat fecham o grupo das maiores montadoras.

Flagra Novo Fiesta Sedan no Brasil

Versão que chega na virada do ano roda em testes ao lado do hatch

Estes são os primeiros flagras do novo Ford Fiesta Sedan no Brasil. A novidade, que chega às lojas do país no fim deste ano, foi fotografada pelos leitores Alexandre Campos de Oliveira Neves e Ricardo Hideki de Morais enquanto rodava no interior de São Paulo. A versão hatch também deu as caras nos testes, preparando-se para suas vendas no país, que começam em 2011. Ambos virão inicialmente do México, e serão nacionalizados mais adiante.

Ao contrário do Fiesta atual, que receberá uma leve reestilização para ficar com a cara do Figo indiano, os carros fotografados são da versão americana, que chega por aqui importada do México na faixa dos R$ 40 mil a R$ 50 mil. A intenção da Ford é transferir futuramente a produção do modelo para a fábrica de Camaçari (BA).

O novo Fiesta promete fazer frente ao Polo Sedan e Honda City (apesar do preço do japonês). Ele chega com o novo motor Sigma 1.6 16V de 110/115 cv de potência e 16,3/15,6 kgfm de torque (gasolina/álcool). O modelo também trará a transmissão automatizada Powershift de dupla embreagem e seis marchas como opcional.

Aos interessados em conferir esse novo Fiesta ao vivo, é esperar pela decisão da Ford de exibi-lo no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro.

Fonte: AutoEsporte

Inmetro ranking de consumo de veículos 2010

Dos 35 modelos avaliados, apenas sete foram nota máxima do Inmetro.
Fiat Uno Mille Economy lidera a lista com a média de 8,8 km/l de álcool.

inmetro-ranking-de-consumo-de-combustivel-foto-imagem

O Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) divulgou o ranking 2010 que indica o consumo de combustível e eficiência energética de veículos, assim como já é feito com geladeiras e fogões.

A Etiqueta Nacional de Conservação de Energia, um selo com o carimbo do Inmetro, mostra informações sobre o desempenho do automóvel em relação ao gasto médio na cidade e na estrada (em km/l ou km/m3, no caso dos motores a gás natural) e classifica o modelo de acordo com seu nível de consumo.

Para a certificação, o Inmetro dividiu os modelos em 8 categorias: subcompacto, compacto, médio, grande, esportivo, fora-de-estrada, comercial leve e comercial derivado de carro de passeio.

A avaliação atribui nota de A a E, do menor para o maior consumo, respectivamente. Ou seja, A é o veículo mais econômico e E o mais ‘gastão’. Ao todo, foram testadas seis marcas, 35 modelos e 67 versões diferentes.

Em nota, o Inmetro informou que  a adesão dos fabricantes e importadores de automóveis ao programa é voluntária e renovável a cada ano. Para participar,a montadora deve informar os valores de consumo energético de, no mínimo, 50% de todos os seus modelos previstos para comercialização. Uma fábrica pode participar um ano com determinados modelos e não renovar a inscrição para o ano seguinte, por exemplo.

Os carros flex com nota máxima no ranking são o Fiat Mille Fire Economy 1.0, com 8,8 km/l de álcool (no ciclo urbano), o Honda Fit 1.4 manual com 7,6 km/l, Volkswagen Gol 1.0 e Polo BlueMotion, ambos com 7,4 km/l, e o Honda Civic 1.8 manual com 7,2 km/l. Já os modelos a gasolina mais bem posicionados são o Kia Picanto com a média de 12,4 km/l de gasolina e o Cerato, com 10,1 km/l.

Apesar de ter o veículo mais econômico do ranking, a Fiat é, entre as marcas avaliadas, a que possui o maior número de veículos entre os piores colocados. Palio (1.0 e 1.4), Idea (1.4 e 1.8), Siena (1.4 e 1.8), Stilo (1.8) e 500 ganharam nota E do Inmetro.

A Kia, que teve destaque com o Picanto e Cerato, recebeu nota mínima com o Carens. A Volkswagen também aparece entre os mais poluentes com o Jetta e o Passat.

De acordo com o Inmetro, estes valores são uma referência obtida com testes feitos em laboratórios, em condições comuns de uso, com ar condicionado e direção hidráulica ou elétrica.

Durante os testes, os carros ficam sobre uma espécie de esteira, na qual são simuladas diferentes condições de tráfego. Desta forma, os computadores registram os gastos de combustível. No entanto, o instituto alerta que o consumo percebido pelo motorista poderá variar para mais ou para menos, dependendo da forma como o motorista conduz o veículo.

Fonte: G1