Arquivo da tag: motor flex

Picape Oroch Duster, modelo terá tração 4×4 e motor flex

foto-imagem-renault-duster-orochEm 2014, a Renault anunciou o desenvolvimento de dois novos modelos. E, de lá para cá, muito se especulou sobre quais seriam esses veículos. Agora já se sabe que os eleitos foram uma picape média e um novo compacto.

A picape foi mostrada em forma de conceito no Salão do Automóvel de São Paulo, batizada de Oroch. O compacto ainda não foi revelado, mas já está rodando no país. O lançamento das novidades só acontece no segundo semestre. No Salão, a picape parecia pronta. Mas, por baixo dos exageros típicos dos show cars, havia um Duster 4×4.

A capacidade de carga do Duster é de 493 kg e, segundo fontes, a da picape deve chegar a 800 kg (isso indica que não haverá opção diesel, porque, pela legislação do Brasil, veículos diesel devem ter capacidade de 1 tonelada). O compacto é um projeto inédito, que usa a plataforma do Datsun Go e motor 1.0 de três cilindros, o mesmo que debuta no Nissan March, este ano.


Novo motor da S10 ganha motor flex

Com 206 cv, picape vira a mais potente da categoriafoto-imagem-s10-flex

A Chevrolet anunciou nesta quarta-feira, 24 de setembro, o lançamento de um novo motor flex para a S10. Desde 1995 ocupando o lugar mais alto do segmento, a picape começa a ser oferecida com uma motorização 2.5 flex, elevando-a ao posto de modelo mais potente de sua categoria.

O novo motor Ecotec rende 206 cv e torque máximo de 27,3 mkgf com etanol no tanque – com gasolina os números caem para 197 cv e 26,3 mkgf. Batizado com o sobrenome Sidi (de Spark Ignition Direct Injection), ele supera os 173 cv da Ranger 2.5 e os 163 cv da Hilux 2.7. O novo conjunto traz bloco de alumínio, comando duplo variável e bielas forjadas, além da transmissão manual de seis marchas. De quebra, a tecnologia de injeção direta de combustível eliminou o tanquinho de partida a frio.

A marca também reduziu as vibrações do motor e baixou o nível de ruído em 13% no interior do veículo, graças ao uso de novos isolantes acústicos entre o motor e a cabine. Já no quesito dirigibilidade a Chevrolet recalibrou a suspensão, colocando buchas mais rígidas nos braços de controle dianteiros. O motor 2.5 será oferecido nas versões LT e LTZ com opções de tração 4×2 e 4×4. Os preços da S10 2.5 flex começam em R$ 86.400 para a versão LT 4×2, chegando a R$ 103.700 na versão LTZ 4×4.

Veja abaixo a lista de preços da S10 2.5 flex:

S10 2.5 flex LT 4×2: R$ 86.400

S10 2.5 flex LT 4×4: R$ 92.400

S10 2.5 flex LTZ 4×2: R$ 97.700

S10 2.5 flex LTZ 4×4: R$ 103.700

Kia revela a nova geração do Picanto

Segundo a marca, novidade é mais ousada, mais madura e mais confiante.
Compacto estreia no Brasil no segundo semestre deste ano com motor flex.

Seis anos após a apresentação do atual do Picanto e depois de muitas especulações e flagras, a Kia revelou finalmente a nova geração do compacto, que fará a sua estreia no Salão do Automóvel de Genebra.

O modelo é completamente novo e será oferecido na maioria dos mercado com cinco portas. Sob o capô está confirmado um novo motor 1.0 e há especulações de que sejam oferecidas ainda versões 1.2 e 1.1 a diesel.

De acordo com a Kia, o novo Picanto é mais “mais ousado, mais maduro e mais confiante” com uma carroceria mais longa, interior mais esportivo e linhas marcantes. Assim como os recentes modelos da marca sul-coreana, a novidade traz a grade dianteira que lembra um “rosnar de um tigre”.

A estreia do novo Picanto no mercado nacional está prevista para o segundo semestre e já virá com motor flex.

Fonte: G1

Fotos Honda Brio NSC que poderá ser feito no Brasil

Brio começa a ser vendido na Tailândia e na Índia em 2011 por US$ 13.200.
Carrinho deve integrar a família brasileira da marca japonesa em 2013.

A Honda revelou nesta terça-feira (30) a versão de produção do Brio, o novo carro compacto mundial da marca que é inspirado no conceito NSC (New Small Car), apresentado no Salão de Nova Déli, na Índia, em janeiro deste ano.

A estreia do modelo na Índia e na Tailândia ocorre em 2011 e há especulações de que o carrinho será fabricado no Brasil a partir de 2013 para integrar a família nacional da marca japonesa no país ao lado do monovolume Fit e os sedãs Civic e City.

A fabricante diz que pretende desenvolver versão específicas de acordo com o mercado ao qual o compacto se destinar, destacando que a versão tailandesa será mais eficiente do que o modelo indiano. Esse, por sua vez, irá equilibrar melhor desempenho e preço, segundo a Honda. Por isso, é possível que a versão brasileira adote, por exemplo, um motor flex.

As informações sobre motorização ainda não foram divulgadas, mas especula-se que o Brio asiático será equipado com o propulsor 1.2 de quatro cilindros da fabricante. Os únicos dados revelados são as dimensões do modelo: 3,61 m de comprimento, 1,68 m de largura e 1,47 m de altura.

A versão tailandesa custará 400.000 bahts, o equivalente a US$ 13.200 e R$ 22.763 (sem impostos e taxas de importação). Antes de chegar às lojas, a novidade poderá ser conferida no 27 ª Salão do Automóvel da Tailândia que acontece de 1º a 12 de dezembro.

Fonte: G1

Veja como calcular o combustível para um carro com motor flex ter mais autonomia

Professor usa como exemplo para explicar geometria analítica. Veja vídeo

Confira como fazer o raciocínio matemático.

Numa aula em vídeo, o professor de matemática Glenn Van Amson, do curso Anglo, em São Paulo, explica como fazer um cálculo de geometria analítica.
Ele cita como exemplo um carro com motor flex com tanque inicialmente vazio, cuja capacidade máxima é de 40 litros.

“Supondo que um litro de gasolina custa R$ 2,80 e o litro de álcool, R$ 1,60. Com um litro de gasolina, é possível andar 12 km e, com um litro de álcool, 9 km. Nesse exemplo, a pessoa tem R$ 100 para gastar nesses dois combustíveis”, diz.
Amson explica como fazer calcular quantos litros de cada combustível é necessário comprar para obter a maior autonomia possível.

Fonte G1