Arquivo da tag: Evoque

Boletins emitidos pela Land Rover só amenizam os problemas

Uma falha recorrente no câmbio do Evoque e do Discovery Sport tem tirado o sono dos proprietários de modelos da Land Rover. E não é pouca gente: uma busca rápida no site Reclame Aqui revelou 16 donos de Evoque e 14 de Discovery Sport, que reclamam de marchas que travam e perda de potência.

Entre eles, está o médico George Rocha Ferreira, de Recife (PE), que durante uma viagem viu o painel mostrar uma mensagem de avaria seguida pela falta de potência.

“Logo após o aviso, o carro perdeu velocidade e retomou, mas dessa vez o câmbio parecia travado em terceira ou quarta marcha”, diz o proprietário de um Discovery Sport HSE 2015. Na concessionária, soube que aquele já era o terceiro caso que ela recebia e que deveria trocar o câmbio. “Fiquei mais de 20 dias aguardando a nova caixa.”

Ficar com o veículo parado quando a caixa deixa de funcionar é normal, como relata o procurador Jorge Salomão dos Santos, de Salvador (BA).

“Um dia surgiu o alerta de avaria e o câmbio parou de responder, como se estivesse no Neutro, e o carro parou no meio da pista”, conta Jorge, que levou seu Evoque 2015 à concessionária cinco vezes, sem resolver o defeito.

Tivemos acesso aos boletins LTB 00986/2016 e LTB 0101610/2017 e à ação de serviço Q655, que alertam para falhas de funcionamento no câmbio usado no Evoque modelos 2015 e 2016 e Discovery Sport 2016.

César Sanches, proprietário da Automatik, oficina paulistana especialista em transmissões automáticas, explica que realmente existem falhas na parte elétrica desses câmbios, especialmente em chicote e conectores.

“A montadora deveria fazer uma atualização do software para que, caso a falha apareça, o sistema seja protegido. Dessa forma, a transmissão ficaria em uma marcha intermediária e não em Neutro, como vem ocorrendo em muitos casos. Assim, o proprietário poderia utilizar o veículo mesmo com alguma limitação.”

Consultada sobre o caso, a Land Rover do Brasil disse que a ação de serviço Q655 é a resposta da montadora ao boletim técnico LTB00986 e que o boletim LTB 01016 é uma simples atualização de software.

O povo reclama

“Em uma viagem, o carro apresentou a mensagem de avaria no câmbio e perdeu potência. A autorizada disse que era o terceiro caso que atendia.” George Ferreira, Recife (PE), dono de um Discovery Sport HSE 2015.

“Meu carro deixou de responder às acelerações em uma avenida movimentada, como se estivesse no Neutro. Eu tentava selecionar o D, mas o câmbio não respondia, embora o motor estivesse funcionando.” Jorge Salomão dos Santos, de Salvador (BA), proprietário de um Range Rover Evoque 2015

O lançamento da Land Rover é mais refinado que o Evoque e mais esportivo que o Range Rover Sport. Estreia no país está prevista para dezembro

foto-imagem-ranger-rover

Conheça o irmão maior do Evoque: o novo Land Rover Range Rover Velar. O quarto membro da família Range Rover foi revelado por completo ontem (1), em evento para a imprensa especializada em Londres. Mas o público, assim como a equipe de Autoesporte, só vai poder vê-lo de pertinho na próxima semana, durante o Salão de Genebra, na Suíça.

A boa notícia é que o SUV mais refinado e tecnológico que o Evoque (mas menor e com promessa de ser mais esportivo que o Range Rover Sport) já tem previsão de chegada ao Brasil. De acordo com a assessoria de imprensa da marca, a estreia ocorrerá no fim do ano; o mais provável é que seja em dezembro. As vendas na Inglaterra começarão em agosto.

foto-imagem-ranger-rover

Um típico irmão do meio. Mas, como um membro dessa família, o Velar também vai levar a sério essa história de apelo offroad. Segundo Gerry McGovern, diretor de design da marca, o modelo é um novo tipo de Range Rover, para um novo tipo de consumidor”. Em outras palavras, ele quer roubar os clientes do novo Porsche Macan, SUV de entrada da marca que provou ser um sucesso de vendas no mundo todo. Para isso, ele pegou emprestado do primo Jaguar F-Pace uma série de tecnologias, incluindo a arquitetura de alumínio.

foto-imagem-ranger-rover

Com um estilo mais esportivo que o Range Rover Sport e menos “chamativo” que o Evoque, o Velar traz faróis de laser Matrix em led, que podem iluminar até 550 metros. Ele também conta com maçanetas embutidas e a segunda geração do sistema Terrain Response, além da suspensão adaptativa a ar.

Dentro da cabine, o ambiente é elegante e cheio de tecnologia. Mas sem tanta ostentação. Há couro e materiais nobres por todas as partes, mas um dos destaques é o novo sistema de conectividade e entretenimento Touch Pro Duo. Nele, há duas telas de 10 polegadas coloridas e sensíveis ao toque que são complementares. Achou pouco? Atrás do volante, também há um display digital colorido cheio de funções e com 12,3 polegadas.

foto-imagem-ranger-rover

foto-imagem-ranger-rover

Debaixo do capô, o novo Velar será oferecido na Europa com seis opções de motorização. As versões mais baratas poderão vir equipadas com o motor 2.0 turbodiesel da família Ingenium de 180 cv ou com um 2.0 a gasolina de 250 cv. Haverá também duas opções de V6: um movido a diesel e capaz de despejar 300 cv e um supercharged a gasolina de 380 cv. Equipado com esse último trem de força, o Vela será capaz de acelerar de zero a 100 km/h em 5,3 segundos, segundo a Land Rover. Ah, vale dizer que a tração é sempre integral (claro) e o câmbio automático de oito marchas.

foto-imagem-ranger-rover foto-imagem-ranger-rover

Land Rover pode lançar mais um Range Rover

Modelo deve ser mais barato que o Evoque, segundo publicação inglesa

A Land Rover está perto de decidir se irá adicionar um quarto modelo para a linha Range Rover, segundo a publicação inglesa Autocar. A linha de luxo já é composta pelos modelos Vogue, Sport e Evoque.

Agora a marca pretende lançar uma espécie de “Grand Evoque”, que deve ficar entre as duas últimas linhas e custará mais barato que o Evoque, modelo que chega ao Brasil em outubro por cerca de R$ 200 mil.

Segundo a revista, o novo SUV poderia assumir um posicionamento de mercado semelhante ao do BMW X6. Ele utilizará uma versão alongada da mesma plataforma LR-MS do Evoque. A possibilidade é que o carro seja equipado com motores 2.2 SD4 turbodiesel e 2.0 a gasolina. Ainda segundo a reportagem, a motivação da montadora em investir em mais um carro se deve à crescente procura por esse tipo de veículo no mercado chinês e norte-americano.

Fonte: Autoesporte