Arquivo da tag: China

VW chega ao topo em janeiro

foto-imagem-volkswagen-polo-blue-gt-prataA China manteve a liderança global de vendas da indústria automotiva em janeiro de 2014. Segundo dados da consultoria JATO Dynamics, o país teve um expressivo crescimento de 7,6% no mês se comparado ao mesmo período de 2013, acumulando mais de 2 milhões de unidades comercializadas no primeiro mês deste ano. Como é de praxe nos rankings da JATO, os números da China englobam apenas os números de automóveis de passeio, enquanto os demais países somam vendas de carros e comerciais leves.

Os Estados Unidos continuam em segundo lugar, apesar da queda de 2,2% nas vendas. O Japão surge na terceira posição, seguido por Brasil (alta de 1%), Índia, Alemanha, Grã Bretanha e França. Rússia e Itália completam a lista dos dez principais mercados do planeta.

Entre as marcas, a Volkswagen superou a Toyota em janeiro, graças a um aumento de 3,03% nas vendas, totalizando 526.299 veículos vendidos nos 22 países pesquisados. A Toyota permaneceu na segunda posição, com alta de 6,88%. Outra marca a manter sua colocação foi a Ford, que teve crescimento de 2,84% nas vendas. Chevrolet, Nissan, Honda, Hyundai, Kia, Wuling e Fiat fecham o grupo das maiores montadoras.

Vídeo da destruição de uma Lamborghini Gallardo – Chinês insatisfeito com o carro convocou a imprensa para filmar a destruição do automóvel

ASSISTA AO VÍDEO DA DESTRUIÇÃO

Sabe aquele Lamborghini Gallardo, um superesportivo dos sonhos com motor V10 de 560 cv de potência, oferecido por até R$ 1,6 milhão no Brasil? Acredite se quiser, há quem destrua um carro desses. O fato aconteceu na China, mais precisamente na região de Qingdao. Insatisfeito com seu carro, um consumidor chinês resolveu destruí-lo.

Os problemas começaram em novembro, quando o Gallardo sequer dava partida. O dono levou o carro à concessionária da marca e não teve o problema resolvido, além de recebê-lo com avarias. Após inúmeras tentativas de conserto e até mesmo um contato com Stephan Winkelmann, CEO da montadora italiana, o problema não se resolveu e o proprietário tomou uma decisão drástica.

Revoltado, ele convocou a imprensa e diversas pessoas no Dia do Consumidor chinês, nesta terça-feira (15) e destruiu o carro com marretadas e chutes. O superesportivo ficou completamente destruído e rasgou o coração de muitos fanáticos pelo mundo. Será que valeu a pena tomar uma atitude como essa?

Fotos Chevrolet Sail – Substituto do Classic na China

Segunda geração do Sail traz a nova identidade visual da Chevrolet.
Modelo terá motores 1.2 e 1.4 litro por o equivalente a R$ 15 mil.

A GM apresentou na China a segunda geração do Sail, substituto do atual modelo vendido no mercado chinês que, na verdade, trata-se de uma reestilização do Chevrolet Classic brasileiro.

O modelo traz a nova identidade visual da marca, como a enorme grade frontal dividida e a gravatinha dourada mais vistosa, assim como no Agile.

Na China, o novo Sail terá motores 1.2 e 1.4 litro e, por o equivalente a R$ 15 mil, trará de fábrica freios ABS com EBD, airbag duplo frontal e teto solar.

A frente é semelhante ao Aveo e a traseira lembra o Corsa Sedan atualmente vendido no Brasil.

O novo sedã foi apresentado como um projeto global, o que significa que poderá chegar a outros mercados da GM, mas o Brasil não foi cogitado.

Fonte: G1

Fotos Chevrolet Agile,Spark e Cruze no Salão de Detroit

Modelo é equipado com rodas de 16 polegadas.
GM quer aumentar produção do carro em fábrica na Argentina.

O hatchback Agile, modelo desenvolvido no Brasil pelo Centro Tecnológico da General Motors do Brasil, foi apresentado pela Chevrolet no Salão Internacional do Automóvel de Detroit, inaugurado oficialmente nesta segunda-feira (11) e que será aberto ao público a partir do próximo sábado (16).

Tim Lee, presidente das Operações Internacionais da General Motors Company, participou da exposição dos modelos, e destacou que a Chevrolet tem registrado um crescimento expressivo nas vendas de veículos no mundo. Em 2009, as vendas totais da Chevrolet totalizaram 1,34 milhão de unidades, das quais o Brasil e a China responderam por participação de 27%.

O Agile exibido é um veículo na cor amarelo Carman, equipado com rodas de 16 polegadas, na versão LTZ, tendo sido 100% desenvolvido pelo Centro Tecnológico da General Motors do Brasil.

A GM programa aumentar a produção do Agile na fábrica de Rosario, na Argentina, para atender a demanda do mercado. O objetivo é ampliar o mais rápido possível a produção de 6 mil para 8 mil unidades mensais neste ano.

Fonte: G1

Ford acerta venda da Volvo para grupo chinês Geely

Marca sueca foi comprada pela Ford em 1999 por US$ 6,4 bilhões.
Em outubro, montadora disse que chineses ofereceram US$ 2 bilhões.

A montadora americana Ford Motors anunciou nesta quarta-feira (23) ter concluído um acordo para a venda da filial sueca Volvo para a empresa chinesa Geely Holding.

“A Ford Motor Company confirma hoje (quarta-feira) que todas as condições comerciais de fundo vinculadas à possível venda da Volvo Cars foram acertas entre a Ford e o Zhejiang Geely Holding Group“, afirma a empresa americana em um comunicado.

“Embora ainda falte trabalho por fazer antes da assinatura (…) Ford e Geely acreditam que um acordo final de venda será assinado durante o primeiro trimestre de 2010 e a venda será concluída durante o segundo trimestre de 2010”, completa o texto.

A Ford Motors Co., segunda maior montadora dos Estados Unidos, anunciou em dezembro de 2008 a intenção de vender a marca de luxo sueca, que havia adquirido na totalidade em 1999 por US$ 6,4 bilhões.

Em outubro, informou que considerava que o grupo privado chinês Geely havia feito a melhor oferta pela Volvo Cars, que seria de US$ 2 bilhões.

A Volvo Cars foi fundada na cidade de Gotemburgo, norte do país, em 1927 e tem atualmente 22.000 funcionários no mundo, 16.000 deles na Suécia.

A China se tornou no início de 2009 o maior mercado de automóveis do planeta, após a queda nas vendas nos Estados Unidos em consequência da crise econômica.

Fonte: G1

Executivo da Microsoft ocupará diretoria financeira da GM

Chris Liddell assume o cargo em janeiro de 2010.
Novo diretor reportará diretamente ao presidente da GM.

A General Motors (GM) anunciou nesta segunda-feira (21) que Chris Liddell, um dos principais executivos da Microsoft, irá ocupar o cargo de diretor financeiro da montadora a partir de janeiro.

Liddell substituirá Ray Young, que foi transferido para a unidade da GM na China. O novo diretor irá se reportar diretamente ao presidente da GM, Ed Whitacre.

O canadense Ray Young foi presidente da General Motors do Brasil e Mercosul, na gestão anterior a do atual presidente, Jaime Ardila, de 2004 a 2007. Young foi o responsável por tornar a GM do Brasil lucrativa.

Fonte: G1