Arquivo da tag: Bridgestone

Novo projeto da bridgestone cria segunda geração de pneus sem ar

foto-imagem-bridgestoneA Bridgestone apresentou, na semana passada, durante o Paris Motor Show, sua segunda geração de pneus sem ar: a linha Air Free. Os pneus ainda são protótipos, contudo, prometem revolucionar o futuro automobilístico.

De acordo com a CNET, o pneu substitui a câmara de ar convencional com uma série de bandas de resina que absorvem o choque com o chão. Coloridas, as bandas se assemelham a grossos raios angulados. Já a parte exterior do Air Free é revestida com uma banda de rodagem que não move, feita com uma borracha sólida.

foto-imagem-bridgestone

De acordo com Olivier Monbet, líder do departamento técnico da Bridgestone na França e Benelux, a ideia não é só evitar pneus furados, mas também torná-los mais sustentáveis em relação aos atuais. “Cada parte deste pneu é reciclável”, afirmou à CNET.

A Bridgestone, fabricante de pneus, processa IBM – Software da Big Blue não teve desempenho esperado

ibm-logo

A fabricante de pneus Bridgestone está pedindo US$ 75 milhões de indenização à IBM. A companhia alega que o software da ‘Big Blue’ não teve o desempenho esperado e “deixou a operação da empresa um caos”.

O sistema da IBM, que controla os pedidos dos clientes da fabricante japonesa, foi chamado de ‘defeituoso‘ por perder e apagar dados. A Bridgestone também reclamou sobre a duplicação de solicitações.

Em entrevista ao Business Insider, a IBM declarou que os problemas aconteceram devido à má gestão do projeto. A companhia ainda disse que a cliente “não tinha liderança na área de TI”, pois substituiu o diretor do departamento seis vezes durante a implantação do software.

O projeto custou mais de US$ 75 milhões e começou em janeiro de 2012.

Momento certo de trocar os pneus

 

SÃO PAULO – Na hora de trocar os pneus do carro, sempre surgem algumas dúvidas, entre elas, se é preciso trocar somente os dianteiros, os traseiros ou todos, por exemplo.

Segundo o gerente-geral de engenharia de vendas da Bridgestone, José Carlos Quadrelli, a vida útil do pneu depende de vários fatores. “Pode variar de acordo com o tipo de pneu (radial ou diagonal), com o volume de carga transportada, a maneira como o motorista conduz o veículo (freada, arranque, curvas etc.), o tipo de estrada onde o veículo trafega, o clima, a manutenção correta e muitos outros aspectos”, explica.

A melhor forma de avaliar as condições dos pneus é analisar o TWI (Tread Wear Indicator). “São ressaltos de borrachas que ficam nos sulcos dos pneus e possuem 1,6 mm de profundidade. Quando chegam ao seu limite, sinalizam que o pneu deve ser trocado, pois passou a ser considerado careca, interferindo na segurança e se tornando possível de autuação pelas autoridades de trânsito”, afirma Quadrelli.

Manuteção e troca
A análise dos TWI também podem ajudar o motorista a identificar se o pneu está com desgaste irregular, o que pode indicar a necessidade de se realizar procedimentos básicos de manutenção, como calibragem, alinhamento e balanceamento.

Quanto à troca dos pneus, o recomendado é substituir os quatro ao mesmo tempo, caso tenham sido utilizados de forma uniforme. No entanto, se não for possível trocar todos, os novos devem ser colocados no eixo traseiro, que é responsável pelas estabilidade do veículo.

Quanto à especificação dos pneus, o importante é seguir a recomendação do fabricante do veículo, descrito no manual do proprietário. O modelo especificado no manual é definido por uma avaliação rigorosa que envolve o peso do veículo, distância dos componentes, altura, potência do motor e outros aspectos importantes.

“Quando o pneu original é substituído por outro com especificações diferentes, pode comprometer o desempenho e a segurança do veículo. O mesmo é válido para o uso de diferentes marcas de pneus em um mesmo veículo. Não se deve misturar. Cada marca tem características diferentes, como as ranhuras na banda de rodagem, que têm grande influência na dirigibilidade, especialmente em dias de chuvas. As ranhuras são responsáveis pelo escoamento da água no contato com a pista”, explicou Quadrelli.

Fonte: Info Money

Pneu sem ar – Fabricante de pneus Bridgestone cria tecnologia baseada no uso de resina termoplástica no lugar do ar – Material 100% reciclável

“Ecologicamente corretos”, pneus também garantem maior segurança

A fabricante de pneus Bridgestone apresentou em Tóquio, no Japão, seu mais recente projeto: pneus que não necessitam de ar em seu interior. Feitos com material 100% reciclável, os pneus utilizam uma mistura de resina termoplástica para funcionar. Esse material fica disposto em raios com curvaturas bem definidas, e, assim, os pneus tornam-se aptos a suportar a pressão elevada exercida pelo carro e por irregularidades da via.

Além de ser “ecologicamente correta’’, a novidade oferece mais segurança à condução, uma vez que impede qualquer tipo de furos, diminuindo o risco de acidentes (e eliminando o uso de estepes).

A conceito já havia sido apresentado pela Michelin, em 2007. Em nota, a Bridgestone informou que os pneus revelados anteriormente não podiam ser fabricados em massa e que intenção da empresa é colocar os novos pneus no mercado. Não há informações sobre quando a tecnologia estará disponível para os consumidores.