Arquivo da tag: autoescolas

Exames de prática de direção no turno da noite – Detran do Ceará realiza exames noturnos em Fortaleza

O Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE), pela primeira vez, realiza exames de prática de direção no turno da noite. Os testes começaram a ser feitos na segunda-feira (10), com o objetivo de atender à demanda extra de candidatos.

A equipe de examinadores atende das 17h30min às 21h30min os candidatos previamente agendados pelos Centros de Formação de Condutores (CFCs) ou autoescolas. Segundo o Detran (CE), atualmente, existem mais de 600 candidatos aguardando para realizarem prova de direção.

A iluminação da área onde os exames são realizados, na sede do órgão no Bairro Maraponga, foi reforçada. O espaço contém toda a sinalização utilizada em vias públicas: semáforos, passagem de nível, retorno, faixa de pedestre, estacionamento entre balizas.

Nova legislação nas autoescolas – Instalação de câmeras nos carros que fazem exames práticos de direção

Desde o dia 5 de novembro, as autoescolas devem cumprir a nova legislação que exige a instalação de câmeras nos carros que fazem exames práticos de direção.

Quem não se adequar à regra, parte da portaria nº 4.275, estará impedido de matricular novos alunos e de realizar agendamentos para exames, além de estar sujeito a penalidades administrativas.

O objetivo é evitar fraudes na hora da realização dos exames práticos para tirar a carteira de motorista.De acordo com as novas regras, a primeira câmera deve estar fixada no centro do painel do veículo, com exigência que tenha visão frontal do aluno e do examinador.

A segunda câmera fica fixada no painel no canto direito do veículo, com exigência de focar mais o aluno. Já a 3ª câmera deve estar fixada no teto do veículo, Logo atrás do banco do motorista, com exigência de visualização de marcha e examinador.

De acordo com informações do Detran, o sistema de monitoramento de áudio e vídeo do exame prático permite observar em tempo real alguns exames e todas as imagens gravadas permanecerão arquivadas por cinco anos para possíveis análises.

Auto-Escola: Aulas noturnas irão representar 20% das horas/aula já existentes

Lei passa a vigorar a partir da próxima segunda-feira (17).
Mesmo sem acréscimo de aulas, há risco de aumento de preço da CNH.

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou nesta quarta-feira (12) a Resolução 347/2010 que determina que 20% das aulas práticas nas autoescolas sejam realizadas no período noturno. A nova norma regulamenta a Lei nº 12.217/2010, que tornou obrigatória a realização de parte da aprendizagem de direção veicular à noite.

A lei passa a vigorar a partir da próxima segunda-feira (17), 60 dias após a publicação no Diário Oficial da União, e determina que as aulas noturnas sejam incorporadas nas horas/aula já existentes. Ou seja, das 20 horas/aula exigidas para a obtenção da Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC) ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH), quatro serão realizadas à noite. Nos casos de adição ou mudança de categoria, serão três horas/aula das 15 exigidas.

A mudança foi proposta pelo deputado federal Celso Russomanno (PP-SP). O parlamentar defende que a experiência pode reduzir o número de acidentes. Segundo ele, especialistas são unânimes em afirmar que os condutores são responsáveis pela maioria dos acidentes. “O ato de conduzir o veículo à noite exige precauções adicionais, atenção redobrada”, diz Russomanno. “É preciso que o candidato, no processo de treinamento, se submeta a essa circunstância, para não vir a fazê-lo apenas quando lhe tiver sido concedida a permissão para dirigir.”

“Se houver custo operacional, seja com a extensão do horário ou com a contratação de novos instrutores, o repasse para o aluno será inevitável”
Presidente do Sindicato das Auto Motos Escolas e CFCs do Estado de São Paulo

Segundo a Resolução, a comprovação da realização de parte da prática de direção veicular à noite será realizada pelos órgãos e entidades executivos de trânsito dos estados. De acordo com o Denatran, cabe também aos órgãos estaduais estipular se haverá ou não horário específico para a realização das aulas à noite ou se o estado seguirá o definido pela norma que determina o período noturno como aquele entre o pôr do sol e nascer do sol.

De acordo com o presidente do Sindicato das Auto Motos Escolas e CFCs do Estado de São Paulo (Samesp), José Guedes Pereira, apesar das aulas noturnas estarem incluídas na atual carga horária ainda há possibilidade de aumento no valor da CNH caso as autoescolas tenham que estender o horário de funcionamento.

“Se houver custo operacional, seja com a extensão do horário ou com a contratação de novos instrutores, o repasse para o aluno será inevitável”, afirma Guedes. “O Detran terá que definir ainda alguns pontos, entre eles se irá exigir horário para as aulas noturnas em São Paulo, como, por exemplo, das 20h às 22h, e então as autoescolas e centros de formações de condutores terão que refazer suas planilhas.”

Guedes aponta ainda outros pontos que terão que ser definidos, como a realização das aulas à noite no período de horário de verão, que vigora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. “Será necessário que os órgãos adaptem a lei de acordo com a realidade de cada estado”, afirma.

“Será necessário que os órgãos adaptem a lei de acordo com a realidade de cada estado”
José Guedes Pereira

Em que fase as aulas noturnas devem ser aplicadas é outra discussão. “Nós sugerimos em Brasília que as aulas à noite fossem realizadas nas últimas aulas práticas, quando o aluno já tem pleno domínio do veículo, o que além de garantir a segurança, atende melhor ao propósito da nova lei.”

Apesar de todas as mudanças e indefinições, os sindicatos e autoescolas apoiam as aulas noturnas. “Todo tipo de aprendizado é válido”, afirma o proprietário da autoescola Lisboa, Décio Yokoyama. “Já tive contato com autoescolas da Alemanha e lá, além de aulas noturnas, tem aulas em estrada de terra e rodovia porque dirigir na rodovia é diferente de dirigir na cidade.”

Para o presidente do Samesp, as condições à noite são muito diferentes. “É uma oportunidade para o aluno aprender na prática quando usar o farol baixo, o alto, além de ter mais noção de reflexos”, diz.

Fonte G1