Arquivo da tag: 2011

Toyota Corolla líder entre os sedãs no Brasil – Carro mais vendido de 2011

 Nem mesmo os desastres naturais da Ásia conseguiram desbancar o Toyota Corolla como o carro mais vendido do ano. Segundo a revista Forbes, o sedã da marca japonesa emplacou 1,02 milhão de unidades em todo o mundo, o que lhe garantiu o título de “carro mais vendido de 2011“.

Produzido em 15 países, entre eles o Brasil, e vendido em 140 mercados ao redor do globo, o Toyota Corolla já é não surpreende pelas vendas “gordas”. Já o segundo colocado chama a atenção. O Hyundai Elantra, também vendido por aqui, somou 1,01 milhão de unidades e ficou logo atrás do modelo japonês.

Apesar da liderança em vendas, vale destacar que o desempenho do Toyota Corolla em outros anos já foi mais impressionante. Em 2005, por exemplo, o modelo somou 1,36 milhão de unidades vendidas. No ano em que a Toyota perdeu a liderança mundial em vendas, o Corolla pelo menos dá um gostinho de que 2012 pode ser melhor do que o ano que passou…

Fonte: Uol

Carros importados mais vendido em novembro – Kia Soul lidera a primeira colocação

Lista reúne marcas que não possuem fábrica no Brasil.
Kia Soul lidera seguido pelo Chery QQ, aponta associação.

As vendas de carros importados por empresas oficiais subiram 13,8% em novembro, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva). Segundo a entidade, a alta é justificada pelo fraco mês de outubro, afetado pelo reajuste do Imposto para Produtos Industrializados (IPI) — apesar de adiado para dezembro, o novo IPI chegou a vigorar por um mês, entre setembro e outubro.

Além disso, a entidade aponta para a queda de participação de mercado de de 5,03% em outubro, para 4,95% em novembro. Fazem parte da Abeiva as marcas Aston Martin, Audi, Bentley, BMW, Changan, Chery, Chrysler, Dodge, Effa Changhe, Effa Hafei, Ferrari, Hafei Motor, Haima, JAC Motors, Jaguar, Jeep, Jinbei Automobile, Kia, Lamborghini, Land Rover, Lifan, Maserati, Mini, Porsche, Ssangyong, Suzuki e Volvo.

Em novembro, o Kia Soul manteve a liderança já obtida em outros meses do ano. A novidade para o mês foi o Kia Sorento em segundo lugar. O Chery QQ, que aparecia em segundo lugar em outubro, agora ficou na quarta colocação. O JAC J3 permanece na 3ª posição. Veja abaixo o top 10 do mês entre as marcas integrantes da Abeiva, que são as que não possuem fábrica no Brasil.

 

 

Lista de carros mais vendido em agosto de 2011 no Brasil

VW Gol foi o carro mais emplacado no mês.

Recall nos carros da Honda – No Brasil empresa anuncia recall de mais de 100 mil unidades do New Civic Flex – Veja os números do chassis

Modelos envolvidos foram fabricados entre os anos de 2008 e 2011.
Polia da bomba d’água do motor pode se soltar.

A Honda do Brasil anunciou nesta quinta-feira (28) o recall de 101.693 unidades do modelo New Civic Flex fabricadas entre os anos de 2008 e 2011. De acordo com a montadora, esses veículos podem apresentar o desprendimento da polia da bomba d’água do motor, “o que poderá acarretar no aumento do esforço de esterçamento do volante, além de outros sintomas como, por exemplo, o superaquecimento do motor. Em casos extremos, também poderá ocorrer o desligamento do motor em movimento, dificultando o controle do veículo com risco de colisão”.

Os veículos deverão ser levados a partir do dia 3 de agosto a uma das concessionárias da Honda em todo o Brasil para a substituição dos parafusos deste componente. A marca do sedã recomenda que os proprietários das unidades envolvidas no recall façam um agendamento prévio do serviço por meio do site www.honda.com.br/recall. Em caso de dúvidas, a Honda pede que os interessados entrem em contato pelo telefone 0800-775-5346 de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Na segunda-feira (25), a montadora japonesa anunciou um recall mundial de aproximadamente 200 mil veículos. Na ocasião, a Honda do Brasil divulgou uma nota curta explicando que estava “analisando a situação das unidades do modelo New Civic produzidas em território nacional. A empresa informará tão logo tenha uma posição”. No Japão foram chamadas 50.122 carros dos modelos Stream, Civic e Crossroad. Já na Europa, o número de unidades envolvidas no recall é de cerca de 6.800.

Apesar de passar das 100 mil carros, este recall do Honda New Civic não é o maior do ano. Em janeiro, a Ford convocou 300.860 unidades dos EcoSport e Fiesta fabricados entre os anos de 2007 e 2009 para arrumar um problema na fechadura da porta traseira. Em fevereiro, a Toyota chamou 145.466 unidades do Corolla produzidos entre 2008 e 2010 para reparar o sistema de partida a frio do carro.

Confira os chassis das unidades envolvidas:

Ano/modelo 2008: De 8Z240866 a 8Z606861
Ano/modelo 2009: De 9Z100005 a 9Z501862
Ano/modelo 2010: De AZ100001 a AZ600480
Ano/modelo 2011: De BZ100003 a BZ106840

Prestações de carros mais cara em 2011 – Com elevação do IOF, prestação de veículos pode subir 5%

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou na quinta-feira (7) o aumento do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) para operações de crédito à pessoa física. A alíquota passou de 1,5% ao ano para 3% ao ano. Com a medida, o crédito ao consumidor pode ficar mais caro e a parcela de um financiamento de veículo pode ficar quase 5% maior.

De acordo com o ministro, a elevação do imposto tem o objetivo de conter o consumo e fazer com que as pressões inflacionárias sejam menores. Para os analistas da consultoria LCA, essas devem ser, de fato, as primeiras consequências da medida.

A consultoria analisou o impacto que a elevação do imposto terá nos financiamentos de veículos – um dos fortes filões de crédito ao consumidor das instituições financeiras. Segundo a consultoria, um veículo de R$ 30 mil financiado por 40 meses a juros de 27,3% ao ano custaria, por mês, ao consumidor R$ 926, com IOF de 1,5% ao ano.

Considerando as mesmas condições de prazo e juros, que foram as médias do mercado para fevereiro, de acordo com a Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade), a prestação ficaria em R$ 970 ao mês, com IOF a 3% ao ano.

Diferenças de impacto

Pelas análises da consultoria, o impacto da nova medida do Governo para conter o consumo e barrar a inflação, no caso dos financiamentos de veículos, deve ser menor que o impacto que as medidas macroprudenciais anunciadas em dezembro pelo Banco Central gerou.

Isso porque, considerando as condições de mercado em novembro do ano passado, com prazo médio de financiamento a 44 meses, juros a 22,8% ao ano e IOF a 1,5% ao ano, as prestações de um veículo de R$ 30 mil estavam em R$ 826.

Após as medidas, o mercado se ajustou: em fevereiro, os juros subiram para 27,3% ao ano e o prazo médio de financiamento caiu para 40 meses. Com o IOF a 1,5% ao ano, o valor da prestação ficou em R$ 926. A diferença no valor das prestações foi de 12%.

Efeitos não desprezíveis

Apesar da comparação, uma elevação de quase 5% no valor da prestação de veículos não pode ser desconsiderada. Na avaliação dos analistas da consultoria, os primeiros impactos da medida de fato se darão no consumo das famílias.

“Com efeito, o impacto sobre a demanda agregada dessa nova medida não é desprezível e ainda pode gerar um incremento relevante da arrecadação de tributos neste ano, elevando a chance de obtenção de um superávit primário superior à meta estabelecida pela LDO [Lei de Diretrizes Orçamentárias]”, consideraram os analistas da consultoria.

Fotos Novo Siena 2011

Nova projeção mostra sedã que chega ao mercado em novembro

Protótipos da nova geração do Fiat Siena rodam nas cercanias da fábrica de Betim (MG). Por enquanto, o modelo usa a carroceria do modelo atual encobrindo a nova plataforma, como denunciam as bitolas mais largas e o painel do novo Uno – a futura linha Palio vai usar uma derivação da base do Uno. Conhecido internamente como projeto 326 3V (três volumes), o novo Siena deverá ser lançado em novembro com opções de motores 1.4 Fire Evo, 1.4 Tetrafuel e 1.6 16V E.torQ. De acordo com o nosso colaborador mineiro Marlos Ney Vidal, o E.torQ também terá opção Tetrafuel a partir de julho de 2012.

De posse de mais algumas informações de quem já viu o carro, refinamos a projeção publicada na edição de junho de 2010 (que revelou também o Palio). Agora você confere como será a lateral definitiva, com um vinco que atravessa a carroceria na altura das maçanetas, dos para-lamas até as lanternas. Como havíamos comentado anteriormente, o Siena terá personalidade própria: dianteira e portas traseiras serão diferentes das do Palio. A frente continua sendo o maior mistério. Segundo Vidal, um informante garante que as linhas lembrarão as do novo Idea (nos faróis e grade) e do Bravo (parte inferior do para-choque).

A traseira continuará a remeter aos modelos da Alfa Romeo, com tampa elevada e lanternas estreitas que invadem as laterais. A diferença é que as lanternas terão formato irregular, sendo mais finas na parte que fica na tampa. Nas laterais, a novidade fica por conta da janelinha na coluna C, que o sedã nuca teve. Além de contribuir para diferenciar o Siena do Palio, o recurso visa melhorias na visibilidade.

Fonte: Revista AutoEsporte

 

 

IPVA mais barato em 2011 – Carros usados pagarão menos Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores

Situação ocorre devido à queda do valor de mercado dos veículos; retração foi de 12% neste ano

Números a ser divulgados pela Secretaria da Fazenda do Estado devem apontar que os donos de carros e motos usados devem pagar menos IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) em 2011. A tabela final da Fazenda está sendo elaborada com base na pesquisa de preços da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e deverá ser concluída nesta quinzena.

No caso dos carros, os valores devem cair em torno de 7%. A queda do valor do IPVA das motos será de 9%. A situação ocorre devido à redução média do preço dos usados no mercado, de 12,2%, impactando diretamente na queda do valor do imposto.

Além das motos e carros, donos de ônibus, caminhões e utilitários também vão pagar menos imposto em 2011. A redução média global – calculada a partir da média de tipos de veículos – deve oscilar entre 5% e 10%. A redução é menor do que a ocorrida de 2009 para 2010, quando os valores diminuíram 12,2% para carros de passeio e motos.

As formas de pagamento continuam as mesmas. A data ainda não foi definida, porém, quem optar por pagar o imposto em janeiro, à vista, terá desconto de 3%. Outra forma é deixar para pagar o valor total à vista, só que em fevereiro, sem desconto. Se preferir, pode-se dividir em três parcelas, que vencem em janeiro, fevereiro e março.

Descontão

O governo do Estado informou ontem que 314 mil consumidores utilizaram os créditos da Nota Fiscal Paulista para abater o valor devido do IPVA. Foram destinados R$ 57 mi indicados para 268 mil veículos – a diferença ocorre pois um consumidor pode indicar um carro que não é seu para ter o benefício.

O resgate dos valores foi concluído no domingo.

Flagra: Punto 2011 revela suas novidades

Hatch ganha nova versão, rodas e motores E-TorQ 1.6 e 1.8

O segredo acabou e o novo Fiat Punto apareceu sem qualquer disfarce, rodando pelo pátio da fábrica da montadora em Betim (MG). As imagens foram feitas pelo nosso colaborador Bruno Freitas. A versão 2011 do hatch chega às lojas em julho, com novos motores E-TorQ 1.6 16V e 1.8 16V, ambos com opção do câmbio automatizado Dualogic.

As versões também mudam: a 1.4 se tornará Attractive, enquanto a ELX 1.4 dará lugar à Essence 1.6 16V. Estes podem ser vistos nas duas fotos abaixo. Sai a HLX, entra a Essence 1.8 16V. Já a Sporting (de cor vermelha na imagem acima) será mantida, mas ganhará o novo 1.8 16V e rodas de liga-leve inéditas.

A T-Jet receberá apenas um aparelho de som diferente e luz no porta-malas, modificações que estarão em toda a linha. Fora isso, o Puntovai usar iluminação branca no painel, além de novos tecidos. O objetivo da mudança é elevar o nível do hatch premium e aumentar a participação das versões mais caras

Fonte: AutoEsporte