Arquivo da categoria: CrossFox

Fim da linha Fox (incluindo CrossFox e SpaceFox) vai liberar fábrica para produção de SUV compacto

sexta geração do Polo foi apresentada na Europa em junho. E desde então a Volkswagen mantém o discurso de que seu novo compacto premium não causaria o fim de nenhum outro modelo no Brasil. De fato, nenhum modelo será descontinuado de imediato.

O discurso da Volkswagen é o de que seus quatro compactos, Gol, Up!, Fox e Polo, terão clientes diferentes mesmo que seus preços se sobreponham.

Fontes internas, porém, afirmam que o Volkswagen Fox deverá desaparecer antes de 2019. Hoje ele é o modelo mais antigo da marca em produção – não sofre mudanças estruturais desde seu lançamento, em 2003, e já não é mais vendido na Europa – e não está incluído nos planos de renovação da gama Volkswagen, prevista para acontecer até 2020.

A Volkswagen classifica o novo Polo como concorrente em potencial de Chevrolet Onix, Fiat Argo, Hyundai HB20 e até mesmo Honda Fit. A marca não cita, mas Peugeot 208 e Ford Fiesta também estão na lista.

Todos eles (dependendo da versão) também cruzam preços com o Fox, que parte dos R$ 46.890 na versão Trendline 1.0. Contudo, sua versão mais vendida é a Comfortline 1.6 8v de R$ 53.990.

Se as previsões estiverem certas, o Polo com motor 1.0 MPI (aspirado) partirá dos R$ 50 mil, recebendo o título de 1.0 de entrada mais caro do mercado. Para efeito de comparação, o Fox Comfortline 1.0 MPI custa R$ 50.150 e por R$ 50.890 existe o Gol Comfortline 1.6 – a versão Highline foi descontinuada há poucos meses.

Apesar de defasado, o Fox ainda vende bem (é o 13º veículo mais emplacado no acumulado de janeiro a julho de 2017, à frente de Toyota Etios, Fiat Uno e Honda Fit, por exemplo), mas sua fatia de mercado deve ser bastante afetada pela chegada do novo Polo.

E SpaceFox, SpaceCross e CrossFox?

O novo Polo será fabricado em São Bernando do Campo (SP). Mas os dois futuros derivados da plataforma MQB A0 (uma picape intermediária e o SUV compacto T-Cross) serão fabricados em São José dos Pinhais (PR).

A fábrica paranaense hoje é responsável pelo Golf, Audi A3 Sedan, Audi Q3 e toda a linha Fox (incluindo CrossFox e SpaceFox). Para produzir os dois novos modelos MQB A0 (a partir do segundo semestre de 2018), será necessário abrir espaço na linha.

Novo Volkswagen CrossFox

Versão aventureira tem pacote de itens de série bastante completo, mas com opcionais chega a salgados R$ 73.912

foto-imagem-novo-crossfox

A Volkswagen já oferece em seu site o novo CrossFox por R$ 57.990 na versão com câmbio manual de seis velocidades e R$ 61.180 pela variante automatizada de cinco marchas. O modelo é sempre alimentado com motor 1.6 de 120 cv, o mesmo que é oferecido no Fox atual. Equipado com todos os opcionais, como teto solar e sistema de som com navegação, o modelo chega a custar salgados 73.912.

Como não poderia deixar de ser, o CrossFox seguiu o mesmo visual do Fox (que por sua vez seguiu o irmão Golf de sétima geração), com grades e faróis mais agressivos. Medindo 4,05 metros de comprimento, 2,46 metros de entre-eixos, 1.90 metro de largura e 1,60 metro de altura, o modelo ficou 19 centímetros mais comprido e 5 centímetros mais alto do que o hatch convencional. Isso porque ganhou o estepe fixado na tampa do porta-malas e um rack de teto. A distância entre-eixos foi preservada, mas, segundo a Volks, o porta-malas cresceu em 10 litros, totalizando 280 litros de carga.

O motor 1.6 entrega até 120 cv a 5.750 giros e 16,8 kgfm a 4 mil, e promete levar o CrossFox a 100 km/h em 10,2 segundos (10,7 segundos com câmbio I-Motion), além de acelerar até máximos 180 km/h. Os freios são a discos ventilados na dianteira e a tambor na traseira. Além disso, o modelo conta de série com sistema de controle de tração.

foto-imagem-novo-crossfoxAlém do estepe e do rack, os principais diferenciais estéticos da versão aventureira são apliques de plástico preto nas caixas de rodas, para-choques pretos, apliques prateados, aerofólio e ponteira dupla de escape. O modelo também tem suspensões elevadas em relação ao Fox.

O pacote de itens de série é parrudo e conta com ar-condicionado, som com rádio, CD, Bluetooth, MP3, USB, entrada de cartão de memória e auxiliar, vidros, direção e travas elétricas. Há, ainda, volante multifuncional com ajuste de altura e profundidade, computador de bordo, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros e ajuste de altura para o banco do motorista. O CrossFox também leva retrovisores elétricos com repetidores de setas e sistema tilt-down, bancos traseiros rebatíveis e corrediços com três apoios de cabeça e faróis e lanternas de neblina.

Opcionais

Se os itens de série não forem suficientes para você, prepare o bolso para equipar o hatch aventureiro com opcionais. O revestimento em couro sai por R$ 675, rodas de liga leve custam R$ 1.410 e o sistema de som com GPS não sai por menos de R$ 3 mil. Há, ainda, um kit que adiciona controle eletrônico de estabilidade e luz de conversão estática por R$ 1.148, e outro que inclui luz de conversão estática, piloto automático, retrovisor interno eletrocrômico e sensor de chuva e crepuscular, por R$ 1.924. Quem quiser teto solar terá que desembolsar mais R$ 2.488.

Ou seja, a versão com câmbio I-Motion do Volkswagen CrossFox pode ser comprada por R$ 73.912, se equipada com todos os opcionais ofertados pela marca. O valor é R$ 4.402 mais caro do que o cobrado pelo Golf 1.4 Comfortline e só R$ 1.918 mais barato do que o Golf na versão Highline.

Top 10 – O ranking dos carros mais vendidos em 2013

1º VOLKSWAGEN GOL: 253.915 UNIDADES

gol-carro-mais-vendido-2013

2º FIAT UNO: 183.877 UNIDADES

fiat--segundo-carro-mais-vendido-2013

3º FIAT PALIO: 176.392 UNIDADES

fiat-palio-terceiro-carro-mais-vendido-2013

4º FORD FIESTA E NEW FIESTA: 136.131 UNIDADES

ford-fiesta-quarto-carro-mais-vendido-2013

5º VOLKSWAGEN FOX E CROSSFOX: 129.120 UNIDADES

 

volkswagen-fox-crossfox-quinto-carro-mais-vendido-2013

6º FIAT GRAND SIENA E SIENA: 129.120 UNIDADES

fiat-grand-siena-sexto-carro-mais-vendido-2013

7º FIAT STRADA: 122.496 UNIDADES

fiat-strada-setimo-carro-mais-vendido-2013

8º CHEVROLET ONIX: 121.929 UNIDADES

chevrolet-onix-oitavo-carro-mais-vendido-2013

9º HYUNDAI HB20: 121.868 UNIDADES

hyundai-hb20-nono-carro-mais-vendido-2013

10º RENAULT SANDERO:102.046 UNIDADES

renault-sandero-decimo-carro-mais-vendido-2013

Lista de carros mais vendido em agosto de 2011 no Brasil

VW Gol foi o carro mais emplacado no mês.

Fotos Novo SpaceFox 2010

Confira as primeiras fotos da perua sem disfarces

Essas imagens que você está vendo são as primeiras fotos da nova SpaceFox totalmente sem disfarces. Como o carro está pronto, dá até para duvidar que a Volkswagen espere para lançá-la somente em maio ou junho. Ainda mais porque, com os novos Fox e CrossFox rodando por aí, a Space anterior parece ainda mais defasada.

Segundo uma fonte da fábrica, a demora só tem um motivo: como a Space é o único membro da família produzido somente na Argentina, vai ficar um pouco mais na fila por causa da Amarok, primeira picape média da VW. A prioridade absoluta na fábrica de General Pacheco é a picape, que chega às lojas brasileiras em março. Depois é que os argentinos cuidarão de produzir em larga escala a renovada SpaceFox.

As imagens mostram uma surpresa: as lanternas traseiras mudarão mais do que se supunha. Não será só uma alteração na distribuição de luzes, mas uma mudança que implica em novos cortes na tampa traseira e no para-choque. Elas ficaram mais amplas, com cortes mais retilíneos – abandonando totalmente o antigo padrão visual à la Passat. Lembram bastante as lanternas da minivan Dodge Journey. Sensores de ré serão um dos novos opcionais da perua. A placa de identificação continua no centro da tampa. Na dianteira e no interior, a Space seguirá as modificações do Fox.

Outra novidade que havíamos antecipado há alguns meses foi engavetada: o vidro traseiro basculante, como na Peugeot 207 SW. O projeto ficou caro, por conta dos amortecedores, e a VW julgou que já havia gasto muito com as mudanças provocadas pelas novas lanternas traseiras. A solução está pronta e pode até ser usada futuramente, mas não por enquanto.

Fonte: G1