Arquivo da categoria: City

HONDA CITY CHEGA À LINHA 2016 MAIS EQUIPADO E NOVA CENTRAL MULTMIDIA COM NAVEGADOR GPS

foto-imagem-honda-city

A Honda apresentou a linha 2016 do City, que chega às lojas da marca no próximo mês de fevereiro. Sem qualquer alteração visual, o sedã ficou mais equipado em todas as versões, com destaque para os seis airbags da versão topo de linha EXL. Os preços do modelo ainda não foram divulgados.

Desde a versão mais básica, DX, o City adota chave canivete, para-brisa degradê, ajuste de profundidade da coluna de direção, painel de instrumentos e visor do rádio com iluminação branca e retrovisores na cor da carroceria. Em seguida, a LX ganha comandos de áudio no volante e maçanetas internas cromadas.

As principais novidades, no entanto, estão para as configurações mais caras do sedã. O City EX passa a ter volante revestido em couro e apoio de braço dianteiro com porta-objetos. Já a topo de linha EXL ganha airbags de cortina, totalizando seis bolsas de proteção além das quatro laterais e frontais, e uma nova central multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque com conexões Bluetooth, Wi-Fi, USB, auxiliar e micro SD. O novo sistema reproduz ainda a imagem da câmera de ré e, enfim, adiciona navegador GPS (inexistente na linha 2015).

foto-imagem-honda-city

No mais, todas as versões são equipadas com acionamento elétrico dos vidros, das travas e dos retrovisores externos, ar-condicionado (manual para DX e LX e digital touchscreen para EX e EXL), direção elétrica e ancoragem ISOFIX e LATCH para cadeirinhas infantis. O modelo permanece com o mesmo conjunto mecânico. O motor é o 1.5 i-VTEC FlexOne de até 116 cv de potência e 15,3 mkgf de torque, enquanto a transmissão é manual de cinco marchas para a versão DX e automática CVT para as demais – apenas a EX e a EXL têm aletas atrás do volante para trocas manuais.

foto-imagem-honda-city

 

Recall no Honda Fit – Empresa convoca quase um milhão de carros no mundo

A matriz da Honda, no Japão, anunciou nesta segunda-feira (5) um recall mundial de cerca de 960 mil veículos – a maioria do compacto Fit. De acordo com a montadora, foi detectado um problema no interruptor do comando elétrico do vidro dianteiro esquerdo (de uso do motorista). Em comunicado oficial, a Honda japonesa informou que o chamado no País envolve unidades do Fit produzidas entre os outubros de 2005 e de 2009.

Ainda segundo a Honda, o recall também envolve 80.111 unidades do crossover CR-V produzidas em 2006 – o problema também está no interruptor do vidro. A montadora diz que não foram registrados acidentes por conta do defeito, apenas relatos de aquecimento da peça. Para solucionar o caso, a montadora vai substituir o interruptor. A Honda do Brasil ainda não informou se o chamado afetará unidades do Fit ou do CR-V mexicano.

O sedã compacto City também pode ser chamado para a troca do componente. Até agora, o recall foi confirmado no Japão, na China, na Europa, em alguns mercados africanos e nos Estados Unidos – onde 26 mil unidades do híbrido CR-Z também serão convocadas por problemas na unidade de comando do motor. No Brasil, a Honda produz o Fit, o City e o médio Civic na fábrica de Sumaré (SP). Os demais modelos são importados.

No fim de janeiro de 2010, a Honda anunciou recall mundial de mais de 650 mil unidades do Fit, aparentemente por causa do mesmo problema no interruptor do vidro do motorista (leia aqui). O defeito, inclusive, provocou o incêndio que causou a morte de um bebê de dois anos que dormia no veículo, na África do sul. Em seguida, Autoesporte noticiou a chegada do recall ao Brasil, que envolveu quase 190 mil unidades do Fit.

Fonte: Auto Esporte

Flagra do Honda Brio em testes na Tailândia

Hatch será fabricado no Brasil a partir de 2013 para brigar com Gol, Uno e companhia

Eis que aparece pela primeira vez a imagem da versão definitiva do pequeno Honda Brio em testes. O carro foi flagrado na Tailândia, como mostra o site tailandês Pantip. Será o modelo mais em conta japonesa no mercado brasileiro, onde chegará em 2013 fabricado em Sumaré (SP). Entrará num segmento em que a Honda não atua no Brasil, o dos hatches populares, liderado pelo Gol e com Uno sem segundo lugar.

Conhecido pelo código Sub-GSP 2CV, o modelo é feito sobre a mesma plataforma do Fit/City. O uso de componentes em comum é mais do que justificado, já que o Brio é feito para ter preço competitivo e para isso precisa usar itens de baixo custo de fabricação.

Seguindo a filosofia da marca japonesa de fabricar os mesmos modelos em todo o mundo, o carro que será feito no Brasil deverá ser igual ao que começará a ser montado na Tailândia no mês que vem, e logo em seguida da Índia. Entre suas qualidades está o centro de gravidade baixo e o bom espaço interno, suficiente para levar cinco ocupantes.

Fonte: AutoEsporte

Fotos Honda Brio NSC que poderá ser feito no Brasil

Brio começa a ser vendido na Tailândia e na Índia em 2011 por US$ 13.200.
Carrinho deve integrar a família brasileira da marca japonesa em 2013.

A Honda revelou nesta terça-feira (30) a versão de produção do Brio, o novo carro compacto mundial da marca que é inspirado no conceito NSC (New Small Car), apresentado no Salão de Nova Déli, na Índia, em janeiro deste ano.

A estreia do modelo na Índia e na Tailândia ocorre em 2011 e há especulações de que o carrinho será fabricado no Brasil a partir de 2013 para integrar a família nacional da marca japonesa no país ao lado do monovolume Fit e os sedãs Civic e City.

A fabricante diz que pretende desenvolver versão específicas de acordo com o mercado ao qual o compacto se destinar, destacando que a versão tailandesa será mais eficiente do que o modelo indiano. Esse, por sua vez, irá equilibrar melhor desempenho e preço, segundo a Honda. Por isso, é possível que a versão brasileira adote, por exemplo, um motor flex.

As informações sobre motorização ainda não foram divulgadas, mas especula-se que o Brio asiático será equipado com o propulsor 1.2 de quatro cilindros da fabricante. Os únicos dados revelados são as dimensões do modelo: 3,61 m de comprimento, 1,68 m de largura e 1,47 m de altura.

A versão tailandesa custará 400.000 bahts, o equivalente a US$ 13.200 e R$ 22.763 (sem impostos e taxas de importação). Antes de chegar às lojas, a novidade poderá ser conferida no 27 ª Salão do Automóvel da Tailândia que acontece de 1º a 12 de dezembro.

Fonte: G1

Honda – Recall por problemas em airbag no EUA

Operação agora inclui mais de 800 mil veículos, diz montadora.
Airbag pode inflar com pressão demais e machucar motorista.

A Honda anunciou nesta terça-feira (9) que expandiu um recall de veículos nos Estados Unidos por possíveis problemas no airbag. Mais 378 mil carros entraram no recall para a troca de airbags que, sob pressão excessiva, podem inflar demais, ferir e, no limite, até matar motoristas.

Segundo a montadora, no total já são mais de 822 mil carros afetados pelo recall, todos fabricados nos anos de 2001 e 2002, dos modelos Accord, Civic, Odyssey, CR-V e Acura TL.

A Honda disse que vai notificar os donos dos carros por escrito e que eles devem levar o veículo a uma concessionária quando receberem a carta. A montadora disse que foi notificada de 12 acidentes com os airbags, dos quais um resultou em morte.

A Honda fez o recall originalmente em 2008, incluindo menos de 4 mil veículos. Em julho do ano passado, o recall foi expandido para cerca de 440 mil carros.

O G1 entrou em contato com a Honda no Brasil sobre possíveis impactos no país, mas a assessoria diz que a empresa só deve se manifestar sobre o tema na quarta-feira (10).

Fonte: G1

Honda prepara uma versão “pelada” do Civic

Versão LXL seria intermediária; LXS traz promoção de 12 vezes “sem juros”

Com a queda nas vendas pela chegada do City e a consequente perda da liderança no segmento dos sedãs médios para o rival Corolla, a Honda está preparando uma nova versão de entrada para o Civic. É quase a mesma estratégia da Toyota, que tirou alguns equipamentos do Corolla XEi e rebatizou-o de GLi.

No caso do Civic, a novidade, prevista para chegar em fevereiro, vai se chamar LXL (que será intermediária entre a de entrada LXS, que sofrerá um “downgrade”, e a top EXS), como na geração anterior. Os protótipos que rodam no entorno da fábrica da Honda, em Sumaré (SP), têm cobertos os logotipos traseiros e a grade. Os primeiros já são definitivos e guardam o nome da versão. A grade, ao que tudo indica, será da cor da carroceria e não cromada, como nas versões atuais.

As rodas não mudam: são as mesmas 16 polegadas que já equipam a LXS. No interior, é provável que perca alguns equipamentos, como o sistema de áudio, e tenha bancos de tecido, enquanto a LXL passaria a trazer revestimento de couro de série. A parte mecânica não deve mudar. O bloco 1.8 16V, que rende até 140 cv (cavalos) com etanol, segue sem alterações.

Há sinais claros de que existem mudanças no horizonte. Concessionárias vendem hoje a atual versão de entrada por preços a partir de R$ 59.900. Na TV uma campanha da Honda anuncia que o Civic de R$ 59.990 está saindo por uma entrada (segundo Interpress Motor apurou em concessionárias, deve ser de no minimo 60%), mais 12 parcelas “sem juros”. Ou seja, entrada de R$ 35.994, mais 12 mensais de R$ 1.999,66. Uma clara estratégia para desovar o estoque.

Fonte: InterpressMotor

Carro do Ano 2010: Conheça os vencedores da revista Autoesporte

A premiação do Carro do Ano 2010, realizada pela revista Autoesporte, da Editora Globo, aconteceu nesta segunda-feira (9), em São Paulo. Ao todo foram 12 categorias. Confira os vencedores de cada uma delas:

Carro do Ano: Chevrolet Agile foi o escolhido entre Citroën C4 (hatch), Fiat 500, Ford Fusion e Honda City.

agile-chevrolet-foto-carro-do-ano-2010

Carro Premium do ano: O premiado foi o Audi A5. Além dele, concorriam ao prêmio: BMW 135i, Mercedes-Benz Classe E e Volkswagen Passat CC.

Fotos-carro-audi-a5-premium-do-ano-2010

Utilitário do Ano: Toyota Hilux SW4 (gasolina) venceu a disputa. Os finalistas desta categoria foram: Chery Tiggo, Mitsubishi TR4, Suzuki SX4 e Troller T4.

Fotos-Toyota-Hilux-SW4-Utilitario-do-ano-2010

Utilitário Premium do Ano: O Audi Q5 venceu a briga da categoria, na qual Mercedes-Benz GLK, Mitsubishi Pajero Dakar, Volkswagen Tiguan e Volvo XC60 também lutaram pelo título.

Utilitario-Premium-do-2010-Audi-q5-Fotos

Picape do Ano: a picape Fiat Strada Cabine Dupla foi a vencedora. O prêmio foi disputado por: Volkswagen Saveiro, Toyota Hilux (gasolina) e Ford Ranger.

Fotos-Fiat-Strada-Cabine-Dupla-Picape-do-Ano-2010

Motor do Ano com até 2.0 litros: O prêmio foi para o FPT 1.4 T-Jet, que equipa o hatch Punto e o sedã Línea. Os outros concorrentes eram: Honda 2.0 VTEC (Civic Si), Mini 1.6 Turbo (Mini), Smart 1.0 Turbo (Smart) e Toyota 1.8 VVTi (Corolla).

Foto-Fiat-Punto-T-Jet-Motor-do-Ano-2010-Ate-2-Litros

Motor do Ano acima de 2.0 litros: O vencedor foi o Audi V6 3.0 Compressor (A6). BMW 3.0 Biturbo (135i/335i/X6), Chevrolet 3.6 V6 (Captiva), Honda V6 3.5 (Accord) e VW 3.6 V6 (Passat CC) estavam na disputa.

Fotos-Audi-V6-3-Motor-do-Ano-2010

Carro Verde do Ano: A categoria estreou este ano e o escolhido foi o Renault Sandero.

Fotos-Renault-Sandero-Carro-Verde-do-Ano-2010

Publicidade do Ano: O comercial do Fiat 500 levou a melhor. Veja vídeo:

Site do Ano: A Fiat também venceu nesta categoria.

Hall da Fama: Os homenageados do evento foram: João Amaral Gurgel (já falecido) e Carlos Chiti. Estes profissionais foram escolhidos por terem importância na história do setor automotivo.

Executivo do Ano: Paulo Sergio Kakinoff, presidente da Audi do Brasil, levou o prêmio.

Fonte ZAP