Arquivo da categoria: Comando de Voz

Carros inteligentes – Uma nova era quando se trata de automação em automóveis

Carro-inteligente-painel-imagem

O mundo automotivo é sempre usado como exemplo por especialistas de automação residencial para explicar porque os sistemas inteligentes estão se tornando tão importantes para os usuários. E, de fato, algumas automações já são tão comuns nos carros que nem as consideramos mais como diferenciais. O vidro elétrico é um claro exemplo disso.

Estamos, no entanto, às vésperas de testemunhar uma nova era quando se trata de automação em automóveis, em que os sistemas deixarão de se basear apenas na parte mecânica e eletrônica e serão muito mais integrados ao mundo exterior, pela internet. As últimas grandes feiras de automóveis pelo mundo mostraram exatamente isso, embora em protótipos que, mesmo quando lançados comercialmente, serão extremamente inacessíveis a quase todos no planeta.

Os preços, no entanto, devem abaixar gradualmente na medida em que empresas invistam em sistemas para carros mais simples e em que as próprias tecnologias de automação se tornem mais populares. Na semana passada, por exemplo, a GM anunciou que já vai integrar aplicativos a determinados carros, ainda neste ano. Um executivo da empresa disse que os automóveis virão de fábrica com alguns apps e, melhor ainda, com a capacidade de baixar, pelo carro, novos softwares para diferentes funções: áudio, vídeo, navegação, GPS, redes sociais, games, integração com smartphones e muito mais.

A empresa está tão interessada nessa fatia de mercado que em janeiro passou a dedicar uma parte da empresa apenas para o desenvolvimento de software e programação de interfaces para usuários. Desde então, atraiu quase 2 mil desenvolvedores independentes, que trabalham para fornecer à montadora norte-americana os mais variados tipos de apps para carros.

Embora os preços não serão exatamente baixos, os carros com essas aplicações já representarão um avanço, em termos de acessibilidade, em relação aos caríssimos modelos apresentados em feiras neste ano.

Tecnologia embarcada – Novo Ford EcoSport usa conectividade com o sistema SYNC( patenteado pela Microsoft)

A Ford lançou oficialmente, neste fim de semana, o novo modelo do carro Ford EcoSport. A nova versão, 100% automatizada, demorou 3 anos para ser concluída e deve chegar ao mercado custando a partir de R$ 55.000,00, de acordo com o site Interpress Motor. Apesar de ser vendido em cerca de 100 países e fabricado também na China e Índia, grande parte do projeto foi desenvolvido em solo brasileiro.

A tecnologia é fator presente em vários aspectos do carro. A conectividade com o sistema SYNC (patenteado pela Microsoft) é uma delas. Com essa função, tanto o motorista quanto os passageiros podem atender ligações telefônicas sem o uso das mãos, além de controlar o rádio e outros acessórios com comandos de voz. O carro também possui compatibilidade com Bluetooth, MP3 e iPod. A tela de LCD possui 3,5 polegadas e já é oferecida, de fábrica, com computador de bordo. Sensores de chuva, acendimento automático de faróis, partida sem a utilização de chave e assistência de partida em aclives também foram adicionados à nova versão.

Para quem mora em cidades muito montanhosas, o assistente de partida em aclives é uma boa ajuda. “Com essa tecnologia priorizamos e matemos a estabilidade, um quesito essencial na segurança”, completou o engenheiro chefe do EcoSport, Alexandre Machado, durante a coletiva de imprensa nesta manhã de segunda-feira (23/04) na fábrica de Camaçari (BA). O executivo acrescentou também que o novo sistema de airbags é bem mais econômico do que o das versões anteriores. “Pensamos em todos os detalhes que mais tiveram retorno dos nossos clientes na hora de optarem por este modelo”.

Investimentos

Se antes era associado a um jipe, hoje a robustez e inovação tecnológica prevalecem no novo modelo que tem previsão de lançamento para o segundo semestre de 2012. De acordo com o diretor de engenharia da Ford, Marcio Alfonso, o carro foi projetado para 10 anos de uso intenso. Além disso, toda a operação da Ford para o modelo EcoSport gera atualmente 8.500 empregos diretos e 90 mil indiretos. “Exportamos 20% do nosso volume. Outra grande vantagem: temos o único porto privativo”, ressalta o executivo. A Ford está investindo cerca de 2,8 bilhões de reais entre os anos de 2011 e 2015 e pretende aumentar sua capacidade de produção para 300mil veículos por ano com este lançamento.

Carro da Ford modelo Edge 2012 – Nova tecnologia e comandos de voz em português

Em evento promovido nesta terça-feira (06/12), a Ford apresentou à imprensa a nova versão de seu crossover, o Ford EDGE, previsto para chegar às concessionárias do país em janeiro de 2012.

Dentre os novos recursos tecnológicos, anunciados pela equipe de engenharia da Ford, o robusto automóvel agora conta com comandos de voz em português do Brasil em praticamente todas as funções do carro: você poderá fazer coisas já existentes, como ligar/desligar o rádio, mas o controle também se extende a realizar chamadas do seu smartphone, “pedir” ao sistema que leia SMSs em voz alta e controlar o ar-condicionado. A isso, a Ford deu o nome de “Sync“, algo já presente em versões anteriores do EDGE e alguns outros veículos da montadora, mas aprimorado para a versão 2012 deste SUV.

O novo Sync, que integra o controle de voz em português ao carro, também traz o acionamento do motor por acesso remoto ou toque. No primeiro caso, três mini-antenas detectam a presença da chave de ignição (por exemplo, no seu bolso) e o EDGE automaticamente dá a partida. Já no segundo, um botão no painel liga o automóvel. Esses mesmos sensores de proximidade também permitem abrir e fechar as portas e, uma vez dentro do carro, essas antenas farão o monitoramento de todos os ângulos do EDGE, alertando o motorista de qualquer aproximação externa não vista.

As janelas laterais e o pára-brisa possuem uma camada de policarbonato, a mesma usada na blindagem de veículos, que, de acordo com a equipe de engenharia da Ford, isola completamente sons exteriores. No exemplo dado durante a apresentação, “uma moto pode passar ao seu lado, em um corredor, no engarrafamento, que você não vai ouví-la”.

O EDGE também conta com o que a Ford chama de “análise completa de ambiente e perfil”. Basicamente, esse sistema calcula a severidade de um eventual acidente, determinando o nível da pré-tensão do cinto de segurança, o acionamento de air bags (aqui, levando em conta também o peso de quem está sentado). Ainda em caso de acidente, o carro tem “garantia de abertura das portas” – mesmo diante do dano à trava, consequência de uma batida lateral, por exemplo.

Sistema multimídia agora é em português (Foto: Divulgação)

O mais interessante, porém, é a questão de segurança, enfatizada pelo recurso que a Ford chamou de “My Key”: usando o exemplo dado pela empresa, vamos supor que você tenha um filho de 19 anos e queira emprestar o seu EDGE para ele. É possível, através de um recurso embarcado na própria chave de ignição, que você determine a velocidade máxima a que o carro vai percorrer as ruas, além de “obrigar” seu filho a usar os sensores sonoros de proximidade traseira/dianteira, evitando possíveis acidentes.

Outro aspecto que chamou atenção é o “Valet Mode”, onde você consegue determinar qual o nível de controle que um manobrista terá ao estacionar seu veículo: ele não poderá, caso você não queira, mexer no rádio ou então fazer alterações mínimas na regulagem dos assentos.

O Ford EDGE tem GPS integrado, assentos de couro vindos de fábrica e está previsto para lançamento na segunda quinzena de janeiro. O preço varia de R$ 119.900 a R$ 133.000, dependendo dos acessórios.