Arquivo da categoria: Zoe

Zoe, o primeiro carro elétrico “popular” do mundo – Automóvel da Renault compacto custa 15,7 mil euros

Renault Zoe teve preço anunciado para a França: 15,7 mil euros (Foto: Divulgação)

Compacto de 15,7 mil euros é destaque francês no Salão de Genebra.
DJ David Guetta é anunciado embaixador mundial do compacto Twizy.

A Renault descreve o pequeno Zoe como o primeiro modelo “popular” 100% elétrico do mundo. Apesar de o lançamento oficial do Twizy ter maior destaque pela presença do DJ francês David Guetta no estande da marca, as atenções em Genebra foram voltadas para o Zoe exatamente pelo anúncio do preço na França: ele custará a partir de 15,7 mil euros (R$ 35.968), levando em conta os impostos. O carro já pode ser encomendado no mercado francês.

Na realidade, exatamente barato ele não é — o Twingo, carro de entrada da Renault sai por a partir de 7.990 euros. Porém, perto dos outros elétricos e híbridos vendidos no mundo, como o Nissan Leaf, o preço é sim bem competitivo.

O Zoe reforça o plano da montadora chamado de “Renault Drive The Change” (Mude a Direção, no Brasil), que estabelece a meta de reduzir em 10% as emissões de CO2 de todo o portfólio da marca até o ano que vem. Atingido o objetivo, a meta seguinte é reduzir mais 10% entre 2013 e 2016.

Para uso diário em grandes centros urbanos, o Zoe quer passar a ser conhecido por disponibilizar a mobilidade elétrica “para todos”, bem ao gosto da democracia francesa. Ele tem autonomia para rodar 210 quilômetros sem necessidade, no entanto, a Renault afirma que isso vai variar conforme as condições de rodagem, perfil do trajeto, temperatura externa, etc.

O carro é apresentado com a nova assinatura de identidade da marca, vide a semelhança com a frente do Novo Twingo e do Twizy.

Lançamento oficial do Twizy

Durante o Salão do Automóvel de Genebra, a Renault comemorou também o lançamento oficial do Renault Twizy, com o artista francês mais celebrado do momento, David Guetta, eleito o DJ número 1 do mundo e premiado com dois Grammy Awards. Acompanhado de sua mulher, Cathy Guetta, criadora das famosas festas noturnas de Ibiza, David Guetta assinou pareceria com a Renault para a divulgação mundial do Twizy.

Nova família de motores

Durante o Salão de Genebra, a Renault apresentou também duas novas motorizações dentro da família Energy: o Energy TCe 90 – inédito propulsor turbo de três cilindros movido a gasolina, com 899 cm³ – e o Energy dCi 90, derivado do Energy dCi 110 (revelado no Salão de Frankfurt 2011). Esses dois lançamentos ampliam para oito a gama de motores da família Energy, lançados em apenas 16 meses.

De acordo com o presidente e CEO da Renault, Carlos Ghosn, os novos propulsores são fruto da experiência da marca com os carros desenvolvidos para a Fórmula 1.

Carro da Renault que tem nome de mulher gera processo na França

Nome Zoe foi dado a duas meninas no país. Pais exigem alteração.
Marca diz que não há desvantagem para o carro e não há razão de troca.

O advogado francês David Koubbi entrou com um processo contra a Renault para que a fabricante francesa mude o nome de seu próximo veículo elétrico Zoe. Koubbi representa os pais de suas meninas chamadas Zoe, que não têm nenhuma relação com a montadora francesa.

Os pais das crianças de dois e oito anos de idades não querem que elas tenham o mesmo nome de um carro e exigem que a marca encontar um outro nome, não utilizado em humanos, para o modelo.

Há uma linha entre os seres vivos e e essa linha é definida pelo primeiro nome,” disse o advogado a agência de notícias Associated Press. “Estamos dizendo a Renault uma coisa muito simples: os primeiros nomes são para seres humanos.”

Segundo ele, os nomes de pessoas não devem ser usados por empresas multinacionais para seus produtos. “Uma indústria pode roubar nossos nomes para vender os seus produtos?”, disse. “Nós não pensamos assim.”

Mas o juiz não acatou o pedido nos pais, pois segundo ele há apenas dois casos, o que não sustenta a acusação. Koubbi disse que vai recorrer da decisão.

A briga em torno do Zoe tem atraído atenção da mídia na França e chegou as redes sociais. No Facebook , por exemplo, a campanha “Zoe não é um nome de carro” tem mais de 6 mil assinaturas.

Em junho, o presidente-executivo da Renault, Carlos Ghosn disse que estava ciente do problema e queria evitar qualquer controvérsia que poderia prejudicar as vendas do carro. Ainda assim, um funcionário da Renault destacou que não há plano de mudar o nome do carro.

“Pedimos vários estudos que mostraram que não é uma desvantagem para o carro, então não há razão para fazer qualquer alteração”, disse o funcionário, que não quis dar seu nome, em conformidade com a política da empresa. “Estamos muito felizes com a decisão do juiz.”

A Renault já utilizou outras vezes nomes feminino para seus carros – incluindo o Megane e o Clio – ambos nomes populares de meninas na França, mas nesse caso não houve oposição organizada, como ocorre com o Zoe.

Fonte: AutoEsporte