Arquivo da categoria: Propaganda

Quer comprar o decepticon de transformers ?

foto-imagem-transformers-barricade

Essa é para os fãs de Transformers. Os mais fervorosos, que acompanham a produção desde o primeiro filme, devem se lembrar desse veículo acima: o Decepticon Barricade! Ou, se você preferir, um S281 Saleen Extreme Ford Mustang, baseado num Mustang 2005.

O carro está à venda no eBay por US$ 80 mil e, de acordo com o anúncio, marca menos de 15 mil quilômetros rodados. Ele vem equipado com motor 4.6 V8, que entrega 335 cavalos de potência, mas também apresenta kit aerodinâmico especial e rodas de liga-leve de 20 polegadas, bem como interior customizado.

Vídeo da motorista barbeira – Câmera flagra mulher estacionando carro em cima de outros carros no Canadá

Vídeo da mulher barbeira subindo em dois carros no estacionamento do Canadá


Tripta Kaushal fugiu do estacionamento.
Canadense terá de pagar prejuízo dos carros atingidos.

A mulher que amassou dois carros em um estacionamento ao tentar parar seu automóvel no Canadá foi multada em US$ 500, informou a imprensa do país nesta semana.

Em outubro do ano passado, Tripta Kaushal, de 62 anos, foi flagrada pelas câmeras de segurança da academia de Markham ao subir com sua BMW SUV em dois outros carros ao tentar estacionar.

O vídeo caiu na rede, além de servir de prova da barbeiragem da mulher. Tripta abandonou o local sem comunicar o fato.

Além da multa, a canadense terá de pagar os estragos nos carros atingidos e ficará seis meses com a habilitação restrita a certos horários.

Fonte G1

Honda prepara uma versão “pelada” do Civic

Versão LXL seria intermediária; LXS traz promoção de 12 vezes “sem juros”

Com a queda nas vendas pela chegada do City e a consequente perda da liderança no segmento dos sedãs médios para o rival Corolla, a Honda está preparando uma nova versão de entrada para o Civic. É quase a mesma estratégia da Toyota, que tirou alguns equipamentos do Corolla XEi e rebatizou-o de GLi.

No caso do Civic, a novidade, prevista para chegar em fevereiro, vai se chamar LXL (que será intermediária entre a de entrada LXS, que sofrerá um “downgrade”, e a top EXS), como na geração anterior. Os protótipos que rodam no entorno da fábrica da Honda, em Sumaré (SP), têm cobertos os logotipos traseiros e a grade. Os primeiros já são definitivos e guardam o nome da versão. A grade, ao que tudo indica, será da cor da carroceria e não cromada, como nas versões atuais.

As rodas não mudam: são as mesmas 16 polegadas que já equipam a LXS. No interior, é provável que perca alguns equipamentos, como o sistema de áudio, e tenha bancos de tecido, enquanto a LXL passaria a trazer revestimento de couro de série. A parte mecânica não deve mudar. O bloco 1.8 16V, que rende até 140 cv (cavalos) com etanol, segue sem alterações.

Há sinais claros de que existem mudanças no horizonte. Concessionárias vendem hoje a atual versão de entrada por preços a partir de R$ 59.900. Na TV uma campanha da Honda anuncia que o Civic de R$ 59.990 está saindo por uma entrada (segundo Interpress Motor apurou em concessionárias, deve ser de no minimo 60%), mais 12 parcelas “sem juros”. Ou seja, entrada de R$ 35.994, mais 12 mensais de R$ 1.999,66. Uma clara estratégia para desovar o estoque.

Fonte: InterpressMotor

Campanha de conscientização do Ministério das Cidades – “Motorista legal é motorista consciente”

Vídeo no YouTube da Campanha “Motorista legal é motorista consciente

Em 1º de novembro, o Ministério das Cidades começou a veicular uma campanha de conscientização com o mesmo nome que dá título a esse post. O público-alvo é formado por pessoas de 18 a 40 anos, e o objetivo é incentivar a “condução com responsabilidade, o respeito às leis e o convívio civilizado nas necessidades diárias de deslocamentos”.

Cada propaganda mostra um personagem narrando a sua história como se tivesse sofrido um acidente ou cometido uma infração séria. Mas, ao fim do texto, descobrimos que eles seguiram o que era indicado pelas leis de trânsito – ou da boa convivência.

Alguns amigos reclamaram do tom “dramático” do início das narrativas… Quando viram que o desfecho era bom, não trágico, se sentiram meio “feitos de bobos” e perderam o interesse pelo resto da propaganda. Achei curiosa a reação e passei a me perguntar se a campanha surtiria efeito.

Fonte Auto Esporte