Arquivo da categoria: Grand Cherokee

Jeep Grand Cherokee 2014

As concessionárias da Chrysler Group do Brasil estão recebendo as primeiras unidades do novo Jeep Grand Cherokee, que passou por uma importante renovação para a linha 2014. 

foto-imagem-jeep-grand-cherokee-2014

Utilitário-esportivo bem conhecido em vários países, o Grand Cherokee mostra finalmente no Brasil a sua nova identidade visual e o novo recheio no interior, como o volante com mais funções,  quadro de instrumentos personalizável com tela de LCD TFT de 7”, e ainda a tela central multimídia de 8,4”, que inclui navegador GPS, entre outros recursos.

foto-imagem-painel-jeep

No entanto, a maior novidade do Grand Cherokee 2014 está no conjunto mecânico, com a aplicação da transmissão automática de oito velocidades, a qual traz opção de trocas manuais por aletas atrás no volante. Com a nova caixa de marchas, o moderno motor Pentastar V6 de 3.6 promete ainda mais eficiência e não deixa de oferecer muita força: são 286 cv de potência e 35,4 mkgf de torque.

O Jeep Grand Cherokee 2014 tem preços sugeridos no Brasil de R$ 185.900, para a versão Laredo, e de R$ 214.900, para a configuração Limited.

Preço do Jeep Grand Cherokee no Brasil é um roubo – Revista “Forbes” chama de “ridículo” o valor praticado do carro no país

Dirigir um Grand Cherokee pelas ruas do Rio é chique, não é? Para o site da revista americana “Forbes”, definitivamente não e os brasileiros que o fazem estão sendo roubados. Isso porque, para a publicação, o preço cobrado pelo novo modelo do carro da Jeep por aqui é “ridículo”: R$ 179 mil, ou US$ 89,5 mil.

“Qualquer um pensaria que, por US$ 80 mil, um Grand Cherokee viria equipado com asas e calotas folheadas em ouro. Mas, no Brasil, o modelo é o básico mesmo”, escreve o jornalista Kenneth Rapoza, especializado na cobertura do Brics, grupo de emergentes formado por Brasil, Índia, China, Rússia e África do Sul.

Segundo a matéria, pelo preço cobrado no Brasil, é possível comprar três em Miami. O carro custará US$ 28 mil por lá, ou cerca de metade da renda média americana. Segundo o Censo 2010 do IBGE, a renda média mensal do trabalhador brasileiro é R$ 1.345, ou R$ 16.140 em um ano. Ou seja: na média, um brasileiro precisa trabalhar 11 anos para ganhar o equivalente ao preço do carro. Para a “Forbes”, os motivos para o alto preço são impostos superiores a 50% e ingenuidade por parte dos consumidores.

“Foi mal, Brazukas… não há status em um Toyota Corolla, um Honda Civic, um Jeep Grand Cherokee ou um Dodge Durango. Não se deixem enganar pelo preço. Vocês estão definitivamente sendo roubados. Pense dessa forma: o que você diria se um colega americano lhe dissesse que pagou US$ 150 por um par de Havaianas?”

O jornalista informa ainda que a Chrysler vai lançar no Brasil o novo SUV Dogde Durango cobrando R$ 190 mil (US$ 95 mil) por ele, enquanto, nos EUA, o modelo chegará às concessionárias por R$ 57 mil (US$ 28,500). Conclusão: lá, um professor de escola primária consegue comprar um desses com alguns anos de uso.

Fonte: O Globo