Arquivo da categoria: Jaguar

2018 Jaguar XF cSportbrake

Quando a segunda geração da Jaguar XF chegou em 2016, ele fez um respingo não maior do que uma gota de chuva caindo no Atlântico. Apesar de se mudar para uma nova arquitetura e ganhar dois novos motores de quatro cilindros, o XF totalmente redesenhado parece ter recebido apenas um facelift suave. Quando o 2018 XF Sportbrake aparece em estradas nos Estados Unidos no final deste ano, no entanto, não haverá confusão sobre se é o último trabalho de Covington. A Jag não vendeu um vagão neste país desde que o X-type não querido partiu há nove anos.

ALTOS
Manipulação animada, estilo gracioso, espaço de carga espaçoso.
BAIXAS
Assentos desconfortáveis, calibração de transmissão sonolenta, nota de motor sem inspiração.
Os avistamentos de Sportbrake serão raros, no entanto. Os americanos adoram um vagão de US $ 71.445 como eles amam a Marmite, e a entrada deste Jaguar fará o segmento de vagão de luxo de tamanho médio um cheio. O Mercedes-Benz E400 e o Volvo V90 Cross Country , ambos com linaje de vagões longos nos Estados Unidos, possuem luxo e conforto simbário bem cobertos.

Jaguar espera que o Sportbrake possa criar seu próprio nicho dentro de um nicho como um carro de motorista desportivo para pragmatistas de cérebro direito. Com o sucesso do modelo que provavelmente será medido em centenas de unidades vendidas todos os anos, os britânicos inicialmente importarão o Sportbrake para os Estados em uma única configuração: o XF S Sportbrake com um V-6 com sobrealimentação de 380 cavalos, um automóvel de oito velocidades transmissão e tração integral. ( Jaguar anunciou recentemente que mais acessíveis modelos Sportbrake estão chegando aqui, eventualmente, mas nenhum outro detalhe foi dado.)

Zigs, Zags, é tipo de Mumbles

O Sportbrake demonstrou a proeza típica do chassi Jaguar no asfalto que serpenteava pelas paisagens ondulantes do norte de Portugal. O XF orienta-se com alacridade no centro e apenas a quantidade certa de assistência de energia. A vectorização de torque baseada em freio ajuda este aproximadamente 4350 pounder a girar e segurar uma linha, mas também deixou as almofadas e os rotores irradiando calor e fodem em uma corrida espirituosa, mas não exatamente agressiva. O rolo do corpo é controlado o suficiente para que este vagão ainda tenha uma vantagem no cronômetro F-Pace dinâmico de Jaguar .

Devemos mencionar que nossa unidade européia inclinou o campo de jogo em favor da Jaguar. Os pneus de verão Continental ContiSportContact 5P elevaram o aperto lateral do Sportbrake além do que os compradores irão experimentar nos EUA, onde a Jaguar irá caber apenas pneus de todas as estações em rodas de 19 ou 20 polegadas. E as estradas impecavelmente mantidas de Portugal ofereceram poucas oportunidades para avaliar a dureza do impacto, então isso nos levará a obter um no nosso território doméstico – e seu pavimento picado – para julgar definitivamente a esse respeito.

Todos os Sportbrakes do mercado dos EUA virão padrão com recursos como sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, monitoramento em ponto cego e amortecedores adaptativos. Jaguar também oferecerá apenas 20 carros da primeira edição nos EUA pintados em Farallon Black, uma pintura metálica com flocos sutis de vermelho e azul que normalmente é reservado para uso da divisão de personalização SVO da Jaguar Land Rover. Os carros da primeira edição adicionam uma seleção de equipamentos de tecnologia como padrão que é opcional no Sportbrake normal, incluindo um ponto de acesso Wi-Fi, um sistema de som Meridian atualizado e a Chave de Atividade da Jaguar que permite ao seu proprietário bloquear e desbloquear o carro com um Fitbit- como pulseira. Há também um recurso de controle de gestos que permite que os ocupantes do banco dianteiro abram o pára-sol no telhado maciço de vidro de painel fixo com uma onda overhand.

Fiel ao formulário

Na década de 1950, o fundador da Jaguar, Sir William Lyons, liderou o desenvolvimento do produto com o lema, “graça, espaço e ritmo”. O Jaguar XF S Sportbrake aparece adaptado a esse adágio. O design é intemporal, o interior é espaçoso o suficiente para quatro adultos e seus porteiros, e o chassi esculpe estradas com confiança. Na linha atual da marca, não há outro veículo que encapsule melhor os princípios fundadores de Lyons.

Jaguar XFR-S

foto-imagem-jaguar-xfr-sO sedã mais potente da história da Jaguar. É com essa responsabilidade (e fama) que o XFR-S chega ao Salão do Automóvel de São Paulo, ainda sem dados confirmados sobre vendas e preço.

Sob o capô, o motor que equipa o XFR-S é o 5.0 V8 sobrealimentado, oferecendo 550 cavalos de potência e 69,3 mkgf de torque. Atrelado a um câmbio automático de oito marchas, o sedã acelera de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos, possibilitando ainda alcançar a velocidade máxima 300 km/h.

Outros detalhes auxiliam na performance de alto nível do modelo, tais como o sistema duplo de escapamento, difusor traseiro em fibra de carbono, suspensão recalibrada para auxiliar na estabilidade do carro, diferencial eletrônico ativo e controle de estabilidade dinâmico.

Jaguar revela a dianteira do que parece ser o novo XE-S

foto-imagem-jaguar-xe-s

A Jaguar divulgou uma nova imagem na qual revela a dianteira do que parece ser o novo XE-S, após mostrar mais detalhes sobre o rival do BMW Série 3 na última terça (29)

O novo painel frontal faz parte da plataforma “FEEL XE”, criada para “aproveitar o espírito de criatividade e inovação britânico usando um coletivo inspirador de figuras do mundo da música, cinema e design”, segundo a própria Jaguar. Em outras palavras, esta é basicamente uma campanha de marketing para o XE que incluirá artistas e personalidades como Emeli Sande, Stella McCartney e Idris Elba para promover o novo sedã da Jaguar.

Nesta imagem notamos um “S” na grade, o que significa que sob o capô estará, provavelmente, um motor 3.0 V6 supercharged retirado do F-Type S, um motor que a Jaguar já confirmou para o XE. Lembramos que no F-Type Roadster Coupe é oferecido com 340 cv, e 380 cv na variante “S”.

Se isso não é impressionante o suficiente, há rumores de um XER-S equipado com o motor 5.0 V8 supercharged de 550 cavalos do F-Type R Coupe que provavelmente irá alimentar a versão que Jaguar diz que vai bater a velocidade máxima de 300 km/h.

O novo Jaguar XE 2015 será revelado em 8 de setembro, com sorte, a versão “S” também.

Conversível esportivo chega em três versões de acabamento, com motores V6 e V8

foto-imagem-jag-f-type-v8Um dos lançamentos mais importantes da Jaguar nos últimos anos, o conversível F-Type, aterrizou em solo nacional. Previsto para começar a chegar às revendas até o fim deste mês, o modelo será oferecido no país em três versões de acabamento, duas delas com motor V6, com 340 e 380 cavalos, e a mais arisca e luxuosa de todas com um V8 de 495 cv. Todas contam com transmissão automática de oito marchas, com opção de troca por aletas no volante.Os preços partem de R$ 419.900, vão a R$ 559.900 na versão S e chegam a R$ 559.900, para o modelo topo de linha V8.foto-imagem-jag-f-type-v8

Mas não faltam atributos para justificar a tabela salgada. O modelo que veio para coroar a renovação da linha da marca do felino, prometento além de refinamento, o “perfeito equilíbrio entre conforto e esportividade”.  “Esse carro é um divisor de águas para a Jaguar. Ele marca uma nova fase da empresa”, afirmou Fávio Padovan, presidente da Jaguar Land Rover no América Latina. Para o executivo, o modelo não é visto pela Jaguar como um produto para alavancar as vendas no Brasil, onde o mercado de conversíveis é bastante restrito, embora tenha uma importância estratégica para a marca.  “Não consideramos esse um carro de volume aqui no Brasil, mas é um modelo que vem para fortalecer a marca no país”, declarou Padovan.

Equipamentos e desempenho

Desde sua versão inicial, o F-Type oferece bancos esportivos, sistema de ventilação inteligente, sistema multimídia com som Meridian e tela sensível ao toque de 8 polegadas – onde o motorista pode inclusive configurar suspensão, motor e direção do carro. Os esportivos S contam ainda com sistema de “escape ativo”, que potencializa o som dos motores, tornando-se mais alto à medida que se aproxima do limite de rotação.

Além do refinamento no acabamento interno e uma dezena de sistemas eletrônicos de assistência ao motorista, a marca investiu na ideia do prazer ao volante. Para isso, segundo a fabricante britânica, o pulo do gato, literalmente, está no baixo peso do projeto alcançado com o extenso uso do alumínio em sua carroceria. Além disso, segundo a marca, foi alcançada uma distribuição quase perfeita do peso sobre os eixos, na proporção 51% e 49%

foto-imagem-jaguar

O modelo “de entrada” com bloco 3.0 supercharged e 340 cv, possui peso bruto de 2025 kg, equação que na pista o faz acelerar até 100 km/h em 5,3 segundos. Com 40 cv a mais, o modelo V6 S faz o mesmo em 4,9 segundos, enquanto o V8S 5.0 supercharged realiza a proeza em 4,3 segundos.

Autoesporte já acelerou o esportivo em Navarra, e aprovou a “obediência” do carro em alta velocidade – resultado da construção de alumínio e da distribuição de peso acertadas. O motor responde com vigor, os freios atuam com eficiência. Na versão conversíve, a 100 km/h, em oitava marcha, é possível manter uma conversa em tom confortável, com a capota arriada.

Os 10 carros importados mais vendidos no 1º semestre de 2013 pela Abeiva – Kia se destaca com o seu Sportage

As vendas de carros importados no Brasil caíram 23,2% no primeiro semestre, na comparação com o mês passado, segundo a Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva). De acordo com a entidade, foram emplacadas 54.506 unidades contra 70.963 de janeiro a junho de 2012.

A Kia segue com a maior fatia, 27,89%, seguida por Jac Motors (16,40%) e BMW (11,08%). A importadora dos veículos da Chery deixou a associação em abril passado. A marca chinesa constrói sua primeira fábrica no Brasil.

A Abeiva é formada por Aston Martin, Audi, Bentley, BMW, Changan, Chrysler, DFSK, Dodge, Ferrari, Geelym Hafei Motor, Haima, Jac Motors, Jaguar, Jeep, Jinbei Automobile, Kia Motors, Lamborghini, Land Rover, Lifan, Maserati, Mazda, Mini, Porsche, RAM, Rolls Royce, SsangYong, Suzuki e Volvo.

Veja os 10 importados mais vendidos no 1º semestre, segundo a Abeiva:

foto-carros-importado-que-mais-venderam-no-1-semestre-2013

Carro da Jaguar superesportivo C-X75 – Modelo inglês terá apenas 250 unidades produzidas

Os milionários colecionadores de carros, em breve, terão mais uma opção de compra exclusivíssima. A Jaguar confirmou nesta sexta-feira (5) a produção limitada do superesportivo C-X75, exibido como carro conceito no último Salão do Automóvel de Paris.

Para se ter uma ideia, o modelo será desenvolvido em conjunto com a equipe Williams de F1 e custará de R$ 1,87 milhão (US$ 1,16 mi) a R$ 2,32 milhões (US$ 1,44 mi), dependendo dos impostos locais.

Com um motor a combustão frontal e outros dois elétricos (um em cada eixo), o C-X75 terá tração integral e estará à venda a partir de 2013 com apenas 250 unidades produzidas