Arquivo da categoria: Híbridos

Fabricante revelou design do sedã europeu, que será seguido pelo modelo híbrido flex nacional. Estreia em nossas ruas será no fim deste ano

A Toyota antecipou a apresentação do novo Corolla europeu, que estava marcada para o Salão de Genebra. O visual do modelo é o mesmo que será adotado pelo Corolla brasileiro, previsto para chegar às lojas no final deste ano.

Quem diz isso é ninguém menos que o presidente da Toyota na América Latina, Steve St. Angelo, conforme com exclusividade após entrevista com o executivo no último Salão de Detroit.

As linhas são mais conservadoras que as da versão americana, apresentada justamente na mostra de Detroit, em janeiro.

A 12a geração do sedã utiliza a nova plataforma modular TNGA, a mesma do Prius, própria para receber motorização híbrida. Na Europa, o carro será oferecido em duas versões híbridas, 2.0 e 1.8 – esta última é a que interessa para nós.

No caso, o propulsor 1.8 de ciclo Atkinson, que no Brasil será flex, atua junto a um motor elétrico para entregar uma potência combinada de 122 cv e 14,5 mkgf de torque. Por aqui, a potência pode ser aumentada com uso de etanol. A versão de entrada com essa motorização na Europa tem preço inicial de 21.750 euros – pouco mais de R$ 91.000.

Já o 2.0 híbrido europeu rende 180 cv. Consumidores do Velho Continente também poderão optar por um 1.2 turbo e um 1.6 naturalmente aspirado, ambos a gasolina.

Já os brasileiros terão à disposição uma configuração com um novo propulsor 2.0 de quatro cilindros flex, acoplado a câmbio CVT com engrenagem para auxiliar a arrancada. Versões de entrada devem seguir contando com o velho 1.8 quatro cilindros flex.

Carro híbrido mais barato do mundo

Preço estimado do modelo nos Estados Unidos é de R$ 17 mil.
Versões hatch e cupê terão o mesmo espaço de um Mini Cooper.

O homem mais rico da Rússia, Mikhail Prokhorov, e o Grupo Onexim revelaram imagens do primeiro carro híbrido russo, o “People’s Hybrid” (híbrido popular) que pretende ser o veículo mais barato do mundo dotado da tecnologia.

A novidade foi desenvolvida em parceria com a fabricante russa de caminhões Yarovit e é equipada com um motor elétrico em cada roda e outro a combustão. De acordo com os responsáveis pelo projeto, o carro será oferecido nas versões hatch e cupê e terá tanto espaço quanto um Mini Cooper.

O preço do modelo, fabricado na Rússia, está estimado nos Estados Unidos em US$ 10 mil (R$ 17,156, sem impostos e taxas de importação) e um protótipo é aguardado para dezembro deste ano.

A Honda também quer o título de híibrido mais em conta do mercado e anunciou para o Japão o Fit Híbrido pelo equivalente a R$ 32 mil. Nos Estados Unidos, o modelo será oferecido em 2011 por US$ 19.310.

Fonte: G1

Smart Toyota Center – Software que aponta melhor horário para carregar elétrico

Dispositivo mostra por meio da tela da TV e celulares o consumo doméstico.
Fabricante diz que uso do sistema reduz em até 75% o gasto de energia.

Um carro elétrico, conhecido como ‘verde’, não usa motor a combustão, mas precisa de eletricidade para recarregar as baterias. Essa eletricidade é proveniente, em grande parte, dos recursos naturais e por isso também é uma agressão ao meio ambiente.

Para tentar minimizar esse impasse, a Toyota desenvolveu um software, chamado Smart Toyota Center, que mostra às pessoas por meio de telas de TV e telefones celulares quanta eletricidade está sendo consumida pela família, pelo carro elétrico ou híbrido e quanta energia foi armazenada em casa.

O sistema permite que a família calcule, por exemplo, o uso da energia para eliminar desperdícios, desligando equipamentos quando eles não estão sendo utilizados e escolhendo o melhor horário para recarga dos veículos. De acordo com a fabricante, o dispositivo pode ajudar a obter uma economia de energia doméstica de até 75%.

A montadora japonesa planeja vender milhares de híbridos e aposta que sua tecnologia de monitoramento também vai pegar, afirmou o diretor de gestão da marca, Shigeki Tomoyama, durante a apresentação em um showroom Toyota, no Japão.

Tomoyama acredita que se os híbridos e veículos elétricos se tornarem comuns, as montadoras serão obrigadas a serem ambientalmente responsáveis, já que os veículos provavelmente serão responsáveis por um terço do consumo de energia.”Ligar a casa e o carro de forma eficiente vai reduzir os gases do aquecimento global”, disse ele a repórteres. “Isso vai se tornar o nosso dever social”.

A fabricante do híbrido Prius e dos modelos de luxo Lexus não divulgou o preço do sistema que chega ao mercado somente em 2012, mesmo ano que a empresa espera finalizar o plano de lançamento de seis novos modelos híbridos, já que aposta em um aumento da demanda de carros ecológicos em todo o mundo.

Outras empresas, incluindo a fabricante de automóveis Ford e General Electric, e o governo dos Estados Unidos, também estão trabalhando em redes inteligentes.

Fonte: AutoEsporte

Toyota comemora 10 anos de vendas do Prius nos Estados Unidos

Modelo foi o responsável pela ascensão da marca japonesa no país.
Cerca de 900 mil unidades já foram vendidas no mercado americano.

A Toyota comemora, nesta terça-feira (27), 10 anos de lançamento do híbrido Prius nos EUA. O carro foi responsável pela popularização da tecnologia híbrida – que utiliza motores elétrico e a combustão — e pela ascensão da marca japonesa nos Estados Unidos. Mais de 1,8 milhão de unidades foram vendidas em todo o mundo até hoje, com quase 900 mil somente no mercado americano.

“A Toyota reconhece na década de 1990 que o transporte sustentável seria um grande desafio nas próximas décadas”, diz o presidente e COO da Toyota Motor Sales, nos EUA, Jim Lentz. O carro chegou ao mercado japonês em 1997 e hoje é o mais vendido no país.

O modelo está previsto para ser vendido no mercado brasileiro, mas ainda passa por ajustes para a adaptação ao combustível vendido no país, que é misturada com álcool anidro. Justamente por causa do combustível, o Prius estreou antes, em novembro de 2009, na Argentina.

O Prius chegou à América do Norte em julho de 2000. Naquele ano, o sucesso do Salão de Detroit foi o Hummer H2, e os preços da gasolina nacional eram, em média, de US$ 1,50 por galão. Com o cenário desfavorável, as metas da Toyota para a venda do Prius foram de 12 mil unidades por ano.

As vendas do modelo só foram impulsionadas com o aumento dos custos com combustível. Hoje, o modelo tornou-se um veículo convencional. É o carro mais vendido na linha Toyota e um ícone para a empresa.

Gerações

Quando o Prius da primeira geração foi lançado em 2000, ele tinha 97 cavalos de potência combinado com o consumo de 17,4 km/l. Dez anos depois, o Prius tem 134 cavalos de potência e proporciona consumo de 21,2 km/l.

A próxima geração será a do Prius híbrido plug-in (PHV), já em fim de projeto. As vendas comerciais do modelo estão previstas para 2012. A evolução seguinte deverá ser o Prius Hybrid Synergy Drive.

Assim, o modelo fez história e outras fabricantes tiveram de correr atrás do atraso tecnológico. Hoje, existem quase 30 modelos híbridos de 12 marcas, fora os que ainda estão em desenvolvimento.

Fonte: G1

Honda e Volkswagen investem na corrida pelos carros elétricos

Japonesa planeja lançar um modelo elétrico e um híbrido plug-in em 2012. Já a alemã anunciou os modelos E-Up, o E-Golf e o E-Jetta para 2013.

O mercado elétrico de veículos deverá ganhar novos fortes concorrentes nos próximos anos. Dois anúncios feitos nesta semana confirmam, mais uma vez, que a tecnologia é a grande aposta das fabricantes de veículos em médio prazo. A Honda planeja lançar um modelo elétrico e um híbrido plug-in nos EUA e Japão em 2012. Já a Volkswagen aposta no lançamento dos modelos E-Up, o E-Golf e o E-Jetta em 2013.

A japonesa Honda também renovará seus motores e transmissões para alternativas com maior eficiência de combustível. Em entrevista à imprensa no Japão, nesta terça-feira (20), o CEO da Honda, Takanobu Ito, afirmou que para 2012 está previsto para o mercado europeu a chegada de um pequeno motor a diesel.

No caso da Volkswagen, as apostas estão concentradas nas tecnologias híbrida e elétrica. Também durante uma coletiva de imprensa nesta terça-feira, o CEO da Volkswagen, Martin Winterkorn, anunciou o lançamento do modelo Jetta e sua versão híbrida nos Estados Unidos. Além disso, Winterkorn ressaltou que a fabricante alemã pretende que, até 2018, 3% das suas vendas globais sejam de modelos elétricos.

Fonte: GazetaWeb

Fotos Volkswagen In – Conceito Nacional

Compacto foi desenhado por brasileiros que venceram o concurso Talento Volkswagen

Anualmente, a Volkswagen do Brasil realiza o concurso Talento Volkswagen, que dá espaço a novos designers criarem seus projetos, sem qualquer limite de ousadia. Desta vez, a montadora investiu e chegou a criar um conceito de verdade com as linhas do carro vencedor do concurso no ano de 2008, criado pelo trio Kauré Martins, Rogério Okabe e Guilherme Motta.

O modelo chamado IN segue a linha de um carro pequeno para rodar nas grandes metrópoles. Suas linhas, tanto na dianteira, como na traseira, seguem o padrão atual de design da Volkswagen, no entanto, o modelo chega a lembrar o simpático Smart fortwo, lançado no Brasil no último ano e que tem feito sucesso entre o público.

Os designers também não escondem que se inspiraram no Fox para criar o carrinho de apenas 2,5 metros de comprimento. Basta olhar para a frente do carro e logo lembrar do hatch da montadora no Brasil. Por dentro, o modelo também conta com linhas bastante futuristas e um grande projeto de interação, com acesso a internet e outras comodidades.

Ainda de acordo com o projeto original, o carro utiliza tecnologia híbrida, com um motor elétrico, a fim de economizar combustível e diminuir a emissão de poluentes. Vale lembrar que o motor a combustão utiliza apenas álcool. Além dos diversos sketches com desenhos do carro, um modelo de verdade foi feito com base em clay.

Fonte: AutoEsporte