Arquivo da categoria: Sonic

Hatch e sedã se alinham a nova identidade visual da fabricante

foto-imagem-novo-sonic

Feito para se integrar ao time dos chamados compactos premium, o Sonic esteve presente como hatch e sedã no Brasil entre 2012 e 2014 – apenas dois anos de mercado. Concorrente do New FIesta, suas vendas não decolaram – e ainda seriam prejudicadas por fogo amigo com o sucesso do Onix. Nos EUA, no entanto, ele permanece na ativa, e acaba de ganhar um facelift para a linha 2017, com novo visual e central multimídia compatível com CarPlay e Android Auto.

Por fora, a linha 2017 do Sonic hatch e sedã adota a atual identidade visual da Chevrolet, que estreou na nova geração do Cruze. As mudanças incluem novo capô, faróis com assinatura em LED (que trazem lente, ao contrário da anterior), grade mais elevada, para-choque frontal com abertura de ar remodelada e traseira com lanternas de visual menos “tunado” que a versão hatch do modelo anterior. O para-choque traseiro adota uma inserção de plástico preto na parte inferior e traz linhas mais retilíneas. As rodas podem ser de 15, 16 ou 17 polegadas.

foto-imagem-novo-sonic

Embora não tenha liberado as imagens, a marca diz que o modelo adotou interior com um novo painel de instrumentos com velocímetro analógico, levando a crer que o modelo abandonou o painel inspirado em motos – com visual amado por uns e odiado por outros. A maior novidade mesmo é a nova central multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque, que agora possui compatibilidade com Apple CarPaly e Android Auto, além de possuir tecnologia 4G LTE, que transforma o carro numa espécie de “roteador” ao dispor de internet sem fio. Com isso, os ocupantes podem conectar seus smartphones e tablets ao carro.

foto-imagem-novo-sonic

Entre os equipamentos, destaque para os bancos e volantes com aquecimento, sistema keyless para abertura das portas e partida do veículo. Já a versão RS, de proposta mais esportiva, traz acabamento em black piano, tapete com emblemas da versão e aplique “RS” no volante. O pacote de segurança é formado por sistema de alerta de colisão frontal, controle de estabilidade e tração, sistema park assist, câmera de ré e até 10 airbags.

foto-imagem-novo-sonic

Entre os equipamentos, destaque para os bancos e volantes com aquecimento, sistema keyless para abertura das portas e partida do veículo. Já a versão RS, de proposta mais esportiva, traz acabamento em black piano, tapete com emblemas da versão e aplique “RS” no volante. O pacote de segurança é formado por sistema de alerta de colisão frontal, controle de estabilidade e tração, sistema park assist, câmera de ré e até 10 airbags.

Novo Sonic caem na internet

foto-imagem-novo-sonic

A apresentação do novo Chevrolet Sonic só acontecerá no começo de junho, durante o Salão de Chongqing. Mas as primeiras imagens oficiais do modelo já caíram na internet.

O design acompanha a nova identidade visual trazida pelo novo Cruze, exibido durante o último Salão de Pequim. A grade frontal do Sonic continua dividida em duas partes, mas agora ela está mais discreta. Os faróis ficaram menores e mais espichados, lembrando um pouco o visual do Hyundai HB20.

foto-imagem-novo-sonicAs imagens mostram a traseira do sedã, mas não do hatch. No caso do modelo três-volumes, os antigos elementos circulares foram substituídos por lentes convencionais. A Shanghai-GM, joint-venture responsável por fabricar os modelos da Chevrolet na China, lançará com o novo Sonic uma versão atualizada do sistema multimídia MyLink que terá novas funções.

foto-imagem-novo-sonicPor lá, o novo Sonic terá motores 1.4 S-TEC III para o sedã e 1.6 para o hatch. A potência de ambos despencou: o 1.4 entrega 99 cv (ante 103 cv do modelo antigo), enquanto o 1.6 tem 117 cv – frente os 121 cv de seu antecessor.

Preço R$ 46.200 – Carro da Chevrolet Sonic é lançado no Brasil

A General Motors lançou nesta terça-feira (29), em Búzios (RJ), o compacto Chevrolet Sonic, primeiro modelo feito na Coreia do Sul pela montadora exportado para o Brasil. O modelo vem nas versões hatch e sedã e custa a partir de R$ 46.200 e R$ 49.100, respectivamente. Os preços estão com o novo IPI.

Veja lista completa de preços do Sonic:

Sonic LT hatch: R$ 46.200
Sonic LT sedã: R$ 49.100
Sonic LTZ hatch manual: R$ 48.700
Sonic LTZ sedã manual: R$ 53.600
Sonic LTZ hatch automático: R$ 51.500
Sonic LTZ sedã automático. R$ 56.100

A GM espera vender cerca de 1.000 unidades por mês, de acordo com o vice-presidente da General Motors do Brasil, Marcos Munhoz. Segundo ele, como o apelo do design do carro é forte, o novo modelo deve atrair mais o público jovem, mesmo que se trate de um casal com criança pequena. Por esse motivo, a montadora desenvolveu as duas versões.

No entanto, Munhoz ressalta que a versão hatch deverá ser a mais vendida. Assim, o modelo completa a proposta da GM de dividir o segmeto de hatches, formando uma “tríade”, com o Agile, mais simples, e o Cruze Sport6, mais refinado.

Os concorrentes diretos do Sonic hatch são o Ford New Fiesta e o Honda Fit. No caso dos modelos sedã, City e New Fiesta sedã disputam com o lançamento da Chevrolet.

Por que sul-coreano?

O Sonic surgiu de um projeto sul-coreano para ser global. Ele já é vendido em cerca de 100 países e, no ano passado, atingiu a marca de 371 mil unidades comercializadas em todo o mundo. Para este ano, com a ajuda do Brasil, a Chevrolet pretende vender 500 mil unidades. Nos quatro primeiros meses do ano foram vendidos 142.825 carros pelo mundo, 30 mil somente nos Estados Unidos. “O Sonic se consolida para nós como um campeão de vendas, isso faz a gente acreditar que aqui, no Brasil, será também”, destaca Munhoz.

E esses números justificam trazer o modelo da Coreia do Sul. Munhoz explica que a linha do Sonic nos Estados Unidos trabalha com capacidade total. Além disso, a produção no México, que só vai começar no próximo semestre, também já está comprometida com o mercado norte-americano.

“Por custo logístico, trazer do México ou da Coreia do Sul dá no mesmo, porque toda nossa cota de exportação do acordo com o México (que permite a isenção da alíquota de exportação de 35%) vai para a Captiva”, afirma o executivo.

Painel azul e motor 1.6

O painel azul não esconde o sangue sul-coreano do Sonic. No entanto, sob o capô “bate” o motor 1.6 Ecotec Dual CVVT de 116 cv/120 cv . A tecnologia do motor é alemã, como os dois comandos de válvulas continuamente variáveis (CVVT) e coletor de admissão variável (VIM), e a tecnologia flex é brasileira.

A transmissão pode ser automática, de seis velocidades, ou mecânica. Entre os itens de segurança estão freios ABS, sistem de estabilidade (EBD) e airbag frontal duplo.