Arquivo da categoria: Agile

Sistema integrado ao veículo impõe uma limitação severa inexistente em outros modelos que dispõem do mesmo serviço

O carro ter WiFi a bordo soa como algo incomum, mas está longe de ser raro na indústria.

No Brasil a maioria dos modelos premium alemães já dispõe do recurso, e há quase oito anos a GM adotou uma tática sagaz (veja mais abaixo) para oferecer internet sem fio no Agile.

Para oferecer algo pioneiro, a Chevrolet novamente fez uso do jogo de palavras para destacar seu último lançamento, o novo Cruze, com opção de WiFi na cabine.

A marca alega que o médio é o primeiro carro do Brasil a oferecer internet nativo de fábrica. A diferença, na prática, é que o Cruze já virá com o cartão que permite conexão com a internet. Isso é verdade. Mas também é o maior entrave do carro.

Aproveitando o que já tem

Primeiro, um adendo importante. Na prática, todo Chevrolet no Brasil com sistema OnStar já tem acesso à telefonia celular. Isso é necessário para permitir o rastreamento do veículo (feito pela empresa Ituran) e conexão com o concièrge da marca.

O que a marca fez com o Cruze foi aumentar a integração do veículo com a telefonia celular. Isso incluiu um amplificador de sinal para aumentar a recepção da antena em até 12 vezes.

O chip que virá integrado à eletrônica da versão topo de linha Premier é da operadora Claro.

Nenhuma das empresas deu detalhes de valores, e revelaram apenas que os planos de dados a serem oferecidos vão de 2  a 50 GB, com preços partindo de R$ 29,90 por mês.

Além disso, todo carro terá a opção de degustação do serviço por até três meses ou ao chegar ao limite de 3 GB de dados, o que ocorrer primeiro.

E aí está o problema: de nada adianta você ter um plano de dados melhor com sua operadora, ou mesmo preferir uma empresa que ofereça um sinal mais intenso na região que você more.

“O chip é soldado na placa do sistema de áudio, e não pode ser removido”, explica Rosana Herbst, diretora de serviços conectados da GM.

Segundo a fabricante, isso ocorreu por conta de um acordo feito com a Claro e também para garantir a segurança eletrônica do veículo.

A limitação, porém, não existem em modelos como BMW e Porsche. Neles basta trocar o simcard, facilmente acessível em um compartimento do sistema multimídia.

Apesar disso, a internet 4G oferecida pelo veículo mostrou uma excelente velocidade durante os testes feitos em Indaiatuba (SP), em um local onde normalmente o sinal de internet móvel é fraco.

O roteador do Cruze permite a conexão de até sete dispositivos, permitindo aos ocupantes usarem tablets ou computadores sem desconectarem seus celulares, por exemplo.

Essa característica também abre caminho para que pessoas de fora do carro tenham acesso à internet, desde que estejam a até 15 metros do veículo e, claro, se houver sinal da Claro na região.

A solução para quem quiser internet a bordo sem depender dos serviços de uma só operadora é usar um modem portátil. Exatamente como o Agile WiFi fazia.

Pioneiro esquecido

A passagem do primeiro carro brasileiro com internet sem fio foi tão rápida que a própria fabricante esquece de sua existência. Também, pudera: somente 1.000 unidades do Agile WiFi foram feitas.

E o carro nem vinha pronto para acesso à internet. O modem, oferecido em parceria com a TIM, só chegava na residência do comprador dez dias após a compra.

O aparelho é idêntico aos equipamentos similares vendidos até hoje, e era alimentado pela energia do conector USB do rádio do Agile.

A vantagem é que o aparelho poderia ser levado para dentro de casa ou conectado em outro carro, além de possibilitar a troca do simcard.

O conceito era tão bom que até hoje é usado em vans executivas, que usam modems mais robustos para oferecer sinal a seus passageiros.

Nova Saveiro Rocket e Agile Crossport

foto-imagem-nova-saveiro

Volkswagen Saveiro RockeT


Nesta edição, a presença de conceitos nacionais foi pequena, apenas o Mio, da Fiat, mostrou alguma originalidade. Mas, das modificações promovidas em modelos de série dois carros nos chamaram a atenção, a Saveiro RockeT e o Agile Crossport.

A picape da Volkswagen não passa de um estudo, mas traz ideias interessantes como o motor turbo de 122 cv herdado da Audi e o câmbio de seis marchas. O design buscou inspiração em cupês e como hoje vale tudo em mesclar estilos dá até para entender a intenção da marca.

O Crossport é um Agile com cara de CrossFox. Pelo menos foi a primeira impressão que causou ver um compacto com visual off-road e pintura laranja. Nesse caso, a Chevrolet não quis inventar nada na parte mecânica, apenas mostrar ao público como ficaria o hatch em traje fora-de-estrada. Nem seu deu ao trabalho de montar o carro, tarefa repassada à conhecida Batistinha Garage.

O visual do carro só comprova que o Agile passa longe do conceito de automóvel. Ele se dá melhor mesmo no papel de mini-utilitário mesmo. Presente no Anhembi, o hatch Aveo, por exemplo, é incontáveis vezes mais interessante que a criação de Carlos Barba e cia. Só a GM não vê.

crossport-605x403

Chevrolet Crossport


 

IMG_2267-605x403

Volkswagen Saveiro RockeT


 

Carros mais vendidos do mês de janeiro 2013

carro-HB20-Hyundai-foto-imagem-lateral

O HB20 da Hyundai é um dos destaques da lista dos 10 carros mais vendidos em janeiro

A Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) encerrou o mês de janeiro com 296.853 automóveis e utilitários leves vendidos, o melhor desempenho histórico do mês. Somando caminhões, ônibus, motocicletas e demais equipamentos automotores, o número sobe para 450.770 unidades.

A lista dos mais vendidos em janeiro foi marcada pela presença de modelos novatos entre os dez principais e pela ausência de modelos da Ford. Os líderes de vendas continuam os mesmos. A expectativa da Fenabrave para 2013 é de que o número de vendas chegue a 3.743.285 autos e utilitários. Em 2012, o total chegou a 3.634.421.

Confira os carros e que fizeram a alegria dos consumidores – e dos vendedores – no começo do ano, segundo o registro de emplacamentos da Fenabrave:

1º Gol – Volkswagen –22.338
2º Uno – Fiat – 18.025
3º Palio – Fiat – 17.358
4º Fox/Crossfox – Volkswagen – 12.436
5º Onix – Chevrolet – 10.724
6º Siena – Fiat –9.852
7º Celta – Chevrolet – 9.241
8º HB20 – Hyundai – 9.030
9º Corsa Sedan – Chevrolet – 8.479
10º Voyage – Chevrolet – 8.024
11º Sandero – Renault – 7.357
12º Fiesta – Ford – 7.215
13º Chevrolet – Cobalt – 4.959
14º Punto – Fiat – 4.886
15º Ka – Ford – 4.640
16º Corolla – Toyota – 3.866
17º Chevrolet – Agile – 3.639
18º C3 – Citroen – 3.212
19º City – Honda – 3.208
20º Spin – Chevrolet – 3.024

Internet nos carros – Modelos de carros mais baratos agora vem com kit wi-fi

Antes privilégio de proprietários de carros “premium”, a conectividade com a internet começa a ser oferecida em modelos mais acessíveis.

A Chevrolet inicia nesta semana a distribuição às revendas do Agile Wi-Fi. A série especial do hatch compacto inclui todos os equipamentos da versão topo de linha LTZ e conexão 3G ilimitada por um ano, parceria da montadora com a operadora Tim.

O Agile Wi-Fi tem preço sugerido de R$ 43.635 — R$ 200 a mais que um LTZ normal. A diferença é inferior ao custo de um plano de internet por um ano. Após o período, o contrato precisa ser renegociado com a operadora.

Se há sinal de celular, um roteador com chip faz o acesso e gera uma rede dentro do carro. O equipamento é entregue em até dez dias úteis após a compra, com a senha de acesso, um carregador veicular e um cabo USB.

Em teste realizado pela Folha, até três dispositivos usaram a rede do carro simultaneamente com boa resposta. A velocidade pode ser reduzida de acordo com a quantidade de dados trafegados ou a qualidade do sinal.

A captação pode oscilar dentro de um túnel, por exemplo, como no GPS. O kit é fácil de usar, mas é preciso conectá-lo a cada viagem.

Já no Mercedes-Benz C250 (R$ 200 mil), navega-se diretamente na tela do painel.

“A evolução natural é integrar o recurso ao veículo, como aconteceu com o GPS. Antes, a GM oferecia um aparelho navegador para o Vectra GT. Hoje, os mapas já estão no painel do Cruze”, afirma Rodrigo Fioco, gerente de marketing de produto da GM.

Apesar de mais sofisticado, o sistema do Mercedes não tem um plano independente.

“Para por o carro em modo on-line, o usuário precisa de um celular Bluetooth com um plano de dados [3G]”, explica Evandro Bastos, gerente de marketing da Mercedes.

A vantagem do kit do Agile é que a conexão pode ser usada por todos os passageiros e em diferentes aparelhos, como computadores ou tablets. Portátil, o roteador também funciona bem em casa ou em outros carros.

“Ainda não conseguimos bloquear para carros da concorrência”, brinca Fioco.

Inicialmente, o Agile Wi-Fi é limitado a mil unidades.

Fotos Nova Picape Chevrolet Montana

Versão topo de linha, a Sport, tem preço sugerido de R$ 44.040.
Modelo ganha a ‘cara’ do Agile e maior capacidade de carga.

A Chevrolet revelou neste domingo (26) os preços da nova picape Montana. O segundo integrante da família Agile, também fabricado na Argentina, começa a ser vendido em outubro em duas versões, a partir de R$ 31.990.

O modelo de entrada, LS, sai de fábrica com para-choque na cor da carroceria, rodas de aço de 14 polegadas, regulagem de altura do banco do motorista, protetor de caçamba e de cárter. A configuração mais simples pode ser equipada com vidros, travas e retrovisores elétricos, computador de bordo, ar-condicionado e direção hidráulica por R$ 39.939.

A nova geração mantém a opção Sport como topo de linha. Com preço sugerido de R$ 44.040, a versão acrescenta ao pacote de série freios ABS, airbag duplo, piloto automático, luzes de neblina, rodas de 15 polegadas e sistema de som com entrada auxiliar e USB.

Mudança profunda
Da geração anterior, a nova Montana herda apenas o nome e o degrau na lateral para acesso à caçamba que passa a ter 1,64 m de comprimento, o que, segundo a fabricante, eleva a capacidade de carga para 758 kg e, em volume, para 1.100 litros. A Peugeot Hoggar, que apresentava maior espaço entre as concorrentes, tem capacidade de carga menor, de 742 kg, mas leva até 1.151 litros.

As dimensões da carroceria também sofreram alterações. Agora são 4,51 metros de comprimento, 1,70 metros de largura e 1,58 metros de altura.  O visual foi totalmente redesenhado e é caracterizado pela dianteira do Agile, com para-choque  mais “musculoso”, e a tampa traseira menor para não prejudicar a visibilidade. Já a cabine é idêntica ao do ‘primo’, com o mesmo quadro de instrumentos, volante, painel e assentos. Atrás dos bancos é possível carregar 164 litros.

Sob o capô, a nova Montana trará inicialmente apenas o motor 1.4 Econo.Flex com 102 cavalos de potência e 13.5 kgfm de torque, 3 cv a menos que a geração anterior e 1 kgfm a mais de torque. O bloco é o mesmo, mas de acordo com a marca, teve quer ser adaptado às novas dimensões da picape. Outra mudança, desta vez em relação ao hatch, é a alteração da relação da primeira e quinta marcha do câmbio manual.

1 milhão de unidades no Mercosul
O Omega australiano e o Camaro serão os próximos modelos a desembarcar no país. De acordo com o presidente da GM Mercosul, Jaime Ardila, este ano a Chevrolet deverá alcançar a marca de 1 milhão de unidades no Mercosul, montante que, segundo ele, será comercializado pela marca no Brasil em 2014.

“Queremos a liderança do mercado brasileiro” , afirmou o presidente. Para alcançar a meta, a fabricante aposta em na sua nova linha de produtos, plano que será concluído em 2012. Atualmente a GM é a terceira montadora do país, atrás da Fiat e da Volkswagen.

Fonte: G1

Flagra da nova picape Montana quase sem nenhum disfarce

Modelo baseado no Agile foi flagrado em Barra Bonita, interior de SP.
Lançamento será no final do mês. Novidade chega às lojas em outubro.

A sucessora da picape Montana foi flagrada quase sem disfarces em Barra Bonita, interior de São Paulo pelo leitor Alexandre Dias. Apesar dos adesivos, fica claro que se trata da picape baseada no hatch Agile, que estreou a nova identidade visual da marca. A nova Montana será lançada no próximo dia 26 e deve chegar às lojas no início de outubro.

Fonte: G1

Recalls no Brasil – Mais de 1 milhão de veículos: carros, motocicletas, caminhões – Dados são do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor(DPDC)

Montadoras fizeram 38 convocações de janeiro a agosto.
Departamento do MP Federal levantou dados a pedido do G1.

Nos oito primeiros meses do ano, já foram convocados no Brasil 1,052 milhão de carros, motocicletas, caminhões e comerciais leves em recalls, de acordo com o levantamento feito pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), do Ministério Público Federal, a pedido do G1.

A marca foi atingida após o anúncio de recall de 59.714 Chevrolet Agile, na última sexta-feira (27). Apenas para efeito de comparação, o número de veículos envolvidos em convocações neste ano equivale a um terço das 3,18 milhões de unidades produzidas no país em todo o ano passado.

O volume de convocados até agosto é o maior desde 2008, quando foram chamados de volta às concessionárias 1,26 milhão de veículos, e é 44% superior a 2009, que teve 728.525 unidades em recall. Em número de chamados, este ano contabiliza 38 até agosto, sendo que alguns recalls envolvem mais de um modelo. Em todo o ano passado, foram 43 convocações, pelos dados do DPDC, número considerado recorde.

Confira a lista dos veículos que foram convocados para recall até agosto de 2010


Fonte G1

Recall do Agile – Todas as Unidades

Mangueira de alimentação do combustível pode apresentar fissuras.
Em casos extremos, há risco de incêndio no compartimento do motor.

A GM/Chevrolet anunciou nesta sexta-feira (27) o recall de todas as unidades do Agile já produzidas. De acordo com a fabricante,  59.714 unidades do hatch, modelos 2010 e 2011, podem apresentar problemas na mangueira de alimentação do combustível e provocar incêndio.

Confira o chassis das unidades envolvidas:

Modelo 2010: de AR100003 a AR191692.
Modelo 2011: de BR100008 a BR143441.

Segundo a General Motors, fabricante do veículo, por causa de problemas no processo de produção, a mangueira pode apresentar fissuras na parte interna. De acordo com a montadora, há riscos de vazamento de combustível com possibilidade remota de incêndio no compartimento do motor.

A partir desta segunda-feira (30), os proprietários devem agendar uma visita a uma concessionária da marca Chevrolet para a substituição da mangueira. O atendimento terá início a partir de 13 de setembro.

Mais informações podem ser obtidas no telefone 0800 702 4200, ou pelo site da Chevrolet.

A Fundação Procon-SP alerta que, por se tratar de possibilidade de acidente com risco à saúde e segurança, o atendimento deve ser de imediato. Feito o serviço, os consumidores devem guardar o comprovante, para ser repassado em caso de venda.

Os consumidores que já passaram por algum acidente causado pelo defeito poderão solicitar reparação por danos morais e patrimoniais eventualmente sofridos.

Informações ou reclamações podem ser feitas pelo telefone 151 ou pelo site instituição www.procon.sp.gov.br.

Fonte: G1

Flagra: nova Montana sai da toca

Fotografamos a nova geração da picape Chevrolet que chega no fim do ano

É na calada da noite que a Chevrolet do Brasil coloca para rodar em fase final de testes um de seus próximos lançamentos: a picape do Agile, que vem para substituir a Montana.

O modelo foi flagrado pela nossa reportagem próximo à fábrica da montadora em São Caetano do Sul (SP). A picape roda apenas com adesivos no para-choque dianteiro, lanternas e logotipos, que escondem suas principais novidades.

A caçamba lembra e muito a da Montana, porém, mais encorpada, para acompanhar a dianteira do Agile, maior que a do Corsa. Sob o capô, o modelo roda com motor 1.4, que será o único disponível no início. A chegada do modelo no mercado brasileiro acontece antes do Salão do Automóvel, que acontece em outubro.

Fonte: AutoEsporte

Fotos Chevrolet Agile,Spark e Cruze no Salão de Detroit

Modelo é equipado com rodas de 16 polegadas.
GM quer aumentar produção do carro em fábrica na Argentina.

O hatchback Agile, modelo desenvolvido no Brasil pelo Centro Tecnológico da General Motors do Brasil, foi apresentado pela Chevrolet no Salão Internacional do Automóvel de Detroit, inaugurado oficialmente nesta segunda-feira (11) e que será aberto ao público a partir do próximo sábado (16).

Tim Lee, presidente das Operações Internacionais da General Motors Company, participou da exposição dos modelos, e destacou que a Chevrolet tem registrado um crescimento expressivo nas vendas de veículos no mundo. Em 2009, as vendas totais da Chevrolet totalizaram 1,34 milhão de unidades, das quais o Brasil e a China responderam por participação de 27%.

O Agile exibido é um veículo na cor amarelo Carman, equipado com rodas de 16 polegadas, na versão LTZ, tendo sido 100% desenvolvido pelo Centro Tecnológico da General Motors do Brasil.

A GM programa aumentar a produção do Agile na fábrica de Rosario, na Argentina, para atender a demanda do mercado. O objetivo é ampliar o mais rápido possível a produção de 6 mil para 8 mil unidades mensais neste ano.

Fonte: G1