Arquivo da categoria: Blindado

Carro blindado – Vendas aumentam – O número de carros blindados no país bateu recorde pelo quarto ano consecutivo

carros-blindados-aumento-nas-vendas-inseguranca-foto
Levantamento realizado pela Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin) revela que o número de carros blindados no país bateu recorde pelo quarto ano consecutivo. Em 2013, 10.156 veículos receberam a proteção. O número é 21,13% maior que em 2012, quando 8.384 carros foram blindados. Em 2011 e em 2010 foram blindados, respectivamente, 8.106 e 7.332 carros. A pesquisa contou com a participação de 31 blindadoras associadas à entidade e que representam 70% da produção total de veículos blindados no país.Para o presidente da Abrablin, Laudenir Bracciali, “a sensação de insegurança cada vez maior em todo o país é o fator principal que explica o aumento da procura pelo serviço. Com medo diante da violência urbana, muitos cidadãos, inclusive, substituem o investimento em um modelo de carro mais luxuoso por um modelo um pouco mais simples, mas com a segurança da blindagem”, afirma.Empresários do setor concordam e ressaltam a necessidade de o cidadão buscar alternativas de proteção. “A blindagem automotiva cresceu consideravelmente no país porque tem ocupado o buraco na segurança deixado pela falta de ações efetivas de combate à criminalidade por parte do setor público”, afirma Fábio Rovêdo de Mello, diretor da Concept Blindagens, sediada em São Paulo. “A estabilidade no preço do serviço ao longo dos últimos dez anos também foi mais um fator que impulsionou o setor”, diz o executivo da empresa que blindou cerca de 750 carros em 2013.No ranking divulgado pelo levantamento com os estados que mais blindaram veículos em 2013, São Paulo lidera, com pouco mais de 63,04%, seguido pelo Rio de Janeiro, com 12,18%. Os outros três estados que compõem o “Top 5” são do Nordeste: Pernambuco (6,37%), Ceará (5,94%) e Bahia (2,84%).

Os quase 10% restantes do universo blindado estão distribuídos por estados de todas as regiões brasileiras: Amazonas, Pará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Mato Grosso, Espírito Santo, Distrito Federal, Goiás, Rio Grande do Norte, Alagoas e Paraíba.

“Essa distribuição ilustra que a insegurança é um sentimento geral, não mais regionalizado, como acontecia há alguns anos”, diz Bracciali.

Perfil de quem blinda

A pesquisa da Abrablin, que também traz o perfil do usuário de blindagem, mostra que cresce a participação das mulheres no setor. O sexo masculino predomina com 57% do total de usuários, mas as mulheres aumentaram sua participação. Em 2013, elas representaram 43%. Em 2012, somavam 42,5% do setor e em 2011, 35%.

“Elas estão assumindo cada vez mais o seu papel de destaque no ambiente profissional e corporativo, o que lhes garante condição financeira para investir em segurança por meio da blindagem ou até receber o blindado como benefício pelo cargo que ocupa”, explica o diretor da Concept. No ano passado, 38% dos carros blindados na empresa foram para o público feminino.

Por faixa etária, os homens que mais recorreram à blindagem automotiva (23%) foram os que tinham de 30 a 39 anos, mesma faixa e porcentagem percebida no público feminino. Em 2012, a faixa etária masculina foi a mesma, mas, entre as mulheres, a blindagem se concentrava mais na faixa entre 40 e 49 anos.

Do universo total dos usuários, 70% é formado por executivos/empresários; 15% artistas/cantores; 8% juízes; e 7% políticos.

Conquest Knight XV – Carro de luxo blindado – Apenas 100 unidades – Preço, mais de 1 milhão de reais

Trunfo do motor não é a potência, mas o torque para mover a carroceria de cinco toneladas (Foto: Divulgação)

Construído sobre o chassi de um caminhão Ford F-550, o Conquest Knight XV mistura luxo com robustez num veículo de quase 7 metros de comprimento e motor V10 bi-combustível de 6.8 litros, responsável por mover a carroceria blindada de mais de cinco toneladas. O preço é de quase RS$ 1.150 milhão. O carro é tão exclusivo que apenas 100 unidades serão produzidas.

Knight XV tem interior de luxo e blindagem externa (Foto: Divulgação)

Os custos de produção do carro são tão altos que a Conquest resolveu esperar e medir a reação dos seus seletos consumidores. Caso o retorno do mercado seja bom, a companhia canadense não descarta começar a produzi-lo em série.

Interior tem espaço e conforto para os seletos proprietários do Knight XV (Foto: Divulgação)

As opções de motorização do Knight XV ficam com potência próxima a 300 cavalos, o que pode soar pouco para um carro deste preço. Mas oferecem torque abundante para mover a pesada carroceria blindada e garantir alguma agilidade ao carro. Em termos de combustível, são 263 litros no tanque.

Destinado a autoridades, empresários e celebridades, o veículo foi desenvolvido para garantir o maior conforto e segurança possíveis. Baseado nos conceitos e desenhos dos veículos militares norte-americanos, o Knight 15 oferece blindagem para a maior parte dos calibres de armas menores, como o 44. Os pneus são especiais e podem suportar tiros e continuar operacionais por alguns quilômetros.

No interior, luxo e sofisticação, que criam um contraste com o exterior de ares belicosos do modelo. Revestimentos em couro, bastante espaço e estofamento de qualidade prometem agradar aos 100 compradores do Knight XV. A central de entretenimento do carro, por exemplo, conta com TV e Xbox 360.

Vendas de blindados disparam e atingem classe média no México

Guerra do narcotráfico estimula famílias a investirem em blindados.
Alta nas compras do tipo de carro foi de 20% em 2010.

Carros blindados e coletes à prova de balas não são de uso exclusivo para agentes do governo, executivos estrangeiros e super-ricos no México. Com a guerra do narcotráfico se espalhando pelo país, houve um disparo nas vendas desses artigos.

As vendas de veículos blindados subiram 20% em 2010, o ano mais violento da guerra do governo contra os cartéis de drogas, que já dura quatro anos. Foram vendidas 1.900 unidades, de acordo com a Associação Mexicana de Veículos Blindados.

Em uma oficina na Cidade do México, mecânicos estavam ocupados instalando vidros à prova de balas e placas metálicas em veículos de luxo a sedãs de famílias humildes. “Há alguns anos, os blindados eram para empresários ricos ou famílias poderosas do México. Hoje, a variedade de clientes aumentou, porque gente comum agora sente os mesmos riscos”, disse Fernando Echeverri, que comanda a empresa Ballistic, dona da oficina.

Guerra e medo
A guerra entre cartéis rivais e forças de segurança só está piorando e já matou mais de 33 mil pessoas desde o final de 2006, deixando os cidadãos comuns em estado de medo constante, especialmente com o aumento de mortes de civis em cidades do norte, como Monterrey e Ciudad Juárez.

As autoridades dizem que a maior parte da violência relacionada com as drogas não é dirigida a cidadãos comuns, mas os sequestros e extorsões estão atingindo famílias de classe média.

E enquanto os veículos blindados mais sofisticados, que custam mais de 120 mil dólares, estão fora do alcance dos consumidores da classe média, a proteção mais econômica, incluindo as roupas à prova de balas, vende abundantemente.

Fonte: G1