Google

Viagem de carro – Dicas de como acomodar a bagagem no carro

Data: novembro 29, 2009
Opiniões
Deixe a sua!

Excesso de malas e objetos soltos podem prejudicar a visibilidade.
Distribuição de peso é importante para evitar desgaste da suspensão.

Levar-objetos-em-cima-do-carro-interfere-na-aerodinamica-do-veiculo--Foto-Daigo-OlivaG1

As férias estão chegando e com elas as viagens de carro com a família toda passam a ser mais frequentes. Nesse período não se pode esquecer do porta-malas, que costuma ficar cheio de objetos de todos os tipos.

Pegar estrada exige alguns cuidados com a bagagem para garantir a segurança e conforto dos passageiros durante a jornada. O mais comum é o motorista colocar os objetos de qualquer jeito, sem a menor preocupação.

Desse modo, o que vemos nas estradas brasileiras são veículos trafegando abarrotados de sacolas, mochilas e malas por todos os lados. O vidro traseiro desaparece e muitos objetos ficam soltos, um pecado mortal. É importante que todo motorista saiba que segundo o artigo 105 do Código de Trânsito Brasileiro obstruir a visão do retrovisor interno de veículos de passeio é uma infração grave e sujeito a multa. Então, veja algumas dicas para aproveitar ao máximo o espaço do seu carro.

Para começar, faça uma lista com tudo o que será necessário para a viagem. Essa relação é importante para se ter uma noção do que vai ser transportado e assim saber onde colocar cada coisa, além de ter uma ideia real se haverá espaço suficiente para tudo. Lembre-se de avaliar o que deve ficar à mão e assim facilitar o acesso ao porta-malas. Outra dica bacana é não deixar para arrumar a bagagem somente no momento de partir. Muitas vezes tudo que é feito as pressas fica de qualquer jeito e isso é o que não deve acontecer com a bagagem do seu automóvel.

Tudo que puder deixar de levar é importante. Carregar objetos desnecessários além de dificultar a montagem da bagagem também consome combustível desnecessariamente. Saiba que qualquer quilo de sobra faz diferença.

Seja organizado

Organização é sempre bem vinda, assim organize sua bagagem por categorias. Fica a seu critério, mas poderia, por exemplo, ser assim: roupas, agasalhos, calçados, produtos de higiene, utensílios de camping, materiais de pesca, de praia e por aí vai.

Procure utilizar malas de formatos variados, pois o objetivo será aproveitar todo o espaço do porta-malas. Mas lembre-se, malas muito grandes são complicadas de encaixar, além de serem desconfortáveis para, por exemplo, subir escadas. Em uma viagem, independente da duração, é fundamental levar uma mochila pequena para acomodar uma troca de roupa em uma emergência, guardar documentos, artigos eletrônicos ou mesmo levar a praia, uma caminhada, etc.

Coloque os volumes mais pesados no fundo. As malas maiores e aquelas mais rígidas ficam embaixo.Por cima delas a bagagem mais flexível e os objetos frágeis. Procure dividir a bagagem pelo peso também, de modo que o carro fique equilibrado, sem peso em excesso num dos lados. Além de facilitar a condução também evite o desgaste de peças da suspensão.

Dentro do carro nenhum objeto pode viajar solto. Isso vale para as coisas que ficam no painel, nos bancos, nos portas-treco e principalmente em cima da tampa traseira, nos carros do tipo perua e naqueles em que se tem acesso ao porta-malas pelo interior do veículo.

Essa medida é fundamental, pois em caso de acidente um objeto que esteja solto no interior do carro pode se transformar em uma armadilha mortal, capaz de fazer um enorme estrago. Na pior das hipóteses, coloque em baixo dos bancos, nos eventuais bolsos na parte de trás dos bancos dianteiros, no porta-luvas ou mesmo nos portas-mapa das portas.

Tome cuidado com latas de refrigerante e garrafas de água. Se não estiverem bem encaixadas podem escapar e rolar para os pedais do motorista, o que pode ocasionar um acidente. No caso de brinquedos para as crianças, leve somente aqueles que cabem nos compartimentos internos do carro.

Mas vamos ser realistas. Muitos carros nacionais não esbanjam espaço no porta-malas. Então, o que fazer? No caso de uma perua, por exemplo, se tiver que avançar as bagagens e talvez colocar alguma mala pequena em cima da tampa do porta-malas, a dica é que fique presa, bem afixada. Isso é possível com cordas elásticas. Nos modelos hatch, que tem acesso ao porta-malas pelo interior do carro, a regra é a mesma. Não esqueça que não se pode atrapalhar a visão do retrovisor interno.

Se ficar na dúvida, faça antes de pegar a estrada um teste para conferir se a bagagem esta devidamente colocada no carro. De uma volta na quadra, vá sozinho de preferência e, sem exagerar, faça movimentos bruscos e uma freada mais acentuada. O objetivo é verificar se não ficou nenhum objeto solto, capaz de machucar algum ocupante.

Uma opção para solucionar a falta de espaço pode ser a instalação de bagageiros de teto, racks ou mesmo um porta-bicleta. Um detalhe importante a se considerar é que tal dispositivo vai interferir na aerodinâmica do automóvel e em consequência no consumo de combustível. Mas se não tiver outra opção, o jeito é esse. Vale lembrar que existe um limite de peso para transportar objetos, tanto para o bagageiro, quanto para o veiculo. Por isso é recomendável levar os itens mais leves nesse equipamento.

No mais é aproveitar as férias e relaxar com a família. Boa viagem!

Fonte: G1

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.