Google

Seguros de carros barateiam no Rio após instalação de UPPs

Data: fevereiro 15, 2011
Opiniões
Deixe a sua!

A implantação de UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) e a consequente redução nos índices de criminalidade fizeram com que o preço médio dos seguros de automóveis ficasse mais barato no Rio de Janeiro.

Segundo dados do Sincor-RJ (Sindicato dos Corretores de Seguros), de agosto até dezembro de 2010, a redução ficou entre 15 e 20%.

“Nos locais onde as UPPs foram implantadas há mais tempo, podemos perceber reduções ainda maiores. Até mesmo onde ainda não há unidades da polícia houve menos criminalidade”, afirmou o presidente do Sincor, Henrique Brandão.

No IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), calculado pelo IBGE, as apólices de seguro de automóveis no Rio tiveram recuo de 12,6% nos preços acumulados de 2010 em relação ao ano anterior. Esse índice é maior que as médias de retração de São Paulo (7,2%) e do país (3,5%).

Levantamento feito pelo Clube dos Corretores do Rio indica que a maior redução foi em Madureira, zona norte, onde segurar um carro em dezembro de 2010 foi 20,5% mais em conta do que no mesmo mês de 2009.

Em Copacabana, bairro da zona sul que tem UPP, a redução foi de 13,5%. Houve diminuição também nos municípios de Nova Iguaçu (21,4%), na Baixada Fluminense, e em Niterói (10,8%), na região metropolitana.

Dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) mostram que o total de roubos e furtos de veículos no Estado caiu de 44.437 em 2009 para 39.268 em 2010. Houve ainda aumento de 41% na quantidade de automóveis recuperados.

De acordo com dados do ISP (Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro), houve redução de 19,1% nos roubos de carros, comparando dezembro de 2010 com o mesmo mês do ano anterior.

“Mesmo com o IPCA registrando custo elevado de mão de obra de oficina, conseguimos redução do preço médio do seguro no Rio. A resposta é rápida do setor quando há redução de criminalidade”, disse Amilcar Vianna, presidente do Clube dos Corretores.

Segundo o Sindicato de Corretores de Seguros, a Lei Seca também contribui para redução dos preços médios de apólices pois levou à redução de acidentes e do total de carros circulando à noite na cidade.

Fonte: Agência de Notícias

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.