Google

Peugeot volta firme à briga

Data: julho 30, 2010
Opiniões
Deixe a sua!

Depois de pular a geração do 207 francês, marca prepara o 208 nacional igual ao modelo europeu

Quando o bem-sucedido 206 evoluiu para 207 na França, a Peugeot brasileira fez as contas e concluiu que seria inviável produzir o mesmo carro na fábrica de Porto Real (RJ). Na época, o mercado brasileiro ainda não tinha crescido tanto, e a plataforma do modelo europeu parecia demasiada cara e sofisticada para os padrões do mercado nacional. Daí a solução de usar a base do velho 206 para fazer um 207 mais baratinho, com mudanças meramente visuais (na França ele cresceu e se sofisticou).

Se por um lado a Peugeot economizou em investimentos, por outro o 207 nacional não emplacou grande sucesso nas vendas. O consumidor não enxergou nele um avanço em relação ao 206. Agora, com o mercado batendo recordes, a Peugeot percebeu que vale a pena investir num compacto mais moderno. Em 2012 nascerá o 208 nacional, bem semelhante ao que haverá na Europa. Quem garante que isso é verdade? Fornecedores de peças. Eles já foram contatados pela marca francesa e começam a trabalhar nos componentes do 208. Graças a eles, e a informações vindas da França, chegamos à projeção que você vê nesta página (acredite!), muito fiel ao carro que estará no Salão do Automóvel, não deste ano, mas de 2012. A motorização será a mesma atual (1.4 e 1.6), com melhorias até lá.

Além de o Brasil ganhar relevância na estratégia global do grupo PSA (que inclui a Citroën), o que pesou a favor da decisão de fazer o 208 no Brasil foi o fato de ele ter a mesma base do novo Citroën C3, que também será produzido aqui no fim de 2011. Aliás, a base é a mesma do Citroën Air Cross, misto de minivan e jipinho que chega este ano. Da mesma plataforma sairão o C3 Picasso e um sedã derivado do 208. Não haverá mais a perua. E o 207? Continuará sendo vendido com preços mais acessíveis, pelo menos até a chegada de um novo popular (o futuro 107) em 2013.

Fonte: G1

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.