Lista das montadoras livres do aumento do IPI – Governo divulga 18 empresas que cumprem as regras necessárias para ter o benefício

Written on:janeiro 31, 2012
Comments
Add One

Para ter menos imposto, 65% das peças devem ser
nacionais

Ao todo, 18 empresas cumprem as regras necessárias para ter benefício.
Marcas fora dos requisitos exigidos terão alíquotas entre 37% e 55%.

O governo divulgou nesta terça-feira (31) a lista das 18 montadoras instaladas no Brasil que estão livres do pagamento de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) mais alto na produção de veículos no país até dezembro deste ano. Conforme estudo realizado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), elas cumprem as regras de produção nacional e de investimento em inovação, o que inclui ter 65% de peças nacionais na montagem do veículo.

A lista é a definitiva e foi publicada no “Diário Oficial da União” (veja aqui a nota oficial) — a lista anterior que vigora desde dezembro era provisória e só garantia o benefício fiscal até esta quarta-feira (1º). As montadoras são as seguintes: Agrale, Caoa (Hyundai), Fiat, Ford, GM, Honda, Iveco, MAN, Mercedes-Benz do Brasil (caminhões), MMC Automotores (Mitsubishi), Nissan, Peugeot, Renault, Scania, Toyota, Volkswagen, Volvo (caminhões) e International Indústria Automotiva da América do Sul.

Só carros ‘nacionais’

O benefício dessas montadoras engloba apenas os modelos fabricados no país ou importados de regiões com acordos comerciais, como Mercosul, México e Uruguai. De acordo com a portaria, as montadoras habilitadas ainda estão sujeitas à verificação do cumprimento dos requisitos exigidos, bem como ao cancelamento da habilitação definitiva. As empresas fora da lista, a maioria sul-coreanas, chinesas e marcas de luxo, pagam IPI reajustado em 30 pontos porcentuais. O aumento começou a valer em dezembro passado.

‘Brasil maior’

Para pagar imposto menor, além 65% de índice de nacionalização de peças (inclui gastos com ações de marketing), as montadoras são obrigadas a realizar ao menos 6 de 11 etapas da fabricação de veículos em território brasileiro e investir 0,5% do faturamento líquido em pesquisa e desenvolvimento. Assim, as alíquotas de IPI para veículos variam de 7% a 25%, dependendo da cilindrada do veículo e do segmento.

Já para as montadoras que estão fora dos requisitos exigidos, o imposto vai variar de 37% a 55%. De acordo com a portaria, o aumento do tributo vale até dezembro de 2012 e faz parte do plano de estímulo à indústria “Brasil Maior”. No entanto, empresas importadoras ligadas a Associação Brasileira de Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva), temem que a mudança torne algo permanente.

Barreira à tecnologia

A Abeiva — formada por Aston Martin, Audi, Bentley, BMW, Changan, Chery, Chrysler, Dodge, Effa Changhe, Effa Hafei, Ferrari, Hafei Motor, Haima, Jac Motors, Jaguar, Jeep, Jinbei Automobile, Kia Motors, Lamborghini, Land Rover, Lifan, Maserati, Mini, Porsche, SsangYong, Suzuki e Volvo — reiterou nesta segunda-feira (30) o pedido já formalizado ao MDIC para o governo rever o Decreto 7.567.

A postura da entidade foi tomada a após o Banco Central divulgar, na semana passada, que a indústria automobilística no Brasil foi o setor que mais remeteu dinheiro ao exterior no ano passado, superando bancos e empresas de telecomunicações, que ficaram com o segundo e terceiro lugares, respectivamente.

“Quem vive fase de necessidade de proteção governamental não envia lucros exorbitantes às suas matrizes”, argumenta o presidente da entidade, José Luiz Gandini. A Abeiva protocolou no início de dezembro – em 3 ministérios – carta com proposta de importações autorizadas até o limite de 200 mil unidades por ano, com igual alíquota de IPI em relação aos carros montados localmente.

“Esse volume significa apenas 5,6% do mercado brasileiro, levando em consideração a projeção inicial de 3,52 milhões de unidades em 2012”, afirma Gandini. “Com a participação dos veículos importados, é possível inibir inclusive essa remessa exorbitante de lucros às matrizes das montadoras, forçando a pratica no Brasil de preços balizados pelos preços praticados internacionalmente, pelas marcas ainda sem fábrica no país, já penalizadas com a alíquota máxima de imposto de importação, que é de 35%”, avalia em nota o presidente da Abeiva.

No início deste mês, Gandini anunciou que os preços dos carros importados vão subir entre 15% e 28% por causa do aumento do imposto. A Abeiva acredita que, neste ano, a demanda por importados que estão fora dos acordos do Mercosul e do México deva cair 20%. “Nossas primeiras estimativas são de 160 mil unidades para 2012″, afirma o presidente da Abeiva e da Kia Motors do Brasil.

Outro argumento das associadas é que esta postura em relação aos importados somente inibe a entrada de novas tecnologias no país, normalmente presentes em carros considerados “premium”.

Carro elétrico Hiriko – Conceito de veículo elétrico diminui ao estacionar

Written on:janeiro 30, 2012
foto-imagem-carro-eletrico-espanhol-Hiriko

O governo espanhol, em parceria com o MIT, Afypaida e Denokinn, desenvolveu um conceito de carro elétrico que será uma solução verde e compacta para o tráfego em 2013. Trata-se do Hiriko, um veículo com leve e de proporções diminutas. O modelo economiza tempo e espaço com seu sistema de compressão para estacionamento. Na contramão dos grandes e pesados carros convencionais, que possuem em média 5 m de extensão (modelos…

Read more...

Momento certo de trocar os pneus

Written on:janeiro 27, 2012
fotos-imagens-momento-certo-de-trocar-os-pneus

  SÃO PAULO – Na hora de trocar os pneus do carro, sempre surgem algumas dúvidas, entre elas, se é preciso trocar somente os dianteiros, os traseiros ou todos, por exemplo. Segundo o gerente-geral de engenharia de vendas da Bridgestone, José Carlos Quadrelli, a vida útil do pneu depende de vários fatores. “Pode variar de acordo com o tipo de pneu (radial ou diagonal), com o volume de carga transportada,…

Read more...

Carro da Kia Sportage flex – Crossover ficou com motor 12 cv mais potente com etanol e chega a 178 cv

Written on:janeiro 25, 2012
foto-imagem-kia-sportage-flex-crossover

A Kia Motors do Brasil já comercializa o crossover médio Sportage com motorização flex no país. O bloco 2.0 litros de quatro cilindros que empurra o utilitário agora produz 169 cv de potência com gasolina, e ganhou 12 cv com etanol, passando a gerar máxima de 178 cv. A atualização na mecânica também contemplou a caixa de câmbio manual, que passa a ter seis marchas em vez de cinco –…

Read more...

A cidade dos carros – Estacionamento vertical vira atração de visitantes em montadora na Alemanha

Written on:janeiro 24, 2012
foto-imagem-estacionamento-de-carro-alemanha

Uma estrutura inovadora, localizada dentro de uma fábrica de carros, em Wolfsburg, na Alemanha, acabou se tornando um dos principais pontos turísticos da cidade. Trata-se do Car Towers Autostad, um estacionamento vertical de 48 metros de altura, com capacidade para abrigar cerca de 400 automóveis. Com uma arquitetura arrojada, ele é composto por duas uma torres circulares de 20 andares, onde utilitários são levantados por braços robóticos e estacionados nas…

Read more...

Taxas deixam financiamento do carro mais caro – Cobrança indevida eleva valor do veículo em até 35%

Written on:janeiro 19, 2012
foto-imagem-financiamento-de-carro-mais-caro

O consumidor brasileiro deve ficar atento ao contratar o financiamento de um veículo. De acordo com a União Brasileira dos Consumidores, instituições financeiras estão cobrando taxas abusivas, que podem elevar o valor final do carro entre 10% e 35%. “Recebemos centenas de reclamações nos últimos meses relacionadas a cobrança ilegal de taxas. As financeiras estão repassando para o consumidor custos operacionais do negócio”, afirma Roberto Gilvaz, diretor jurídico da associação….

Read more...

Resolução do Contran – Placas Refletivas e Motorista gastará mais

Written on:janeiro 19, 2012
fotos-imagens-resolucao-contran-placa-refletiva-mais-caro

Resolução do Contran obriga uso de placas refletivas em veículos e motorista gastará mais Quem pretende comprar um carro novo ou fazer a transferência de veículo de uma cidade para outra terá que mexer no bolso. O gasto extra é de médios R$ 100 por veículo. Depois de 1º de abril, o gasto adicional será obrigatório para mudar as placas dos veículos. O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) adiou de…

Read more...

Proprietário de carro que não comunicar ao Detran a venda do seu veículo pode ter surpresa com: IPVA, multas, impostos e por crimes e acidentes envolvendo o veículo

Written on:janeiro 18, 2012
foto-imagem-Carteira-de-Habilitacao-CNH

Os motoristas que venderam um carro e não comunicaram a venda ao Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) podem ter uma surpresa junto com a cobrança do IPVA. Enquanto o carro estiver no nome do antigo proprietário, ele continua responsável por multas, impostos e também por crimes e acidentes envolvendo o veículo. Para evitar o problema é preciso ir ao Detran com uma cópia autenticada do certificado de…

Read more...

Dicas para dirigir com economia

Written on:janeiro 16, 2012
fotos-imagens-dicas-dirigir-com-economia

Dirigir com economia É verdade que o avanço tecnológico tem proporcionado ao consumidor veículos cada vez mais econômicos e menos poluentes, mas nunca é demais adotar um estilo de direção capaz de diminuir ao máximo o gasto com combustível – que, convenhamos, não anda nada barato há anos. Para os motoristas que têm o pé direito bem “pesado” ou para aqueles que não são lá muito cuidadosos com a manutenção,…

Read more...

Fotos Nova S10 sem disfarces

Written on:janeiro 12, 2012
fotos-imagens-lancamento-nova-chevrolet-s10-sem-disfarces

Picapes de teste do modelo Chevrolet S10 têm sido vistas em diversas cidades. Nova geração é um dos lançamentos mais esperados para este ano. Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo… Pouco antes de sua estreia, prevista para este trimestre, a nova picape Chevrolet S10 tem sido fotografada em diversas cidades, cada vez menos disfarçada. A S10, totalmente renovada, é um dos lançamentos mais esperados para o ano. Desenvolvida no…

Read more...