Google

Multas na cidade de São Paulo em 2012 – Número de multas de trânsito cresce quase 5%

Data: janeiro 17, 2013
Opiniões
Deixe a sua!
agente-da-cet-com-um-radar-pistola-foto

Um agente da CET com um radar-pistola
(Foto: Apu Gomes/Folhapress)

O número de multas em 2012 na capital paulista subiu 4,7% em relação a 2011 e chegou a 9,9 milhões. Com isso, a arrecadação subiu também de R$ 747 milhões para R$ 799 milhões. Os dados são da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

O número de multas é recorde e cresce a cada ano – em 2008, por exemplo, foram 4,6 milhões. Segundo a CET, o aumento está relacionado à ampliação da fiscalização eletrônica e à melhor tecnologia.

O aumento em 2012 foi impulsionado principalmente pelas infrações cometidas por caminhoneiros que circularam em local ou horário proibido, já que em março do ano passado a CET passou a fiscalizar o tráfego de caminhões em vias onde a circulação se tornou restrita, como a Marginal Tietê. O número de multas para caminhões circulando em local ou horário proibido saltou de 288,6 mil para 399,9 mil (aumento de 38,6%).

Também cresceram as multas que estão no quesito “outros enquadramentos”. É onde estão por exemplo as multas por desrespeito às faixas de pedestre e à preferência do pedestre para atravessar a rua – O Programa de Proteção ao Pedestre foi criado em maio de 2011. No total foram 1,6 milhão de multas em 2012, o que representa um aumento de 173,8%.

Queda

Por outro lado, o número de multas diminuiu em vários outros quesitos. É o caso das multas por excesso de velocidade, o tipo de infração mais comum. A redução foi de 3,3 milhões para 3,1 milhões (3,9%). Algo semelhante aconteceu em relação ao rodízio – as infrações caíram de 2,6 milhões para 2,1 milhões (17,7%).

A CET afirma que os resultados de 2012 refletem “a ampliação da fiscalização eletrônica implementada nos últimos anos e o aprimoramento tecnológico desses equipamentos”, o que permitiu um ganho na qualidade das imagens das infrações captadas, reduzindo o número de descartes por falta de legibilidade.

Atualmente, a cidade de São Paulo dispõe de 582 equipamentos de fiscalização eletrônica em operação. A diferença no número de radares no ano passado em relação a 2011 se refere apenas aos seis radares pistola adquiridos em março de 2012.

A CET afirmou ainda que os valores arrecadados com infrações de trânsito são depositados no Fundo Municipal de Desenvolvimento de Trânsito. O valor é utilizado em sinalização, treinamento dos agentes, programas de educação no trânsito e renovação da frota da CET, entre outras ações.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.