Google

Jeep baixa preço dos carros depois da crítica de um colunista da revista americana

Data: setembro 21, 2012
Opiniões
Deixe a sua!

Pouco mais de um mês depois de uma revista americana afirmar que os carros da Jeep (e de outras marcas) serem absurdamente caros no Brasil, a marca promoveu uma série de reduções de preço no País, com descontos que chegam a R$ 25 mil. Aliás, um dos modelos que contou com a maior redução foi justamente o Jeep Cherokee, utilizado como exemplo no artigo assinado pelo colunista Kenneth Rapoza.

Em comunicado, a Chrysler declarou que a promoção é por tempo limitado e inclui reduções de até 13% nos principais modelos vendidos por aqui. Veja abaixo quais carros tiveram seus preços alterados:

Chrysler 300C: de R$ 194,9 mil para R$ 169,9 mil (redução de R$ 25 mil)
Jeep Compass: de R$ 97,9 mil para R$ 89,9 mil (redução de R$ 8 mil)
Jeep Grand Cherokee Laredo: de R$ 179,9 mil para R$ 159,9 mil (redução de R$ 20 mil)
Jeep Grand Cherokee Limited: de R$ 204,9 mil para R$ 179,9 mil (redução de R$ 25 mil)

Com o desconto quem comprava um Cherokee Laredo (versão de entrada) até a última quinta-feira (20) agora pode levar para casa, pelo mesmo preço, a versão topo de linha. Porém, apesar de ser expressivo, o abatimento ainda mantém o preço do Cherokee brasileiro distante do modelo americano.

Enquanto um Cherokee Laredo com especificação similar à vendida no Brasil custa R$ 159,9 mil, nos Estados Unidos ele é vendido por menos da metade disso: R$ 72 mil (US$ 32 mil pela cotação desta sexta-feira (21)). E a redução promovida pela Chrysler do Brasil levanta uma questão abordada pelo jornalista Joel Leite, colunista do site WebMotors: a empresa arcou com prejuízo com esse desconto ou tinha margem de lucro alta o bastante para permitir tal redução?

1 comnetário Comente

  1. Evandro says:

    E ainda assim estamos sendo roubados. Os carros no Brasil estão sendo superfaturados e o povo não reage. Além dos carros chegarem aqui por um valor muito mais alto que lá fora, chegam depenados, não existe carro 1.0 nos outros países-AQUI SIM-, os carros são lançados lá todos cheios de bons acessórios, quando vem prá vem pelados, com rodas piores, com as telas multimídia na metade do tamanho, com motor ridiculamente mais fraco e por aí vai. O ford EDGE por exemplo, na versão de entrada no valor de R$127,900 não tem nem banco de couro, nem teto solar, painel multimídia de 3 polegadas, PASMEM, esses acessorios só vem na versão de R$150,000. ESTAMOS SENDO FEITOS DE TROUXAS.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.