Google

Fotos Nova Picape Chevrolet Montana

Data: setembro 26, 2010
Opiniões
Deixe a sua!

Versão topo de linha, a Sport, tem preço sugerido de R$ 44.040.
Modelo ganha a ‘cara’ do Agile e maior capacidade de carga.

A Chevrolet revelou neste domingo (26) os preços da nova picape Montana. O segundo integrante da família Agile, também fabricado na Argentina, começa a ser vendido em outubro em duas versões, a partir de R$ 31.990.

O modelo de entrada, LS, sai de fábrica com para-choque na cor da carroceria, rodas de aço de 14 polegadas, regulagem de altura do banco do motorista, protetor de caçamba e de cárter. A configuração mais simples pode ser equipada com vidros, travas e retrovisores elétricos, computador de bordo, ar-condicionado e direção hidráulica por R$ 39.939.

A nova geração mantém a opção Sport como topo de linha. Com preço sugerido de R$ 44.040, a versão acrescenta ao pacote de série freios ABS, airbag duplo, piloto automático, luzes de neblina, rodas de 15 polegadas e sistema de som com entrada auxiliar e USB.

Mudança profunda
Da geração anterior, a nova Montana herda apenas o nome e o degrau na lateral para acesso à caçamba que passa a ter 1,64 m de comprimento, o que, segundo a fabricante, eleva a capacidade de carga para 758 kg e, em volume, para 1.100 litros. A Peugeot Hoggar, que apresentava maior espaço entre as concorrentes, tem capacidade de carga menor, de 742 kg, mas leva até 1.151 litros.

As dimensões da carroceria também sofreram alterações. Agora são 4,51 metros de comprimento, 1,70 metros de largura e 1,58 metros de altura.  O visual foi totalmente redesenhado e é caracterizado pela dianteira do Agile, com para-choque  mais “musculoso”, e a tampa traseira menor para não prejudicar a visibilidade. Já a cabine é idêntica ao do ‘primo’, com o mesmo quadro de instrumentos, volante, painel e assentos. Atrás dos bancos é possível carregar 164 litros.

Sob o capô, a nova Montana trará inicialmente apenas o motor 1.4 Econo.Flex com 102 cavalos de potência e 13.5 kgfm de torque, 3 cv a menos que a geração anterior e 1 kgfm a mais de torque. O bloco é o mesmo, mas de acordo com a marca, teve quer ser adaptado às novas dimensões da picape. Outra mudança, desta vez em relação ao hatch, é a alteração da relação da primeira e quinta marcha do câmbio manual.

1 milhão de unidades no Mercosul
O Omega australiano e o Camaro serão os próximos modelos a desembarcar no país. De acordo com o presidente da GM Mercosul, Jaime Ardila, este ano a Chevrolet deverá alcançar a marca de 1 milhão de unidades no Mercosul, montante que, segundo ele, será comercializado pela marca no Brasil em 2014.

“Queremos a liderança do mercado brasileiro” , afirmou o presidente. Para alcançar a meta, a fabricante aposta em na sua nova linha de produtos, plano que será concluído em 2012. Atualmente a GM é a terceira montadora do país, atrás da Fiat e da Volkswagen.

Fonte: G1

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.