Google

Com plataforma e conjunto mecânico novos, modelo também estreia interior mais moderno

Data: março 26, 2018
Opiniões
Deixe a sua!

A nova geração do Toyota Corolla começou a ganhar forma. Desta vez a fabricante japonesa mostra o Corolla Hatch que será vendido nos Estados Unidos.

Na prática, é uma versão local do Auris, que foi apresentado para o mercado europeu há poucas semanas.

Mas o Corolla hatch é mais importante para o Brasil: seu interior e sua motorização estão mais próximos da nova geração do Corolla sedã que será fabricada por aqui a partir de 2019.

Em vez de um conjunto híbrido ou o motor 1.2 turbo de 116 cv, o hatch americano tem motor 2.0 Dual-VVT-i aspirado, mas com injeção direta.

Outra novidade é que o sistema de comando das válvulas de admissão terá sua variação comandada eletricamente, não por pressão de óleo como no sistema tradicional.

A taxa de compressão também é mais alta, de 13: 1 contra 12:1 do antigo 2.0.

Por aqui, o Corolla ainda deverá usar um 1.5 turbo nas versões mais caras. Ele será produzido na fábrica de Porto Feliz (SP) a partir do segundo semestre de 2019, quando as obras de ampliação da unidade serão concluídas.

No Brasil, a Toyota já descartou o câmbio manual de seis marchas para o Corolla, mas ele continuará sendo oferecido nos EUA.

Mas o destaque é mesmo a transmissão Dynamic-Shift CVT, que simula 10 marchas com modo Sport, mas com primeira marcha mecânica para facilitar as arrancadas.

O Corolla hatch está completamente diferente por dentro. Boa parte dos botões foram substituídos pela central multimídia destacada no topo do painel.

Ela tem 8 polegadas e é compatível com Apple CarPlay.

Logo abaixo estão as saídas de ar e os comandos do ar-condicionado, agora de duas zonas. A alavanca de câmbio fica isolada em um console próprio em posição elevada.

O conjunto foi tão simplificado que o reloginho digital (que lembrava o antigo Ford Del Rëy) foi abandonado.

O quadro de instrumentos também mudou bastante.

Uma tela de TFT de sete polegadas substitui o velocímetro e também exibe informações do computador de bordo e do navegador.

Em relação ao Auris, o Corolla hatch tem design com pretensões esportivas, com para-choques, faróis e lanternas. Essa diferenciação vem de outras gerações, pois o perfil dos clientes muda.

Se nos EUA o Corolla é carro compacto, comprado por jovens, na Europa – assim como no Brasil – é um carro médio com nível de equipamentos superior. Por isso, é melhor não esperar que o Corolla brasileiro seja igual ao americano.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.