Google

Carro da Audi quebra recorde de velocidade – Esportivo R8 de 1.680cv chegou a 360km/h em prova de “standing mile”

Data: maio 8, 2012
Opiniões
Deixe a sua!

R8 V10 tem biturbo e componentes forjados no motor, câmbio e diferencial

Com 5 km de extensão por 100 m de largura, a pista da Embraer, em Gavião Peixoto (SP), está acostumada a receber aeronaves para pousos e decolagens. Mas no último sábado, outras máquinas “voaram” por ali. Cerca de 180 automóveis se reuniram para ver qual seria o mais rápido no “standing mile“, prova em que o piloto larga parado e acelera o carro ao máximo por uma milha (1.609 m). Ao fim da distância, um Audi R8 atingiu 360,407 km/h e tornou-se dono do recorde brasileiro.

Mas não se trata de um R8 qualquer. O conceito da Dubai Motors, importadora de Ribeirão Preto (SP), ganhou turbo duplo, além de componentes forjados no motor, câmbio e diferencial. Com isso, passou a ter potência de 1.680 cavalos no motor – 1.500 deles são despejados diretamente nas rodas. Para se ter uma ideia, o R8 GT 5.2 original entrega 525 cv de potência! A preparação foi feita pela empresa norte-americana Underground Racing, que passou dez dias aqui para “afinar” o esportivo – que correu com gasolina de corrida (com 105 octanas) no tanque.

Ao volante do R8 envenenado estava o piloto Daniel Malzoni, de 34 anos. A Autoesporte, Malzoni disse que o R8 ainda conta com um “cool box” no compartimento do motor. “Ele ajuda a resfriar o ar da admissão, deixando a molécula de oxigênio menor. Com isso, mais oxigênio entra na câmara de combustão, o que aumenta a potência”, explica. A expectativa do piloto e dos preparadores era de que o Audi R8 ultrapassasse os 400 km/h. Porém, alguns detalhes atrapalharam. “Estava muito quente e a área de preparação ficava longe da pista em si. Com isso, o motor esquentava e os pneus esfriavam. Vamos acertar melhor a configuração para os próximos eventos”, garante Malzoni.

A prova seguiu os padrões determinados pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e o resultado foi homologado pela Confedereção Brasileira de Automobilismo (CBA).

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.