A posição do motor pode influenciar o desempenho, a eficiência e até o visual do carro

Written on:julho 16, 2018
Comments
Add One

Lembra dos ícones Volkswagen Gol 1.8 GTS, 2.0 GTi, Volkswagen Santana 2.0 GLS e Chevrolet Opala Diplomata 4.1S, todos fabricados entre os anos 80 e 90? Além dos ótimos desempenhos,traziam em comum longos capôs com uma função fundamental: esconder os enormes motores longitudinais. Mas aquelas pérolas bebiam demais, poluíam demais e aos poucos foram sendo atualizadas ou descontinuadas. O Gol é um bom exemplo. O hatch abandonou os longitudinais em 2008 para adotar os motores transversais.

“Os capôs antigos eram compridos para favorecerem o estilo da época. Hoje, ao contrário, isso não é mais vantagem. Frentes com motores transversais dão mais liberdade aos estilistas e permitem melhor redistribuição e diminuição de peso do veiculo, fator importante na relação peso/potência”, revela o engenheiro e diretor adjunto da AEA, Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, Nilton Monteiro.

Motor longitudinal

O motor longitudinal fica posicionado em paralelo ao comprimento do carro. Os cilindros estão dispostos em uma linha, do início ao fim do bloco do motor. O estilo é mais comum em veículos de tração traseira ou tração 4X4, mas carrões de alto desempenho podem ter um longitudinal traseiro ou central, dependendo do caso. Na configuração mais comum, com o motor na frente e tração traseira, o motor é encaixado na linha central do carro, com o câmbio logo atrás (entre os bancos dianteiros) e um eixo de transmissão que vai até o eixo de traseiro.

Motor transversal

O motor transversão é montado perpendicularmente ao comprimento do carro, ou seja, atravessado. Os cilindros do motor ficam dispostos da esquerda para a direita. É mais utilizado em carros com motores dianteiros e com tração dianteira, mas pode ser montado no meio de carros com tração traseira, em casos mais raros. A configuração mais encontrada é aquela com motor dianteiro montado em carros de tração dianteira. Neste caso, o motor é montado entre as rodas dianteiras com o câmbio encaixado em uma de suas extremidades.

Vantagens e desvantagens

“Não é possível definir o que é um layout padrão de “package” (trem de força). Só dá para saber o que está sendo mais usado no momento e em determinada localização geográfica. No Brasil, o Fusca já foi carro popular quando tinha motor boxer e tração traseira. Hoje, o padrão é o motor quatro (ou três) cilindros em linha com tração dianteira e amanhã será o carro elétrico”, conta o designer e coordenador do IED, Istituto Europeo di Design, Fernando Morita.

Além de oferecer mais espaço na cabine, o motor atravessado na dianteira tem o virabrequim diretamente alinhado, e conectado, às rodas, enquanto o câmbio acopla em uma das extremidades. O motor longitudinal, por sua vez, precisa de engrenagens em 90° para chegar até as rodas (pode haver pequena perda de energia, ou força, com esse sistema). “A concepção longitudinal é antiga e prejudica a estabilidade do veículo. Como desvantagem, há redução da distância entre-eixos e consequente perda de espaço interno”, diz Nilton Monteiro.

Efeitos na aparência

Apesar de os compactos nacionais terem adotado o layout com motor transversal, os carros maiores e mais luxuosos continuam abrigando motores longitudinais. Lembrando que um propulsor longitudinal pode ter uma disposição de cilindros em “linha”, em “V” ou, menos comum, em “W”. Então, a posição do motor pode alterar o visual de um carro? “O motor sozinho não faz diferença. O que muda é o planejamento do trem de força como um todo, e o pacote. O Audi A4 e Volkswagen Jetta, por exemplo, trazem propulsores quatro cilindros em linha com tração dianteira, mas só no A4 o motor é longitudinal, pois é preparado para receber motores muito maiores e tração nas quatro rodas, na versão esportiva. O Jetta, por sua vez, tem um projeto mais barato e utiliza motor transversal”, afirma o coordenador do IED.

Em design automotivo, quanto maior o capô de um sedã e quanto maior a sua distância entre a roda dianteira e a coluna A, mais ele se parecerá com um modelo mais caro e mais refinado. Por outro lado, ao contrário do que muitos imaginam, desenhar carros com motores transversais não é sinônimo de trabalho facilitado. “A liberdade de criação de um designer não muda de acordo com o tipo do motor. O que muda é o quanto a empresa valoriza ou não o design. A mentalidade da marca é mais importante do que o layout de um carro. Uma empresa alemã sempre vai ter um pensamento mais racional que uma empresa italiana”, conclui Fernando Morita.

História

Existem registros de carros com motores transversais datando do começo da década de 1910, mas a notoriedade desses propulsores começaria na década de 1930, quando DKW e Saab começariam a adotar esse tipo de trem de força. Em 1959, a British Motor Corporation lançou o Mini Cooper que trazia um motor transversal garantindo bom desempenho e espaço interno ao inglês. Como resultado, o pequenino virou uma alternativa de carro para as famílias. Em solo brasileiro, o primeiro automóvel a adotar essa tecnologia foi o Fiat 147, em 1976.

Picape compacta da Volkswagen agora tem preços entre R$ 49.440 a R$ 82.180

Written on:julho 8, 2018

As concessionárias da Volkswagen já estão vendendo a linha 2019 da Saveiro. Com a atualização de ano/modelo, os preços da picape compacta ficaram um pouco maiores, aumentando até R$ 1.620. Além disso, a gama de versões ficou mais enxuta e agora conta com seis configurações. A versão de entrada da Saveiro, a Robust de cabine simples, motor 1.6 com 104 cv de potência e câmbio manual de cinco marchas, aumentou R$ 1.050, passando de R$48.390 para R$ 49.440. Tanto…

Read more...

Baseada na versão Active Pack 1.6 16V com câmbio automático, a série inclui subwoofer de 250W

Written on:julho 4, 2018

O Peugeot 208 reviveu a série especial In Concert, que já foi oferecida no hatch há quase dois anos. Com apenas 250 unidades disponíveis, a novidade oferece um subwoofer de oito polegadas e 250W RMS, além de quatro alto-falantes e dois tweeters da marca italiana ASK. Esta versão custa R$ 65.490 e será comercializada somente nas cores branca e prata. O modelo é baseado na versão Active Pack, de R$…

Read more...

Proprietários de modelos Renault equipados com os motores 1.0 e 1.6 SCe reclamam que o lubrificante some misteriosamente

Written on:junho 26, 2018

Checar o nível do lubrificante deveria ser uma tarefa simples e corriqueira, mas não é assim para alguns proprietários de modelos da Renault, equipados com motor SCe, 1.0 e 1.6. O taxista Edielton Pichum, de São Paulo (SP), conta que o lubrificante de seu Duster 1.6 SCe 2017 simplesmente sumia do motor. “Não era queima e nem vazamento, mas o óleo desaparecia”, afirma. “O carro gastava um litro de óleo…

Read more...

Fiat enxuga a gama do Uno e volta a oferecer a versão de entrada Attractive com motor 1.0 menos moderno e preço de R$ 39.990

Written on:junho 18, 2018

A Fiat decidiu enxugar de vez a linha do Uno e trazer de volta a versão de entrada Attractive na linha 2019. Agora, o modelo será vendido apenas em duas versões: Attractive de R$ 39.990 e Drive de R$ 42.990. Com esse novo posicionamento de preço, saem de cena não apenas as opções mais caras Way e Sporting, como também o motor 1.3 Firefly e o câmbio automatizado de cinco marchas. O que não parece fazer muito sentido nessa…

Read more...

Últimas unidades do Golf atual são negociadas com descontos que variam de R$ 10 mil a R$ 20 mil

Written on:junho 12, 2018

A tão aguardada reestilização do Volkswagen Golf chegará às lojas no mês que vem com um belo upgrade de tecnologia. Mas, enquanto o facelift não começa a ser comercializado por aqui, as últimas unidades do modelo atual estão sendo negociadas nas lojas com descontos de até R$ 20 mil. Para quem sempre namorou o hatch, agora pode ser a chance de levar um para a garagem. Os descontos mais generosos estão sendo oferecidos para o Golf…

Read more...

SUV compacto ganhou mudanças pontuais nos faróis, grades e lanternas; Renegade será reestilizado em breve no Brasil

Written on:junho 6, 2018

Depois de ter sido flagrado em testes, o Jeep Renegade reestilizado foi revelado pela montadora em um evento na Itália. O modelo ganhou mudanças sutis no visual, especialmente nos faróis, grade dianteira e nas lanternas. No Brasil, o modelo também será reestilizado até o final do ano. Na dianteira, a principal novidade fica por conta dos faróis, que têm visual um pouco mais moderno em relação ao da versão anterior. Além disso, a grade…

Read more...

Especialista explica as consequências de dirigir o carro na famosa “banguela”, no consumo de combustível do carro

Written on:maio 29, 2018

O carro economiza combustível andando em ponto morto, a famosa “banguela” Se você está acostumado a desengatar a marcha em descidas, achando que vai economizar combustível, você está redondamente enganado. Segundo o engenheiro Rubens Venosa, consultor, diferentemente do que muitos pensam, descer com o carro em ponto morto gera um maior consumo de combustível do que descer engatado. “Isso acontece devido ao sistema de injeção eletrônica entender que o carro está em marcha-lenta,…

Read more...

Hatch ganhou novidades sutis no visual e será vendido em seis versões

Written on:maio 23, 2018

O Mini Cooper chegará reestilizado ao Brasil em junho e terá seis versões que partem de R$ 120 mil. O modelo foi apresentado durante o Salão de Detroit e, na prática, tem apenas algumas mudanças sutis no visual. Por aqui, seus preços chegarão a R$ 180 mil. O hatch continuará sendo importado nas versões com duas e quatro portas. O Mini duas portas chegará nas versões Cooper Exclusive, Cooper S e Cooper Top, enquanto o…

Read more...

Será lançado um chip criado para direção completamente autônoma.

Written on:maio 21, 2018

A Mobileye assinou contrato para fornecer solução de direção autônoma a 8 milhões de carros de uma montadora europeia, disse um representante da empresa israelense controlada pela Intel. Os termos financeiros do acordo e o nome da montadora não foram divulgados. O contrato é um dos maiores assinados até agora pela Mobileye e um sinal sobre como montadoras e fornecedores estão acelerando a introdução de características que automatizam determinadas tarefas…

Read more...